Em Nome da Justiça
Imagem: Antonio Chahestian/Divulgação Record TV

O programa Em Nome da Justiça desta quinta-feira, 12 de março de 2020, destaca assassinato de mulher que ocorreu em 2013 e continua sem solução.

Relembra o caso de Damaris Nozaki de Souza, assassinada com facadas em São Miguel Arcanjo, no interior de São Paulo, em julho de 2013.

O ex-marido, Juraci Damasceno, foi acusado de ser o autor do crime pela polícia e Ministério Público com base no depoimento de uma testemunha. O filho do casal, que tinha uma passagem pela fundação casa por envolvimento com drogas, também foi indiciado.

Depois de três anos em prisão preventiva, Juraci foi absolvido. Num novo julgamento em 2019, Juraci foi inocentado. O programa mostra a continuação da história e detalhes deste caso que ainda não foi solucionado.

Sobre a série

A exibição na Record TV é comandada por Luiz Bacci, com participação de uma das maiores estudiosas brasileiras do assunto, a criminóloga Ilana Casoy. Estão previstos 12 episódios, que mostram casos de crimes que marcaram o Brasil: um ex-marido suspeito de matar a mulher; um comerciante apontado como traficante de drogas. Será que eles são mesmo culpados? Luiz Bacci conduz uma viagem por estes controversos casos reais, e com Ilana Casoy, refaz todos os passos da investigações destes casos, todos eles envolvidos em muita polêmica.

A exibição para Grande São Paulo, assim como para todo o Brasil, a partir das 22h30 pela RecordTV.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.