Política

Em meio a críticas, Dilma desiste de recriar a CPMF

dilma_pronatec_brasilia_novas-_28072015_006
Foto: Lula Marques/ Agência PT

Após anunciar o interesse em recriar a Contribuição Provisória sobre a Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e Direitos de Natureza Financeira (CPMF), a presidente Dilma Rousseff voltou atrás e não irá mais enviar a proposta ao Congresso.

A decisão veio após uma reunião com ministros Aloizio Mercadante, da Casa Civil, e Nelson Barbosa, do Planejamento, neste sábado, 29 de agosto. Dilma avaliou que a reação contrária ao retorno do imposto, principalmente de aliados e empresários, foi muito forte e inviabilizou sua aprovação neste ano.

A nova CPMF poderia arrecadar até R$ 80 bilhões, segundo estimativas do governo. A ideia agora é fazer uma discussão de médio e longo prazos sobre o financiamento da saúde em que poderá ser levantada novamente a recriação do tributo.

Os ministros da Junta Orçamentária de 2016, composta pelos ministérios do Planejamento, da Fazenda e Casa Civil, ficarão voltados para a proposta de orçamento para o ano que vem que precisa ser entregue ao Congresso na segunda-feira. Uma nova reunião está marcada para este domingo.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.