Notícia Bernardo Vieira

Em Foco com Andréia Sadi – 09/10/2019: Gustavo Bebianno

Em Foco com Andréia Sadi – 09/10/2019: Gustavo Bebianno

O Em Foco com Andréia Sadi desta quarta-feira, 09 de outubro de 2019, traz uma entrevista exclusiva com Gustavo Bebianno, ex-ministro da Secretaria de Governo do governo Bolsonaro.

O entrevistado do Em Foco com Andréia Sadi é o ex-ministro do governo Bolsonaro, Gustavo Bebianno, que, dentro outros assuntos, vai falar sobre Fabrício Queiroz, mais conhecido pelo ‘Caso Queiroz’, em virtude das transações financeiras suspeitas que fizera supostamente em nome do estão deputado estadual, Flávio Bolsonaro. O ex-ministro e ex-presidente do PSL disse ainda que é “humanamente impossível” um presidente de partido “adivinhar” o que cada diretório estadual faz durante as campanhas eleitorais.

Bebianno era o presidente nacional do PSL durante a eleição do ano passado. Ele foi uma das figuras mais próximas ao presidente durante a campanha e atuou como um dos conselheiros do então candidato na disputa e coordenadores na campanha. Foi demitido do governo depois de vir à tona na imprensa as primeiras reportagens sobre candidaturas-laranja do PSL nas eleições.

Durante a entrevista ao “Em Foco”, Bebianno foi questionado sobre a possibilidade de o presidente de um partido, como ele em 2018, desconhecer um esquema de candidatos-laranja na sigla, como o investigado no PSL em Minas Gerais. Em 2018, o responsável pelo partido em Minas Gerais era o atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Diante das investigações, o ministro l.

Bebianno respondeu à reportagem que considera que “a responsabilidade legal é de cada diretório regional”.

Indagado, então, se a responsabilidade era do atual ministro do Turismo, respondeu: “Evidente! O diretório regional é que monta a chapa. São as pessoas daquele estado que sabem os candidatos que têm viabilidade ou não”.

Ele foi questionado, então, por que ele, Bebianno, foi demitido devido ao caso e o ministro Marcelo Álvaro Antônio, não, o ex-ministro disse que a pergunta deveria ser dirigida ao presidente Jair Bolsonaro. E que, “particularmente”, não acredita que o ex-ministro tenha feito algo errado. (Matéria original do G1 -> https://glo.bo/33hXoCF).

A exibição está prevista para Grande São Paulo, assim como todo o Brasil, a partir das 21h30 logo após o GloboNews Em Pauta.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.