Resumo da novela Rei Davi, sexta-feira dia 01/01/2016 – Capítulo 35
Bate-Seba ajuda Tirsa a cortar o restante de seus cabelos. Tamar se desespera enquanto Amnon tenta dominá-la. Ela ainda tenta argumentar, mas o primogênito de Davi não dá ouvidos. Bate-Seba ouve o grito de Tamar e se assusta. Amnon consegue dominar a meia-irmã. Natã sente que uma tragédia está por vir. Preocupada, Bate-Seba diz a Davi que ouviu alguns gritos que achou serem de Tamar. O rei a tranquiliza, dizendo que a filha está com Amnon. Após o estupro, Tamar chora arrasada, enquanto Amnon é tomado de repulsa pela irmã. Ela começa a questionar, mas o primogênito de Davi se irrita e a ofende. Ele pega Tamar pelo braço e a expulsa do quarto. Ela caminha pelos corredores, desnorteada, e rasga sua túnica talar, usada pelas filhas virgens do rei. Doída, ela clama pela piedade divina quando Absalão se assusta ao ver o estado da irmã e pergunta o que aconteceu.
Chorando muito, ela conta que foi estuprada por Amnon. Absalão fica dominado pelo ódio. Ele vai até o quarto, mas não encontra o irmão mais velho. Davi e Bate-Seba ficam chocados diante do relato de Tamar e Absalão, que exige a morte de Amnon. Jonadabe reprova a atitude de Amnon. Guardas se aproximam e o levam até Davi. Diante do pai, Absalão se descontrola e afirma que Amnon deve morrer. O rei pede que guardas levem o rapaz até o quarto. Davi desfere um tapa no rosto de Amnon. O rapaz tenta se defender, jogando a culpa para Tamar. Davi parte para cima do filho e o segura pelas vestes, furioso. Amnon se assusta e o soberano de Israel afirma que não ouvirá mais desculpas. Ele solta o filho, que tenta se justificar. Amnon, que estava apreensivo, mas não o suficiente para a gravidade da situação, começa a ficar receoso. Ele afirma que está arrependido, mas Davi revela que ordenará sua morte.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.