DestaquesMúsica

John Lennon causou o fim dos Beatles, diz Paul McCartney

O baixista e cantor confessa que esse foi o "período mais difícil" de sua vida

A separação dos Beatles, há mais de 50 anos, segue sendo motivo de debates até os dias de hoje. Paul McCartney, ex-integrante do lendário quarteto de Liverpool, falou sobre o fato e garantiu que, ao contrário do que alguns apontam, ele não foi o responsável pelo fim da banda.

“Eu não instiguei a divisão. Nosso Johnny [John Lennon] fez isso“, disse o músico, citado pelo The Guardian em uma prévia de sua entrevista para o programa ‘This Cultural Life’ da BBC Radio 4, que vai ao ar no próximo dia 23 de outubro.

Em uma entrevista reveladora com o jornalista e locutor John Wilson, Paul reiterou que o principal motivador da separação dos Beatles foi Lennon. “John chegou um dia e disse: ‘Estou deixando os Beatles‘. Isso causa divisão ou não?”, revelou. Ele também diz que a confusão sobre o fim da banda foi ainda mais exacerbada porque seu empresário na época, Allen Klein, pediu aos quatro membros que ficassem quietos até que ele concluísse uma série de acordos comerciais. “Foi estranho porque todos nós sabíamos que era o fim dos Beatles, mas não podíamos simplesmente ir embora”, relata.

Finalmente, Paul “estava farto” de esconder o segredo e em 1970 disse à imprensa que os Beatles já não existiam. Posteriormente, foi acusado de estragar a dinâmica do grupo quando, no início de 1971, processou seus colegas pela dissolução contratual da banda e pediu aos seus advogados que resolvessem as disputas. “Tive que lutar e a única maneira de lutar era processar os outros Beatles, porque eles iam com Klein. E eles me agradeceram anos depois. Mas não instiguei a separação. Esse foi o nosso Johnny quando um dia ele veio e disse: ‘Estou saindo do grupo'”, frisou.

Por outro lado, McCartney não considera Yoko Ono, a segunda esposa de Lennon, responsável pelo fim dos Beatles, que muitas vezes é acusada de causar desarmonia dentro dele. Ao mesmo tempo, confessa que este foi o “período mais difícil” da sua vida, não só porque acreditava que naquela altura o grupo estava criando “coisas muito boas”, mas porque a sua vida girava em torno do quarteto. “Era minha banda, era meu trabalho, era minha vida, então eu queria que continuasse”, destaca.

Quer receber as principais notícias do N10 Entretenimento no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo