Mena Suvari, atriz de American Pie, revelou ter sofrido abuso sexual

Mena Suvari, atriz de American Pie, revelou ter sofrido abuso sexual

Mena Suvari, atriz de American Pie, revelou ter sofrido abuso sexual

Aline Cássia julho 21, 2021 Famosos

A atriz revelou em trechos do seu livro sobre o episódio, prestes a completar 13 anos de idade

Em um trecho do livro, que foi divulgado pela revista people recentemente, a atriz americana, Mena Suvari,, famosa por interpretar duas grandes personagens Angela Hayes em “Beleza Americana” e Heather Gardner em “American Pie”, em 1999, revelou que foi abusada sexualmente quando adolescente.

Na época, a atriz era sexta série e estava próximo de completar 13 anos de idade, quando foi estuprada por um amigo de seu irmão mais velho, a quem ela se refere como “KJ”.

 Abaixo, segue alguns trechos de sua fala do livro “The Great Peace: A Memoir”.

“Eu estava tentando me encaixar”, disse ela no livro. Foi bem na época que KJ começou a persegui-la. “Não, eu não quero fazer isso”, lembrou ela.

“Parte de mim, morreu naquele dia[…]ele me usou, se divertiu comigo e depois se livrou de mim. Ele me chamou de puta. Nunca consegui ter uma expressão saudável de [sexo]. Minha escolha foi perdida”, disse.

No livro ela também lembra de ter começado a fazer uso de drogas com o objetivo de “anestesiar a dor”.

“Procurei qualquer forma de automedicação que encontrei, apenas para sobreviver”, disse ela. “Eu só estava tentando sobreviver”, argumentou em um trecho do seu livro.

Carreira

Mena deu início a sua carreira sos 12 anos, quando estrelou um comercial de televisão. Aos 16 anos, apareceu em seriados de televisão como Boy Meets Worl e E.R. Além de Beleza Americana e American Pie, a atriz atuou em outros filmes, como Toser – 2000), The Muskiteer – 2001) e Spun – 2002). Em 2004, atuou no filme britânico “Trauma“, ao lado de Colin Firth. Mena também participou de torneio de poker World Series of poker em um hotel de Hollywood para ajudar o Centro de Apoio as Crianças Starlight.

Suvari também é ativa em questões do empoderamento feminino. Ela está envolvida em várias instituições de caridade cuja causa é o câncer de mama, a campanha “End Violence Against Women” e excursiona escolas do ensino médio como porta-voz em “círculo de amigos”, encorajando adolescentes a parar de fumar.

Outros artigos