Em ‘fogo amigo’, ataque dos EUA mata 10 soldados iraquianos

(ANSA) – Uma ação coordenada entre Estados Unidos e Iraque contra membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) neste sábado (19) acabou provocando a morte de, ao menos, 10 soldados iraquianos na região de Faluja.

Em um comunicado das Forças Armadas dos EUA, os norte-americanos confirmaram as mortes por “fogo amigo” e ressaltaram que os ataques aéreos faziam parte de uma ação de resposta com dados do governo do Iraque. O Exército também comunicou que já abriu uma investigação sobre a ação e que convidou os chefes militares iraquianos a participarem das análises.

“A coalizão está investigando o incidente e dará mais detalhes assim que possível”, escreveram os líderes da missão. Para o chefe do Pentágono, Ash Carter, o incidente “foi provocado por erros de ambos”. Ele ainda informou que já contatou o primeiro-ministro de Bagdá, Haider al-Abadi, para oferecer condolências.

“Ficamos decepcionados e haverá uma investigação, mas essas coisas acontecem quando se combate lado a lado”, disse Carter durante uma entrevista na base militar de Kearsarge, no Golfo Pérsico.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!