Ciência

Aeromoto: Engenheiros apresentam a moto voadora

O novo modelo de moto apresentado por uma equipe de engenheiros parece ter saído de “Guerra nas Estrelas”, mas não é nada disso. Engenheiros da companhia britânica Malloy Aeronautics desenvolveram o primeiro protótipo do que será sua aeromoto; de acordo com seus próprios criadores, nada menos que uma nova maneira de voar. Na verdade, os testes realizados sobre essa aeromoto experimental demonstram que seu design a permite realizar praticamente as mesmas manobras que um helicóptero. Sobre seu aspecto aerodinâmico e vanguardista, Chris Malloy, presidente da empresa, disse: “A razão pela qual projetamos um quadricóptero, e não um bicóptero, é que, agora, graças às novas tecnologias, é muito mais eficaz controlar um veículo utilizando quatro motores independentes. Além disso, é muito mais barato do que quando comecei a trabalhar nesse protótipo”.

Protótipo da aeromoto. Foto: Divulgação

Protótipo da aeromoto. Foto: Divulgação

O modelo testado foi confeccionado em escala e os primeiros testes apresentaram resultados surpreendentes, que, em muitos casos, acabam superando a performance dos drones mais sofisticados do mercado. Para chegar a um objetivo final que permita fabricar em série a primeira aeromoto da história, a companhia colocou à venda seu protótipo. “Uma das vantagens de uma aeromoto em relação a um helicóptero é que ela pode voar entre as árvores de maneira segura. O rotor é um problema para os helicópteros, mas, aqui, eliminamos essa dificuldade, protegendo as pás da hélice do solo e de outros obstáculos no ar. Os helicópteros são muito mais complexos, e a aeromoto é simples, além de segura e robusta”, afirmou Malloy.

Confira um vídeo da Aeromoto em funcionamento:

As informações são da EuroNews

Read More...

Ciência, Notícias

A reversão magnética da Terra pode ser mais cedo do que imaginamos

Ao longo da história do nosso planeta  os pólos magnéticos norte e sul inverteram muitas vezes, onde a mais recentemente variação aconteceu a cerca de 780 mil anos atrás, segundo os relatórios de Scientific American.

 

Os cientistas avançaram a sua previsão para a inversão dos pólos magnéticos da Terra e tentaram antecipar as consequências desse fenômeno. (Foto: freewallsource.com / RT)

Os cientistas avançaram a sua previsão para a inversão dos pólos magnéticos da Terra e tentaram antecipar as consequências desse fenômeno. (Foto: freewallsource.com / RT)

 

Os geofísicos acreditam agora que isso poderia acontecer mais cedo do que se pensava anteriormente. Segundo os últimos dados divulgados pela Agência Espacial Europeia, o campo magnético da Terra está enfraquecendo a uma taxa 10 vezes maior do que se pensava, o que poderia ser uma indicação de uma iminente reversão magnética acontecendo em menos de 2.000 anos.

O processo de reversão magnética pode demorar para ser concluído entre 1.000 e 20.000 anos. Agora, é difícil saber como uma mudança geomagnética influenciaria a civilização moderna, uma vez que uma das funções do campo magnético é proteger a Terra da radiação solar . Após análises feitas em vários fósseis, foi possível observar que não existe a possibilidade de extinção em massa ao aumentar o nível de radiação. No entanto, ela pode afetar redes de energia e sistemas de comunicação. Neste sentido, um geofísico da Universidade da Califórnia, EUA, Gary A. Glatzmaier, é bastante otimista. “Provavelmente, dentro de mil anos não podem ter redes elétricas”, diz ele. Ele acrescenta: “Nós vamos ter avançado tanto que, com certeza, todos nós precisamos lidar com a rotação da tecnologia campo magnético.”

Com informações do portal Actualidad RT

Read More...

Ciência

Apple admite que o novo iPhone 6 se dobra, mas diz que é ‘extremamente raro’

Após uma série de reclamações dos usuários alegando que o iPhone 6 estaria se dobrando sozinho, a Apple enviou um comunicado explicando a situação. “Com o uso normal, uma curva no iPhone é extremamente rara e através de nossos seis primeiros dias de venda, um total de nove clientes entraram em contato com a Apple relatando uma inclinação iPhone 6 Plus”, disse a porta-voz da Apple Trudy Muller em um email. As informações são do Daily Mail.

O comunicado da gigante de tecnologia aconteceu horas depois que a Apple afastou uma atualização de software falha. Os novos dispositivos têm enfrentado críticas e ridicularização generalizada sobre a sua flexibilidade aparente. Nas redes sociais e fóruns on-line são vários os comentários e memes caçoando da capacidade dos telefones dobrarem quando colocados em bolsos traseiros ou usando jeans skinny.

Nas redes sociais várias pessoas brincaram com a "flexibilidade" do novo iPhone

Nas redes sociais várias pessoas brincaram com a “flexibilidade” do novo iPhone

A Apple disse que seu novo lote de iPhones apresentam aço inoxidável e inserções de titânio para reforçar locais de alto estresse e usar o vidro mais forte na indústria de smartphones. A única maneira de um iPhone ter dobrado é se alguém colocá-lo em seu bolso de trás e sentar-se com o telefone por lá durante um tempo muito longo, disse Laban roomes, executivo-chefe da Goldgenie, que personaliza placas de ouro para iPhones.

