Eficácia da vacina Pfizer diminui com variante Delta em Israel

Eficácia da vacina Pfizer diminui com variante Delta em Israel

Eficácia da vacina Pfizer diminui com variante Delta em Israel

Porém, número de mortes e hospitalizações segue em queda (Foto:Hélia Scheppa/SEI)

Romário Nicácio julho 6, 2021 Coronavírus

(ANSA) – O Ministério da Saúde de Israel publicou um relatório no fim da noite desta segunda-feira (5) em que aponta que a eficácia da vacina da Pfizer e da BioNTech contra a Covid-19 caiu conforme a variante Delta foi se espalhando pelo país.

Segundo o documento, a eficácia da Cominarty é de 64% desde junho por conta da nova cepa – antes disso, era de 94,3%. No entanto, os dados mantêm os números elevadíssimos quando são consideradas os casos graves e mortes93% contra 98,2% até maio.

Israel é um dos países mais avançados do mundo na vacinação contra o coronavírus Sars-CoV-2, mas desde junho, quando reabriu suas fronteiras para uma grande quantidade de países, voltou a ver os números de casos aumentarem.

Os especialistas locais apontam a variante Delta, que foi primeiramente detectada na Índia, como a principal responsável pela elevação na curva epidemiológica. O governo, porém, não descarta reimpor regras sanitárias se os dados continuarem aumentando – as máscaras, por exemplo, voltaram a ser obrigatórias em locais fechados.

O país chegou a ter uma média de apenas cinco casos novos da doença por dia e, atualmente, esse número está em 300. A boa notícia é que os falecimentos não acompanham a alta: em julho, há apenas uma morte confirmada, conforme dados da Universidade Johns Hopkins.

Outros artigos