Resumo da novela Rei Davi, quarta-feira dia 13/01/2016 – Capítulo 41

Tamar se aproxima de Absalão, que é ovacionado por seus seguidores. Ela percebe que Husai ficou na cidade e o questiona. Embaraçado, já que não pode contar seu segredo, o sacerdote mente que resolveu ficar ao lado de Absalão. Irritada, ela se afasta de Husai, acreditando que ele é um traidor. Absalão diz à irmã que pode conversar quando chegarem ao palácio. Na estrada, Davi é apedrejado por alguns homens, que o amaldiçoam. Sentado no trono, Absalão recebe Husai. Ele estranha o fato de o sacerdote não ter seguido Davi. Husai utiliza uma justifica plausível e consegue enganar o rapaz.

Aitofel afirma que Absalão deve se deitar com todas as concubinas de Davi. Essa é uma demonstração de poder que marcará a tomada do trono. Husai fica chocado, mas disfarça. Nesse instante, Mical se aproxima de Absalão e se oferece para fazer o que for necessário para consolidar seu reinado. O jovem troca olhar com Aitofel. Os dois parecem ter a mesma ideia. Absalão e Mical dormem juntos. Após ouvir alguns boatos, Joabe explica para Davi como a conspiração começou. Mefibosete passa a noite na rua. A comitiva de Davi sofre bastante com a escassez de alimentos.

Tamar tenta fazer com que Absalão mude de ideia, mas ele continua firme em sua decisão. Chorosa, Tirsa pergunta a Joabe porque não teve permissão para voltar até a cidade para buscar Mefibosete. Decidida, ela afirma que retornará para Jerusalém. Joabe a segura e os dois ficam muito próximos. Eles se encaram e o beijo acontece. Aitofel diz a Absalão que mandou espalhar a história que Mical e as concubinas de Davi já se deitaram com o novo rei. O conselheiro pede permissão para escolher doze mil homens que perseguirão Davi.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.