Atualidade, Brasil, Curiosidades, Variedades, Viral

2019 resumido em 5 memes

Quais os memes que ganharam o Brasil em 2019? Qual a relação destes memes com os acontecimentos mais marcantes?

Em 2019 muitos acontecimentos marcaram o país, desde que a internet avançou nas interações sociais o Meme se transformou em uma das principais ferramentas de comunicação.

Selecionamos os 5 memes mais engraçados, mais compartilhados e adaptados durante o ano de 2019.

5ª Juntos e Shallow

O que você estava fazendo quando vazou a música Juntos e Shallow da Paula Fernandes com participação (temporária) do Luan Santana?

A paródia da música Shallow da Lady Gaga, realizada pela cantora Paula Fernandes caiu nas graças do Brasil.

O país entrou em convulsão com a versão mal explicada da música e por conta disto Juntos e Shallow se tornou sinônimo de piada.








4ª O nome dela é Jenifer

Ainda no inicio do ano o Brasil ganhou outra música chiclete. A música do cantor Gabriel Diniz, tocou em todos os aparelhos celulares do país.

Não demorou muito para a industria do meme produzir uma das maiores levas de memes originalmente brasileiros.

O meme O nome dela é Jeniffer foi sendo amortecido ao longo do ano, porém a música é frequentemente tocada.



3ª Meu nome é Betina

No meio de 2019, o território brasileiro além de descobriu a profissão de coach; descobriu uma sucessão de novos milhonários oriundos do mercado virtual.

Um deles é a Betina, que apareceu nas propagandas do Youtube de quase todos usuários e imediatamente se tornou o meme mais explorado na vida real.

Aconteceu muito das pessoas se apresentarem em rodinhas de amigos com a frase “Oi meu nome é Betina” e essa frase era o suficiente para o grupo desembarcar em um assunto com diversas opiniões.








2ª Ai Gaby… só quem viveu sabe

Quando 2019 entrou na reta final, o um twitter resgatou o trecho de uma entrevista da Marilia Gabriela com a Andressa Urach.

A frase “Ai gabi… só quem viveu sabe” se tornou sinônimo de “Eu lembro dessa época!”






1ª Mulher gritando com Gato

Adeus 2019!

E o ano encerra com um meme que é a união da imagem de uma mulher gritando e um gatinho sentado na mesa.

O meme tem sido utilizado para simbolizar quando alguém perde a paciência e chuta o pé da barraca com alguém que mantém a linha, ou seja, que mantém a calma.

No que se refere a memes, 2019 foi muito produtivo. O país se engajou fervorosamente na produção destes conteúdos, apesar das complicações econômicas, sociais e políticas.

Sempre será mais fácil seguir com bom humor.

2019 foi um ano que só quem viveu sabe, Gaby!

E você lembra de algum meme que não entrou pro top 5?

Read More...

Curiosidades,

Como falar bem em público?

Falar em público pode ser um dos maiores desafios para profissionais, principalmente para as pessoas que acreditam que são tímidas. Muitas apresentam sérias dificuldades e até medo de falar em público. A ansiedade e o nervosismo podem levá-las a ter muitas reações que podem prejudicar sua apresentação, sua autoimagem, autoestima e isso prejudica ainda mais sua performance. Levando a reações físicas como “branco”, tremedeiras, sudoreses, rubores e outros sintomas que podem ser permanentes ou momentâneos, mas, sempre fatais para sua apresentação. A resposta para isso é se conhecer, conhecer as técnicas de Oratória e aprender a controlar essas reações para atingir o sucesso desejado.

“A oratória é a arte de falar em público, de forma eficiente, clara, objetiva e concisa. Passar sua mensagem com naturalidade e espontaneidade. Sabendo controlar suas emoções”, conta Sirley Maciel, analista comportamental e escritora, especializada em oratória.

Algumas dicas, orientações e truques podem ser valiosos, seja na hora de exercitar ou no momento da apresentação. Confira oito conselhos da profissional:

Demonstre confiança, determinação e alegria! Na postura, nos gestos, na expressão fisionômica e na voz. Tudo com muita naturalidade e espontaneidade. Lembre-se: o momento é seu. Dê o seu melhor!

Tenha controle e consciência sobre seus movimentos. Não deixe os movimentos involuntários, tiques e cacoetes tomarem conta de você. Controle a emoção e conseguirá controlar as reações fisiológicas!

Deixe os gestos acompanhar a fala naturalmente. Não prenda as mãos, não coloque elas nos bolsos e não use muletas. Deixe-as livres; elas sabem o que fazer!

Cuide com a sua voz, projetando, articulando bem as palavras. Atenção para o ritmo adequado de fala. Nem rápido nem lento, mas, com emoção!!

Respirar com consciência e qualidade. A respiração é fundamental para a produção adequada da fala e para o autocontrole!

Fuja dos vícios de linguagem como, “só, né”, “tipo” ou “né?” entre outros.

Aposte no storytelling e crie uma narrativa lógica e coerente. Essa técnica é a melhor maneira de ensinar ou passar algo ao público sem que pareça uma aula maçante.

Interaja com seu público! Olhe nos olhos e faça perguntas, mesmo que seja difícil no começo. Com a boa oratória, o público irá cooperar. “Não ter medo e saber controlar o discurso, a estrutura, a voz e o comportamento, é a chave para o seu sucesso! Todos conseguem com a prática, mesmo os que acreditam serem tímidos”, conta Sirley.

Estar ciente de sua linguagem corporal, do seu conhecimento, estrutura, voz sem perder o foco no público, são ferramentas importantíssimas para obter as vantagens para brilhar através de sua fala. O sucesso virá independente da finalidade, local ou assunto que você precisa apresentar.

Read More...

Curiosidades,

Jogos virtuais e desportivos, qual a relação entre eles?

A indústria dos jogos virtuais está imensamente maior do que à meia década atrás e cada vez se dá mais importância e relevância a esta modalidade. Tem crescido economicamente ano após ano coincidindo também com o crescimento da importância de videojogos para todas as gerações, sejam elas mais jovens ou não.

Existem uma infinidade de jogadores, o que consequentemente gera uma diversidade imensa de gostos e tipos de jogos como os de luta, estratégia, futebol ou mesmo de apostas. Alguns tornam-se mais populares, como os de futebol e tiros, pois são o tipo de jogos que mais consumidores jogam e se identificam.

Embora não associemos imediatamente um jogo, a apostas, também existe uma grande modalidade de jogos de apostas que englobam os mais populares, desde o Poker, que tem diversas competições mundiais com valores em prêmios bastante elevados, até aos não tanto populares, mas igualmente competitivos e intrigantes, como o Blackjack. Se não conhece este tipo de jogo, pode saber mais e só basta que visite este site.

Mas desviando-nos um pouco do mundo das apostas e voltando ao mais explorado setor do mundo dos jogos, que é o do desporto, propriamente dito, o do futebol, basquetebol e rugby. São desportos que são mundialmente famosos pela sua intensidade e enormes movimentos econômicos.

Os jogos mais vendidos deste tipo de modalidades tornam-se populares pela sua semelhança à realidade. Um destes exemplos é o FIFA que já persiste à mais de uma década e que tem tanta relevância, que em 2018 bateu o recorde Guinness de vendas de uma franchise de jogos virtuais, o que nos dá a entender a dimensão que este tipo de jogos tem.

Além de ser disputados, entre jogadores de forma competitiva, embora amigável à volta do globo, também existem competições mundiais, tanto de clubes de esports (jogos virtuais), como de seleções nacionais, que juntam jogadores de todas as partes do mundo para competir em torneios com audiências que conseguem encher um estádio de tamanho médio de futebol.

É uma indústria que está crescendo e que cada vez mais está a ser regularizada e distinguida como um real desporto, tanto que já houve conversas e petições para tornar estas competições uma modalidade olímpica, com base em dados recolhidos e analisados que provam a quantidade de preparação, tensão e dimensão que estes atletas têm. Vai acontecer? Só podemos esperar para ver.

Mas a verdade é que em pleno século XXI, cada vez mais a sociedade se encontra aberta a novos horizontes e novas formas de competição desportiva e isso abre portas a quem não tem 2 metros de altura para atuar numa equipe de basquete, por assim dizer, ou pés habilidosos para jogar num clube de futebol.

A diversidade nunca fez mal a ninguém, pelo contrário, e é importante entender as tendências atuais, como estas se integram na sociedade em que vivemos e também  como estas influenciam as gerações mais jovens e também, por mais incrível que pareça, as mais persistentes  e as junta numa improvável fusão da realidade ficcional que são os jogos virtuais.

A ideia de poder interagir com mundos extraterrestres, participar de equipes de intervenção, apostar online, simuladores de produções agrícolas ou mesmo de futebol, sem sair do conforto da nossa casa é algo que não se pode simplesmente ignorar.

O mundo digital já não está a bater à porta, mas sim está dentro de casa, por isso basta abraçá-lo, compreendê-lo e potenciar as nossa vivências com ele e tudo o que envolve na sua essência emocionante e divertida, para todas as idades.

Read More...

Curiosidades,

Presença online: o que precisa saber sobre o que os outros sabem de você

Em pleno século XXI é importante entender que existe uma enorme globalização de tudo o que nos rodeia, significando isto, que nossas informações pessoais também estão disponíveis a qualquer pessoa do globo.

Como utilizador da rede mundial, a internet, você pode e deve entender como é que a sua data de nascimento, o seu e-mail e também os seus amigos estão disponíveis a qualquer pessoa que digite o seu nome de utilizador numa pesquisa online.

Nos dias em que vivemos, a nossa presença online é na realidade, o nosso cartão de cidadão online e muitos de nós não prezam a sensibilidade dos seus dados e muitas vezes, disponibilizam esses mesmos dados publicamente sem preocupação.

Não que não seja seguro partilhar a sua idade, os seus momentos em família ou mesmo os seus gostos na internet, pois é para isso que atualmente serve, mas também precisa entender os perigos que isso impõe a si e a quem o rodeia.

Exemplificando, partimos de uma situação bastante comum: almoço em família, muitos familiares presentes e decide recordar o momento com uma fotografia em grupo e pela alegria que esta transmite, sente necessidade de compartilhar numa rede social à sua escolha.

Entra no aplicativo, escolhe a melhor foto, põe uma descrição simples como: “A parte mais importante da vida: família!” e, visto que são algumas pessoas na imagem, decide identificar cada uma delas e compartilhar a sua localização atual.

Até a este ponto estamos de acordo que é mais que normal compartilhar uma fotografia em família. Agora vamos assumir, que tem 500 amigos na sua rede social, e que estes têm mais 500 cada um. São 500 vezes 500, que dá em 250 mil pessoas que podem ver, o seu rosto e de todas as pessoas na fotografia, incluindo também a possibilidade de ver o perfil de cada uma, pois identificou-as na fotografia, e também com a possibilidade de saber onde estão atualmente. 250 mil pessoas que sabem com quem está, o seu nome, a sua localização, e muitas outras informações que com certeza não queria compartilhar tão vagamente.

É por este tipo de situações, tão vulgares e aparentemente inofensivas, que a nossa privacidade cada vez se sente mais ameaçada e um tanto carecida de proteção.

Mas também, para problemas existem, regularmente, soluções. Neste caso, entidades reguladoras, tanto dos consumidores, como das empresas e estas comprometem-se a que os seus dados não sejam usados para fins lucrativos ou partilhados de forma ilícita a outras organizações e também para que possamos usufruir da internet, seja para jogar online, visitar sites de apostas desportivas, ou para partilhar fotografias e vídeos ou até mesmo para simplesmente fazer uma pesquisa sobre a meteorologia.

Não há nenhum problema em visitar sites de apostas desportivas, ao contrário do que muitos pensam, são casas licenciadas e legais que permitem apostar monetariamente em resultados desportivos ou não e são tão vulgares como qualquer rede social.

A nossa presença online pode e deve ser protegida e para isso é preciso que nós estejamos dispostos a aprender como fazê-la, para que futuramente possamos estar cientes de como os nossos dados viajam pelo mundo e também saber como garantir a nossa privacidade num mundo digital tão global e visível.

Tudo o que fazemos é visível a todos a não ser que nós, utilizadores conscientes e informados sobre a cibersegurança dos nossos dados, tenhamos o cuidado de ler termos e condições e partilhar informações confidenciais como nomes de utilizador ou senhas. Um mundo digital seguro é também um mundo de livre expressão e partilha de opinião e informação.

Read More...

Curiosidades,

Gosta de se aventurar? Confira algumas dicas que trouxemos para você

Em média, um adulto empregado trabalha 160 horas por mês, e grande parte destas pessoas não sabe o que fazer nas outras 136 horas que lhe restam, tendo em conta que também dormem 8 horas por noite.

Muitos pensam que a razão pela qual não se aventuram e saem do conforto da sua casa para criar memórias e recordações inesquecíveis é por não ter tempo ou por não ser economicamente capaz. Será mesmo?

E se lhe dissermos que para arriscar, nem precisa de sair de casa? Existe uma enorme quantidade de tarefas e brincadeiras que pode fazer em sua casa, seja sozinho, seja com os seus amigos ou colegas, com a sua esposa ou namorada ou então, com os seus filhos, mais pequenos ou mais adultos.

Para ajudar os indecisos, hoje trouxemos algumas ideias para fazer o seu tempo livre render melhor e aproveitar o lado divertido da vida e esquecer a sua rotina de casa-trabalho-casa-cama. É preciso entender que o poder econômico não é tudo na nossa vida, e nem é a fonte de felicidade como também não é a limitação da mesma.

Muitos de nós adultos, sabemos que na nossa infância, até com uma pedra na rua se fazia uma história incrível de ficção, ação e uma quantidade enorme de drama. Porque não construir um forte com os seus filhos e lutar com extraterrestres invasores? Ou ter uma boa sessão de filmes em casa com os seus colegas ou mesmo com a sua mulher.

Vivo inova sua plataforma de TV por assinatura e inclui Netflix

Já foi estudado e concluído, que o exercício físico produz químicos que ajudam a melhorar seu humor e o fazem ver uma perspetiva muito mais otimista do que o rodeia. Não gosta de correr ou exercitar sozinho em casa? Porque não convidar um colega? E ter uma conversa sobre os velhos e novos tempos e ao mesmo tempo praticar uma atividade saudável.

Pode combinar um jantar com os seus colegas (até mesmo em casa), e dividirem a conta. Fica sempre muito barato e juntam-se para momentos agradáveis, no conforto do lar e com companhia mais que conhecida e bem-vinda.

Mas atividades a dois ou grupos não é bem o seu estilo? Em pleno século XXI, é quase certo que muita gente possui um computador ou um celular com acesso à internet. E que tal, baixar um jogo para o seu celular e sem dar conta, perder, como quem diz, horas a fio e divertir-se muito? Ou então, se prefere algo mais emocionante ou desafiante, porque não criar uma conta num casino online e no seu conforto de casa, investir pequenas quantias em apostas como slot machines, blackjack ou até poker? Não conhece nenhuma página deste tipo? Clique aqui.

Ainda não se sente satisfeito? Então, o que me diz de desafiar o seu cérebro e tentar resolver desafios online, matemáticos ou de outras disciplinas? Cremos que esta opção é para aqueles que realmente procuram uma forma de se desafiarem e irem mais além no que toca ao raciocínio.

Como pode ver, existem inúmeras opções, portanto a questão é: vai escolher alguma? Vai desafiar-se e sair da sua zona de conforto e criar experiências e memórias na sua vida?

O desafio está lançado e agora depende apenas e só, de si mesmo. Ocupe-se no tempo livre e dê asas à imaginação e veja a sua vida tomar um novo rumo, onde se sente feliz por estar ocupado, pois significa que se está gastando seu tempo com momentos felizes.

Read More...