O dia 8 de março é marcado por ser uma das datas mais importantes do ano: o Dia Internacional da Mulher. E nada melhor do que aproveitá-lo para assistir filmes que contam histórias inspiradoras de mulheres que lutaram para fazer a diferença.

Com o crescimento das plataformas de streaming e popularização das Smart TVs, ficou ainda mais fácil conhecer as histórias que marcaram o mundo feminino. Confira algumas dicas de longas-metragens para ver no conforto da sua casa.

Dicas de filmes

Muitos filmes foram feitos em homenagem a mulheres históricas, que inspiram determinação e garra. Outros criam novos personagens femininos para retratar a força que as mulheres têm.

  • A Dama de Ferro: retrata as dificuldades e os preconceitos que Margaret Thatcher sofreu para chegar ao cargo de primeira-ministra do Reino Unido e as complicadas decisões políticas e financeiras que precisou tomar. Essa mulher representou a luta pelos direitos femininos.
  • As Sufragistas: conta o movimento feminista do início do século XX na Inglaterra, quando as mulheres estavam lutando para conseguir seus direitos de voto e melhores condições de vida. O movimento ficou conhecido como sufragista e conquistou vários direitos femininos.
  • Histórias Cruzadas: foca nas histórias de mulheres afrodescendentes nos Estados Unidos na década de 60, as quais tinham que abandonar suas famílias para servir a elite branca local. No filme, uma das mulheres da elite as entrevista para mostrar ao mundo suas histórias.
  • A Cor Púrpura: relata a história de Celie, inicialmente com 14 anos, durante 40 anos de sua vida. Em sua juventude, era violentada pelo pai, chegando a dar à luz duas crianças antes de se tornar estéril. A personagem vive um drama no qual é separada dos filhos, além de ser tratada de forma ambígua – como escrava e companheira de Mister. Depois de tudo, há o reconhecimento da sociedade e a descoberta dos seus talentos.
  • Valente: a animação é uma maneira mais leve e descontraída de representar as dificuldades das mulheres. A ficção conta a história de Merida, uma princesa que não quer se casar por política e acaba se envolvendo com uma bruxa, o que ameaça seu reino. São mostrados o desenvolvimento da personagem, a coragem e a independência das mulheres.
  • Azul É a Cor Mais Quente: retrata alguns assuntos mais modernos, como a sexualidade entre duas mulheres e a luta contra o preconceito da sociedade. Essa obra traz para nossa realidade, mesmo que com uma temática diferente, as desigualdades sociais e a discriminação que as mulheres sofriam no início do século passado.

Existem, ainda, outros filmes que são indispensáveis para retratar a luta das mulheres pela igualdade, como Joana d’Arc, que retrata a trajetória da heroína francesa, e o longa Frida, que reproduz a vida de uma das mais importantes pintoras mexicanas.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.