Apresentadora Nathalia Arcuri pede demissão da RedeTv!, devido a postura de Sikêra Jr.

Apresentadora Nathalia Arcuri pede demissão da RedeTv!, devido a postura de Sikêra Jr.

Apresentadora Nathalia Arcuri pede demissão da RedeTv!, devido a postura de Sikêra Jr.

Aline Cássia julho 7, 2021 Notícias da TV

A especialista em finanças não concorda com a conduta que o apresentador vem tendo nos últimos tempos

A apresentadora e especialista em finanças, Nathália Arcuri, que estava a frente do programa “Me Poupe Show”, da RedeTv!, pediu demissão da emissora por não concordar com a postura que o apresentador Sikêra Jr., apresentador do “Alerta Nacional”, da mesma emissora. As informações são da coluna UOL.

Nathália é especialista em finanças e fundadora da “Me Poupe”, maior plataforma de entretenimento financeiro do mundo e havia fechado com a emissora para comandar a atração pelo salário R$1 mil reais. Em entrevista, em março deste ano à Folha de São Paulo, a jornalista informou que há 3 anos não trabalha por dinheiro, e tudo que vem fazendo é para coloborar com os milhares de brasileiros que perdeu seus empregos devido a pandemia.

Por meio de nota, enviada para equipe UOL, agradeceu o empenho de Arcuri e desejou sucesso. “A RedeTV! confirma a saída de Nathalia Arcuri. A emissora agradece o profissionalismo e empenho da jornalista e deseja sucesso em sua jornada. O último episódio do Me Poupe! Show será exibido na terça-feira (20)”, disse o comunicado.

Má conduta do apresentador

Sikêra Jr revoltou algumas pessoas nos últimos dias ao descrever o movimento LGBTQIA+ como “raça desgraçada” e outras coisas, durante seu programa ao vivo para todo o país.

“Um povo lacrador que não convence mais os adultos e agora vão usar as crianças. É uma lição de comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isso que eles querem”, afirmou ele durante a atração no último dia 25 de Junho.

O senador Fabiano Contarato (Rede – ES), que se assumiu gay recentemente, pediu medidas de punição ao jornalista devido a sua conduta. “Pedimos ao Ministério Público que investigue este apresentador por homofobia, conduta que deve ser punida na lei penal. Liberdade de expressão não pode ser usada p/ cometimento de crimes, incitação à violência e ofensa à honra, à dignidade e à imagem”, disse.

Outros artigos