Empresas começam a deixar São Paulo devido a falta d’água

A crise hídrica em São Paulo, na qual vem afetando todos os reservatórios do Estado, está levando empresas a direcionarem seus investimentos a outros estados. Indústrias estão migrando para Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Nordeste, afim de reduzir o uso do mineral.

Empresas do ramo de bebidas, papel e celulose, inclusive, fizeram um planejamento a longo prazo, e, desde o ano passado, vêm se preparando para não sofrerem com os prejuízos da seca.

A Coca-Cola e a Ambev, por exemplo, começaram, a partir do segundo semestre de 2013, a investir cerca de R$2,4 bilhões em plantas de matérias primas no Paraná. Já a Ambev, está com novas instalações em Ponta Grossa, no estado do Paraná, e, de acordo com a prefeitura da cidade, foram investidos R$580 milhões.

Transferir parte dos investimentos para outros estados foi uma solução viável e encontrada por essas companhias para os custos provenientes do tratamento da água, já que, quanto mais baixos os níveis dos rios, mais dificuldades para retirar lama e sujeira.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!