DJ solidário Alok doa aparato para armazenar vacinas contra a covid-19

O mundialmente famoso DJ Alok anunciou, nesta quinta-feira (22/04), apoio ao movimento “Unidos pela Vacina“, criado pela empresária Luiza Helena Trajano. O projeto tem como objetivo identificar as necessidades dos municípios brasileiros e acelerar o processo de vacinação contra a covid-19 no país. A meta do movimento é contribuir para que todos os brasileiros acima dos 18 anos sejam imunizados até setembro de 2021.

Segundo a assessoria de imprensa do DJ, junto ao Instituto Alok, ele vai “apadrinhar” quatro municípios, sendo eles três em Goiás (Alto Paraíso, Calvalcante e Goiás Velho) e um na Bahia (Ituberá). Esses locais vão receber câmaras refrigeradas, termômetros digitais com mira a laser, termômetros digitais via cabo, caixas térmicas e bobinas reutilizáveis de gelo.

“Queria agradecer e enaltecer esse trabalho parabenizando Luiza Trajano e todos os envolvidos na iniciativa ‘Unidos pela Vacina’. Sabemos o quanto é importante a ajuda de todos em um momento tão delicado. Espero que cada pessoa que contribui da sua maneira, se torne inspiração para outros a sua volta. Todos nós desejamos que isso logo passe, e vai passar… Aproveito para reforçar a importância do isolamento social, o uso de máscaras, álcool em gel continuam como procedimentos imprescindíveis. Sairemos vitoriosos dessa batalha!”, disse o artista.

Em março passado, Alok fez uma desabafo emocionante nas redes sociais. O DJ afirmou que se curou de uma grande depressão depois que se tornou uma pessoa mais solidária. Há pouco, o artista fez uma doação de R$ 27 milhões com os lucros conquistados com o (game) Free Fire para um projeto de causas sociais no Brasil para combater a pobreza. O dinheiro foi destinado ao Instituto Alok, uma ONG, fundada e criada pelo próprio DJ em dezembro de 2020.

“Ao questionar a existência de Deus, encontrei respostas compreendendo que não foi ele que abandonou quem precisa, mas nós mesmos. A partir do momento que vi a solidariedade como uma missão, me curei. Me curei de uma depressão que me perseguiu a vida inteira e quanto maior o sucesso, maior era um vazio que foi preenchido com a solidariedade. E a cada dia que passa outras pessoas ingressam nessa missão que não é só minha, mas de todos nós. Sozinho não seria capaz de tanto”, disse ele na ocasião.

Além disso, o DJ vendeu um avião próprio para não ter de despedir 40 funcionários da equipe dele durante a pandemia.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.