Após dois dias de duras críticas à sexualização de menores e “normalização da pedofilia” em relação ao polêmico filme ‘Cuties‘, recém-lançado na Netflix, a plataforma quebrou o silêncio e defendeu o filme, que ela descreveu como “um comentário social contra a sexualização de crianças pequenas.”

“É um filme premiado e uma história poderosa sobre a pressão que as meninas enfrentam nas redes sociais e da sociedade em geral à medida que crescem, e encorajamos qualquer pessoa que se preocupa com essas questões importantes a assistir ao filme”, ​​afirmou a Netflix em um declaração para a Fox News.

Mais de 600 mil pessoas assinaram uma petição online pedindo o boicote à Netflix, após a plataforma ter lançado o filme francês que conta a história de uma menina de 11 anos que tenta evitar problemas familiares e descobre o estilo ‘twerking’ de dança.

Netflix responde acusações de sexualizar meninas e incitar a pedofilia no polêmico filme 'Cuties'

Entre os famosos que cancelaram sua assinatura do Netflix por causa da estreia de “Cuties”, está o senador Bo Biteman. O político norte-americano anunciou sua decisão por meio de sua conta no Twitter: “Eu não apoio a exploração infantil ou a tentativa de normalizar a pedofilia!”

Nas redes sociais, várias pessoas também acusaram a plataforma de sexualizar menores, compartilhando uma cena que mostra as protagonistas dançando provocativamente para adultos, enquanto a hashtag #CancelNetflix virou tendência no Twitter.

No entanto, embora o filme tenha recebido muitas críticas, também tem seus defensores. Um deles é o jornal The New Yorker, que o qualificou de “extraordinário” e acrescentou que se tornou “alvo de uma campanha da direita”. Segundo o autor do artigo, Richard Brody, “algumas figuras conhecidas da extrema direita” ficaram incomodadas com o filme, afirmação que também foi duramente criticada na Internet.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.