Programação da TV Bernardo Vieira

Profissão Repórter – 11/09/2019: pessoas depressivas dividem suas histórias no programa

Profissão Repórter – 11/09/2019: pessoas depressivas dividem suas histórias no programa

Profissão Repórter desta quarta-feira, 11 de setembro de 2019, pessoas depressivas dividem suas histórias no programa.

Considerada pela Organização Mundial da Saúde como o mal do século, a depressão é uma doença psiquiátrica crônica que gera tristeza profunda, perda de interesse, pensamentos suicidas e oscilações de humor. Essa condição atinge pelo menos 11 milhões de brasileiros. Nesta quarta-feira, pessoas de várias idades que convivem com esse diagnóstico abrem as portas de casa e compartilham suas histórias com a equipe do programa.

A reportagem de Nathália Tavoliere mostra o dia a dia de Karla Barbosa, de 40 anos. Sobrecarregada, ela cuida da filha, de um enteado, de três sobrinhos e do marido, que vive imobilizado depois de sofrer um AVC. Há 5 anos, ela foi diagnosticada com depressão. “Eu acho que a dor física não dói tanto quanto a dor da alma, a dor que você sente no peito, que parece que te dilacera”, diz Karla.

Em General Sampaio, no interior do Ceará, só tem uma psicóloga para atender a população no posto de saúde da cidade, que também sofre com a falta de psiquiatra e de um centro de atendimento psicossocial. O repórter Júlio Molica acompanha o trabalho de Levi Araújo, um dos agentes de saúde capacitados para identificar possíveis casos de depressão. Depois que a doença é identificada, o paciente precisa viajar 130 quilômetros até a capital cearense para conseguir uma consulta com o psiquiatra. Porém, quem mora em Fortaleza, também enfrenta dificuldade no atendimento, com filas de espera que ultrapassam 5 horas.

Já o repórter Erik Von Poser mostra que os sintomas de um transtorno bipolar podem ser confundidos com os de uma depressão, por meio da história do jovem Giovanni, de 21 anos. Por uma sequência de erros de diagnóstico, o tratamento no início se voltou para a depressão, o que acabou agravando seu caso. Hoje, ele sabe reconhecer os sinais e a pedir ajuda da equipe médica e da família.

Você pode conferir o programa logo após o Futebol 2019 na tela da Globo.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.