A Apple também foi forçada a retirar uma atualização cheias de falha de seu sistema operacional mais recente depois de alguns usuários de seus novos telefones se queixarem de interrupções no serviço de chamada. “Pedimos desculpas pelo grande inconveniente experimentado por usuários “, disse Muller. A Apple informou em seu site que estava trabalhando em uma atualização do iOS para corrigir o problema, e vai lançá-lo nos próximos dias.

“Eu acredito que este se refere a questões de execução da Apple”, disse o analista da JMP Securities, Alex Gauna. “No final do dia, eu acredito que isso também vai passar, mas estamos observando com preocupação que os equívocos se acumulam.” Os usuários do iPhone 6 e 6 Plus também reclamaram da incapacidade de usar o de leitura de impressão digital do toque ID após a atualização para o iOS 8.0.1.

Read More...

Ciência

Em pesquisa realizada, quase 90% dos entrevistados afirmaram que usam o Smartphone para trair

Cerca de 90% das pessoas que traem utilizam de um smartphone ou tablet para falar com seus amantes. O dado é de um levantamento realizado pelo site Victoria Milan, voltado para internautas interessados em ter um relacionamento extraconjugal.

O dado é fruto de um levantamento do Victoria Milan, site voltado para pessoas interessadas em ter um relacionamento extraconjugal. Foto: Divulgação/leiase.com.br

O dado é fruto de um levantamento do Victoria Milan, site voltado para pessoas interessadas em ter um relacionamento extraconjugal. Foto: Divulgação/leiase.com.br

A pesquisa foi realizada com mais de 11 mil usuários da rede social e revelou que 64% dos entrevistados conversam com seus amantes mesmo tendo seu cônjuge por perto. Outros 23% confessam fazer isso na presença do parceiro até mesmo quando estão em casa e apenas 13% dos entrevistados, negaram que conversassem com seus amantes na presença de seus cônjuges.

Aproximadamente 75% dos participantes do levantamento afirmaram que têm algum receio de serem pegos em flagrante por seus cônjuges, enquanto 12% dos entrevistados confessam um temor de serem descobertos. Os 13% restantes, afirmaram não ter nenhum temor de que isso venha a acontecer.

Com informações da Revista Exame

Read More...

Ciência

Saiba como o Google pretende controlar as nossas vidas

Morte, drones e carros sem motorista. A Google parece estar expandindo a sua área de influência para além da internet e em todos os áreas de nossas vidas. Nos EUA, há dois edifícios localizados em pontos opostos, onde o Google pode estar preparando seus mais ambiciosos planos para um futuro não tão distante. O edifício mais famoso, próximo do campus principal do Google em Mountain View (Califórnia), é o lar da Google X, um laboratório de pesquisa secreto supostamente gigante de buscas. Na verdade, não é muito secreto, diz Oliver Burkeman, em um artigo publicado pelo The Guardian. Graças à informação divulgada na imprensa, a área de tecnologia especializada sabe que é onde o co-fundador do Google, Sergey Brin, supervisiona o desenvolvimento de carros sem motorista, pequeno robô que pode entregar pacotes (um novo “carteiro”), balões de hélio para levar internet 3G para partes remotas do mundo, turbinas não tripulados para coletar energia eólica de alta altitude, Google e Vidro , óculos com acesso à rede com capacidade de vídeo perfeito para alienar todos os usuários da Internet e etc. As informações são do portal Actualidad RT.

Foto: Tyrone Siu/REUTERS

Foto: Tyrone Siu/REUTERS

O outro edifício, a 25 Massachusetts Avenue, em Washington DC, passa um pouco despercebido. Desde julho, ele partiu para o lado de “casa em expansão” das atividades de lobby político do Google, com uma equipe de 110 trabalhadores sob a direção de Susan Molinari, um ex-congressista republicano de Nova York. Há 10 anos, quando ele veio a público, a Google só gastou U$ 180.000 em lobbying, enquanto que até agosto deste ano, o Wall Street Journal, tinha gasto U$ 9,3 milhões, tornando-se a segunda maior empresa privada a investir, à frente de empreiteiros da defesa como Lockheed Martin e superado apenas pela Dow Chemical. Ambos, Facebook e Microsoft, gastaram significativamente menos.

Os políticos em Washington estão muito acostumados a serem convidados para grandes jantares pagos por lobistas e receberem contribuições de campanha daqueles que representam tais empresas. No caso do Google, a doação chegou à casa de U$ 1,1 milhão para candidatos políticos nos Estados Unidos no primeiro semestre deste ano. Existe muito lobbying, porém, a Google vai muito além disso. Se você for, por exemplo, um legislador de Illinois ponderando um projeto de lei para impedir as pessoas de usar o vidro do Google durante a condução, você pode ser contactado por lobistas do Google para discutir a questão. Se você está em posição de influenciar a legislação a liberar a produção e o comércio de carros sem motoristas, certamente será convidado a fazer um passeio em um desses carros.

Este nível de atividade política é incomum para uma empresa de tecnologia que, visto de um ponto de vista simplista, é uma empresa de publicidade com um enorme sucesso. A Google não só está envolvida nas áreas de tecnologia que cercam nossas vidas, como também, está envolvida em áreas políticas e empresariais que podem decidir a forma que iremos viver no futuro. A empresa cresce o seu poder e influência a cada dia pelo mundo a fora, que em breve poderemos vê-la ditando o rumo que o mundo deverá tomar!

Read More...