Programação da TV Bernardo Vieira

Aparecida Sertaneja – 03/12/2019: Aline Abreu, Adriana Farias e Sandami participam do programa

Aparecida Sertaneja – 03/12/2019: Aline Abreu, Adriana Farias e Sandami participam do programa

No Aparecida Sertaneja desta terça-feira, 03 de dezembro de 2019, Aline Abreu, Adriana Farias e Sandami participam do programa.

Mariangela Zan recebe três convidados que além de cantores são instrumentistas de primeira linha. São eles Aline Abreu, Adriana Farias e Sandami. Também participa do programa desta semana, Amanda Françozo. Convidada especial da atração, dirigida por Jeferson Silva, a apresentadora do Revelações Sertanejo vai falar sobre a grande final do reality show musical, cuja final vai ao ar no dia 06 de dezembro.

Sobre as atrações do programa

Aline Abreu

A cantora cresceu na cidade de Lagoa Santa (GO) num ambiente musical influenciado pelo pai, baixista de uma banda. Aos sete anos, Aline já cantava e ensaiava com o pai na varanda de casa. Sonhava  com os grandes palcos que hoje conquistou. Aos nove anos aprendeu a tocar violão e aos 12, já possuía diversas composições próprias. Em 2016 lançou o álbum de inéditas  “Fontes da Vida”, que fez grande sucesso nas plataformas digitais e em lojas do Brasil e do exterior. O CD conta com grandes participações como a do maestro e compositor de trilhas de sucesso na TV , Marcus Viana, e de Xonadão do Trio Parada Dura. Entre os hits estão “Sina de Amor”, “Ilha” e  “Fontes da Vida”.

Adriana Farias

Cantora, violonista e violeira, aos nove anos, ela começou a dedicar-se à cultura caipira. Aos 11 gravou um compacto com o pseudônimo Hanayana, e fazia apresentações. E aos 19, Adriana passou a atuar como backing vocal, gravando com artistas como Fábio Júnior, Vavá, Vanessa Camargo, Leandro e Leonardo, Raimundos, e outros. Por cinco anos atuou na banda de Leandro e Leonardo e depois de Leonardo. E entre 1998 e 2015 integrou a banda Barra da Saia. Em 2016, Adriana iniciou carreira solo e lançou o CD “Beleza Rústica”.

Sandami

O intérprete, compositor e percussionista lançou sua carreira solo após nove anos à frente do grupo Sambô. Reconhecido como um crossover entre o rock e o samba, o artista nasceu em Bauru (SP). Aos oito anos ganhou seu primeiro cachê fazendo malabarismo com pandeiro, arte que aprendeu com o pai. Aos 15, se apresentava em bailes no interior de São Paulo. De lá para cá, Sandami não parou mais. Em 1998 veio o primeiro disco solo, intitulado “Como eu Nunca Estive Aqui”, com composições próprias. Integrou a banda de rock/pop “PB Messias”.  Em 2006, se reuniu com um grupo de amigos e surgiu a banda “Sambô”, que ficou conhecida em todo o país pela mistura do rock com o samba. A banda lançou o primeiro CD e DVD, “Sambô Ao Vivo”, em 2009. Também em 2009, o artista gravou o disco solo “O Traço Vol. 1”. Já em 2017 o artista gravou o álbum “Sandami 100 Anos de Samba”.

A exibição está prevista para Grande São Paulo, assim como para todo o Brasil, a partir, às 19h30 na TV Aparecida.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.