DestaquesMúsica

Disco de estreia: Peixe Frito transforma caos brasileiro em punk hardcore bem-humorado

Uma perspectiva de cronista sobre a realidade ao seu entorno em um retrato caótico, catártico e sem perder o sorriso surge em “Humanos em Conserva”, disco de estreia da banda potiguar Peixe Frito. Retratando a realidade do interior do Rio Grande do Norte, o grupo quer se conectar com histórias deixadas de lado pelos grandes centros em uma roda punk e no ritmo do hardcore. O álbum está disponível em todas as plataformas de música.

Formada por Nogueira (guitarra e voz), Lenin (baixo) e Piel (bateria) em 2018, a banda é nativa da cidade de Pau dos Ferros. Depois de “Cosmos Sessions”, EP ao vivo lançado em 2019, a Peixe Frito consolida uma jornada que começou despretensiosamente como um punk rock escrachado entre amigos.

Isso se reflete nas canções do álbum. Com produção musical de Paullo Medeiros (Estúdio Mente Aberta), o trabalho foi registrado em uma técnica antiga ao ser gravado ao vivo com os membros regravando seus instrumentos por cima, tentando manter a fluidez e o calor da performance do trio.

Humanos em Conserva” contou com financiamento da Lei Emergencial de Cultura Aldir Blanc, Fundação José Augusto, Governo do Estado Rio Grande do Norte, Prefeitura de Pau dos Ferros e Governo Federal.

O álbum está disponível para audição em streaming e você poderá conferir clicando aqui.

Quer receber as principais notícias do N10 Entretenimento no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael

Co-fundador e redator do Portal, é um dos responsáveis pela administração do site. Conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal do RN. Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, também administra a página oportaln10.com.br e dinastianerd.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo