Destaques, Games

Videogames: vício em jogos é doença?

Um dado vem chamando a atenção da Organização Mundial de Saúde (OMS), a obsessão por jogos digitais. No Brasil, essa “brincadeira ou diversão” tem colocado especialistas e pais em alerta. A partir de agora, o uso excessivo de videogame é considerado um distúrbio. O vício em games passou a constar na 11ª classificação Internacional de Doenças (CID), como um dos problemas de saúde mental.

A OMS planeja incluir ‘dependência a jogos eletrônicos’ na lista de diagnósticos. A proposta deve ser apresentada em maio do ano que vem para ser aprovada pelos estados-membros. Se forem aceitas, devem entrar em vigor em 2022.

Vale ressaltar que a compulsão por jogos eletrônicos vem sendo classificada como um padrão de comportamento persistente e recorrente. E se torna intensa cada vez mais para quem joga a ponto de afetar o psicológico e fazer do jogo a preferência diante de todos os outros interesses da vida. Em muitos lugares, incluindo o Reino Unido, já existem clínicas autorizadas para tratar de distúrbios como estes, com o intuito de combater o problema e não gerar uma “doença compulsiva”.

Para quem não sabe quando uma pessoa está viciada em jogos, geralmente, é bom ficar atento a alguns sintomas do distúrbios: não ter controle da intensidade e duração do tempo de permanência diante das telas; priorizar o jogo em detrimento de outras atividades; aumentar a frequência de uso do videogame, mesmo depois de ter tido consequências negativas por conta do vício.

O estudante Abrãao Silas, 18 anos, joga há 10 anos e gasta, em média, de 3 a 5 horas por dia diante da tela. “É um mundo inovador e tecnológico, onde exploro sentimentos, nos quais na vida real não são proporcionados. Quando não tenho tempo para jogar durante o dia, eu troco sim o dia pela noite.  Hoje, o meu jogo favorito é o Rainbow Six Siege”, conta o estudante que não se considera um viciado.

O atrativo dos jogos é, como o estudante mencionou, “proporcionar algo diferente” e muitos jovens se veem nesta mesma sensação ao jogar. Mas, como tudo na vida, controle e limite são fundamentais. Que tal, por exemplo, levar para lado positivo e investir em uma formação ligada ao universo dos games? É possível ainda fazer especialização na área.  A brincadeira pode virar negócio. Para quem gosta do mundo dos games vai aí algumas dicas de cursos: Jogos Digitais, Design de Games, Desenvolvimento de Jogos Digitais.

Estude o mundo dos games

O Educa Mais Brasil, programa de bolsas de estudo, pode te ajudar a unir o universo dos jogos aos estudos. É possível conseguir 70% de desconto para cursar uma graduação de Desenvolvimento de Jogos Digitais ou fazer especialização em Jogos Digitais. O PORTAL N10 é parceiro do programa. Para conseguir este benefício é preciso fazer a inscrição gratuita pelo site http://www.educamaisbrasil.com.br/portaln10.

Read More...

Games

Pokémon GO prepara AR +, um modo de captura muito mais realista

Em breve, os encontros com o Pokémon no iOS 11 serão muito mais realistas. A Niantic anunciou o lançamento do AR +, um novo modo de captura Pokémon GO que aproveita o ARKit da Apple para caçar criaturas e tornar isso uma experiência incrível.

O novo modo AR + do game beneficiará os usuários do iPhone 6S e 6S Plus, iPhone 7 e 7 Plus, iPhone 8 e 8 Plus e iPhone X com a versão mais recente do sistema operacional instalado. Os treinadores que tenham um desses dispositivos [com o iOS 11] aproveitarão novas possibilidades que irão tornar a “caça virtual” mais próxima da realidade: uma nova consciência que os tornarão mais inteligentes e evasivos.

O primeiro dos novos recursos AR + do Pokémon GO é a escala. Até agora, quando você encontra uma criatura, ela está sempre à mesma distância, independentemente de você se mover u não. Com as novas possibilidades de realidade aumentada oferecidas pela Apple, a cópia será corrigida em um ponto do espaço, para que você possa aumentar ou diminuir o tamanho – como seria na realidade.

A segunda novidade é a consciência. O Pokémon terá a capacidade de detectá-lo, então você terá que se aproximar com sigilo para evitar que eles fujam e você perca a captura. Como pode ver na imagem abaixo, um medidor de consciência aparecerá ao lado da criatura. O medidor será preenchido se você não for cauteloso e quando atingir o limite, o bichinho escapará.

Se você for capaz de capturar um Pokémon estando muito próximo dele, você terá mais chances de ganhar bônus de lançamento. E não só isso: com o modo AR + do Pokémon GO, você também pode obter o Bônus Expert Trainer, que concede ainda mais XP e Powderstar.

A Niantic não confirmou quando o novo modo AR + estará disponível para o iPhone 6S ou posterior com o iOS 11, embora tudo indique que aconteça até a próxima semana.

Read More...

Games

Brasil sedia final do maior campeonato de Clash Royale

O fim de semana será de muita tensão para os torcedores e fãs do Clash Royale – game de estratégia desenvolvido pela empresa finlandesa SUPERCELL e que atingiu a marca de 100 milhões de usuários ativos por dia em 2016. A etapa final latino-americana do ‘Clash Royale Crown Championship’, maior campeonato do esporte eletrônico no mundo, será disputada na cidade de São Paulo com transmissão ao vivo, realizada pela ESL Brasil em parceria com a Mixer Films, para o país e toda a América Latina.

Após vencer as fases finais e eliminatórias, que tiveram início em setembro, seis jogadores estão na batalha prontos para ganhar prêmios de USD$15 mil para o primeiro colocado, e USD$10 mil para o segundo colocado, além de uma vaga para a grande final do torneio em Londres, onde o vencedor ganhará USD$150.000. São eles: ADRIAN PIEDRA (México), SERGIORAMOS:) (México), POMPEYO4 (México), KODIGOCR (Colômbia), OSLEDYCHACON (Venezuela) e KING JOAO (Brasil).

A final será exibida ao vivo no próximo domingo, dia 12, a partir das 18h, no canal Clash Royale no Youtube, Twitch e Facebook, com debates e análise das batalhas e participação de alguns youtubers do jogo. Durante a transmissão, o apresentador também vai interagir com convidados na plateia.

A escolha do Brasil para sediar uma etapa tão importante do torneio mundial não é por acaso. O país conta com 66,3 milhões de gamers e, destes, 11,4 milhões são entusiastas de eSports, conforme dados divulgados pela Newzoo. O Clash Royale é hoje um dos jogos mais disputados pelos gamers brasileiros.

Para mais notícias do mundo dos games, clique aqui!

Read More...

Games

Mercado global de games: quais são os países que mais faturam nessa área

Atualmente, o mercado dos games é um dos mais cobiçados no planeta inteiro. Superando já a indústria cinematográfica, a indústria dos games envolve muito dinheiro e com isso várias pessoas e setores do mercado também lucram, desde programadores, a empresas de software, designers, marketing, etc.

Por entre os países que mais faturam nessa área, se situam a China, os Estados Unidos da América, Japão, Coreia do Sul e Alemanha. Os anos mais recentes viram a China se colocar no topo da hierarquia como o país que mais fatura com a indústria global dos games.

Com uma densidade populacional imbatível no mundo, a China ultrapassou os Estados Unidos se tornando no mercado mais rentável para a indústria dos jogos. A China é o país mais rentável na indústria de games chegando seu volume de negócios aos US$ 24,4 bilhões. Os Estados Unidos seguem atrás com US$ 23,6 bilhões. O Brasil ocupa atualmente a 12ª posição.

Proibidos no país (China) durante 14 anos, os games voltaram ao mercado em 2015 o que levou a que grandes consoles atuais como a PS4, Xbox One e Wii U entrassem no mercado nacional e aumentassem ainda mais o volume de negócios nessa área.

Mas o segredo para toda esse destaque dos jogos na China vem do grande incentivo que existe por parte da própria sociedade. A cultura gaming proveniente da animação como Manga ou Anime desde sempre influenciaram jovens a seguir este caminho; muitos deles com posições de chefia em grandes empresas de software confirmam que a influência de Anime e Manga os colocou em suas profissões. Atualmente existem até campeonatos de games para dispositivos móveis.

Foto: Divulgação

Aliás, todo o oriente está superando o ocidente em matéria de jogos. Um dos exemplos mais sólidos e atuais é o fato da China ter roubado o posto a Las Vegas de maior destino para jogos de apostas. Situada no sudeste da China, na província de Guangdong, Macau é nos dias de hoje a nova capital do jogo de cassino e das apostas gerando até seis vezes mais lucro que Las Vegas.

Com os jogadores chineses mais vocacionados para as apostas e os jogo de cassino, estes correm para as mesas de apostas em massa, tendo uma taxa de aposta superior à dos ocidentais.

Tal não passa despercebido as mídias internacionais que regularmente noticiam os lucros sempre crescentes dos cassinos de Macau. Ao que parece, o oriente está mesmo conquistando o mercado dos games visto que surge muitas vezes em games para consoles e PC, assim como em jogos de cassino dedicados a um público global.

Podemos afirmar que sem os asiáticos, grande parte dos games que hoje conhecemos e aprendemos a amar não iriam existir. Se você olhar de perto nos créditos finais de qualquer jogo de console ou de celular, o mais provável é encontrar nomes asiáticos pelo meio. Em alguns casos toda a equipe de desenvolvimento é do oriente e mesmo em produtoras ocidentais, existe sempre a colaboração com várias firmas da China e do Japão.

As suas mentes brilhantes nos dão o melhor que podemos encontrar no mercado global dos games e com isso é bem natural que sejam eles o país que mais fatura com esta indústria.

Read More...

Games

Vírus se passa por Super Mario Run para roubar dados bancários

Sem ainda ter sido lançado no mercado para Androir, o jogo mobile Super Mario Run já está sendo alvo de hackers. De acordo com a PSafe, empresa de segurança e performance mobile no Brasil, cibercriminosos criaram um malware com a mesma identidade visual do jogo, disponível por enquanto apenas para iOS, para enganar usuários desavisados e ansiosos pelo lançamento.

O time de segurança da PSafe alerta que o falso aplicativo está disponível para download gratuito em páginas não-oficiais. Ao baixar o malware, são solicitadas permissões abusivas, como ler, apagar e enviar SMS; ativar e desativar as redes wi-fi e 3G; ler histórico de chamadas e de SMS; assim como realizar chamadas e ter controle sobre o aparelho. Desta forma, basicamente, o hacker assume o controle do dispositivo e passa a monitorar, principalmente, a abertura de uma série de aplicativos bancários, podendo roubar as credenciais do usuário e causar prejuízos financeiros.

Dentre os principais diferenciais desse ataque sofisticado está o monitoramento do acesso à aplicativos bancários pelo usuário, fazendo com que, ao entrar no app, uma tela falsa seja sobreposta a oficial e, ao invés de suas informações secretas serem enviadas para o banco, são encaminhadas para o hacker, facilitando seu acesso a conta bancária.

O vírus também realiza o mesmo procedimento no acesso a Google Play pelo usuário. Ao acessar a loja oficial para baixar aplicativos, uma tela é sobreposta pedindo seus dados do cartão de crédito como se esse fosse um procedimento padrão. Por fim, o malware também é capaz de monitorar as mensagens SMS enviadas como forma de autenticação de dois fatores por bancos.

“A pressa para baixar determinados jogos da moda, faz com que o usuário não se certifique de pontos importantes para a sua segurança. Para evitar que os dados sejam expostos aos criminosos, evite downloads de fontes não-oficiais e utilize um bom antivírus. O PSafe Total, por exemplo, inspeciona regularmente o celular, impedindo a ação de hackers”, diz Emílio Simoni, gerente de segurança da PSafe.

Read More...