Mundo

Guaidó recorre ao Papa para tirar Maduro do poder

Líder da Igreja Católica cogitou a hipótese de uma mediação da Santa Sé na crise na Venezuela, desde que seja um desejo dos dois lados

(ANSA) – O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, fez um apelo nesta quarta-feira (6) para o papa Francisco defender junto a Nicolás Maduro sua saída do poder do país latino.
“Eu peço a todos aqueles que podem nos ajudar a colaborar para o fim da usurpação, para um governo de transição e levar a eleições verdadeiramente livres”, disse o opositor em entrevista a emissora italiana “Sky Tg24”. O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela ainda pediu para o Pontífice ajudar Maduro a entender a necessidade de “avançar para um processo de transição ordenada que estabilize o país”.
Em referência a um possível diálogo com a mediação de Francisco, Guaidó ressaltou que “o tempo é outro na Venezuela”. No entanto, ele diz que ficará feliz em receber o Papa em seu país “muito católico, muito devoto, de grande tradição religiosa”.
Na última terça-feira (5), o líder da Igreja Católica cogitou a hipótese de uma mediação da Santa Sé na crise na Venezuela, desde que seja um desejo dos dois lados. A declaração foi dada um dia depois de Maduro afirmar ter mandado uma mensagem a Jorge Bergoglio pedindo sua ajuda para instaurar um diálogo político no país. “A grande autoridade moral que o Vaticano e o Papa têm, na melhor das hipóteses, facilita o processo de garantias para alguns que hoje se recusam a ver a realidade”, finalizou Guaidó.

Read More...

Mundo

Maduro bloqueia entrada de ajuda humanitária na Venezuela

(ANSA) – Os militares do governo de Nicolás Maduro criaram uma barreira na fronteira entre a Venezuela e a Colômbia para impedir a entrada de ajuda humanitária vinda dos Estados Unidos. O impasse foi registrado na ponte Las Tienditas, que une a cidade colombiana de Cúcuta ao povoado de Ureña, no extremo oeste da Venezuela.

A medida foi criticada pelo secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, que insistiu para que o líder chavista autorizasse a entrada de suprimentos para o “povo faminto”. “O povo venezuelano precisa desesperadamente de ajuda humanitária. Os Estados Unidos e outros países estão tentando ajudar, mas o Exército da Venezuela, sob as ordens de Maduro, está bloqueando a ajuda com caminhões e navios-tanque”, escreveu no Twitter o secretário de Estado.

A entrada de ajuda humanitária no país foi negociada e aprovada pelo autoproclamado presidente interino, o opositor Juan Guaidó, reconhecido por 40 países como mandatário da Venezuela. No entanto, Maduro e o Tribunal Supremo de Justiça recusam a ajuda.

Segundo o líder chavista, a medida está totalmente contra a Constituição do país e não passa de um pretexto para o governo de Donald Trump realizar uma intervenção militar. Itália Na manhã desta quinta-feira (7), o vice-premier da Itália, Luigi Di Maio, afirmou que a Itália deveria ser “neutra” em relação a crise na Venezuela. “Não devemos tomar partido nem com Maduro nem com Guaidó.

Convidei Guaidó para responder ao apelo do Papa Francisco”, disse Ontem(6), o presidente da Assembleia Nacional venezuelana pediu uma reunião, “o mais breve possível, com Di Maio e o também vice-premier, Matteo Salvini. As solicitações foram enviadas em cartas separas, principalmente porque o próprio governo de coalizão na Itália diverge sobre a crise no país latino. Enquanto Salvini é a principal voz pró-Guaidó na Itália, Di Maio critica a “interferência” estrangeira na Venezuela e evita tomar lado.

Read More...

Mundo

Equipes encontram assentos que podem ser do avião de Sala

Jogador argentino está desaparecido desde o dia 21

(ANSA) – As autoridades francesas confirmaram nesta quarta-feira (30) que encontraram dois assentos que poderiam ser do avião em que viajava o jogador argentino Emiliano Sala, desaparecido desde o dia 21.
    De acordo com o jornal francês “L’Équipe”, a prioridade a partir de agora é descobrir se os assentos pertencem à aeronave “PA 46 Malibu”. Além disso, com as novas descobertas, as buscas oficiais deverão ser retomadas.
    As equipes de buscas relataram que os assentos foram encontrados na segunda-feira (28), em uma praia perto de Surtainville, localizada na península de Cotentin, no noroeste da França.
    As autoridades da ilha de Guernsey finalizaram as buscas oficiais pela aeronave em que viajava Sala na última quinta-feira (24), já que nenhum resquício do avião foi encontrado pelas equipes de resgate.
    No entanto, uma campanha na internet contou com a ajuda de diversos jogadores e torcedores. O fundo reuniu cerca de R$ 1 milhão e possibilitou que a família do argentino financiasse uma nova operação de busca por Sala e o piloto da aeronave.
    O atacante havia acabado de fechar sua transferência do Nantes, da França, para o Cardiff, do País de Gales, mas que disputa a Premier League, por 17 milhões de euros. O argentino vivia o auge da carreira e era o quinto artilheiro do Campeonato Francês, com 12 gols.
    Antes do avião sumir dos radares, o atleta chegou a enviar um áudio a amigos que sentia “medo” porque a aeronave parecia estar “caindo aos pedaços”.

Read More...

Mundo

Trump anuncia fim do ‘shutdown’ mais longo da história

(ANSA) – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a um acordo com os líderes do Congresso para encerrar temporariamente a paralisação do governo americano.
    O pacto prevê a destinação de recursos para financiar a administração federal por três semanas, enquanto a Casa Branca e o Partido Democrata continuarão negociando os fundos para o muro no México.
    “Estou muito orgulhoso de anunciar o fim do shutdown e a reabertura do governo federal”, disse Trump na Casa Branca.
    “Apresentaremos uma nova proposta para a segurança de nossas fronteiras, e a realização do muro deve ser parte da solução”, acrescentou.
    Segundo o presidente, existem “muros inteligentes”, que permitem a proteção das fronteiras de formas “não-invasivas” e por meio de “drones”.
    O governo está paralisado desde 22 de dezembro – o shutdown mais longo da história -, e cerca de 800 mil funcionários federais estão sem receber salário. Trump exige que o Orçamento preveja US$ 5,7 bilhões para levantar o muro antimigrantes, mas os democratas, que dominam a Câmara, rejeitam a ideia.
    A paralisação causou nesta sexta-feira (25) o fechamento do aeroporto de La Guardia, em Nova York, e atrasos na malha aérea dos EUA. 

Read More...

Mundo

Fundador do Telegram vai lançar sua própria criptomoeda

O fundador e CEO do serviço de mensagens Telegram, Pável Durov, poderia lançar sua própria criptomoeda já no próximo mês de março.

De acordo com relatórios do portal The Bell, citando fontes familiarizadas com o assunto, Durov vai apresentar em fevereiro uma plataforma ‘blockchain‘ chamada TON (Telegram Open Network) com a sua própria moeda, que será chamada de GRAM.

Segundo a mesma fonte, também em fevereiro será realizada a apresentação pública da plataforma e uma reunião do CEO da Telegram com investidores, que já contribuíram com 1,7 bilhão de dólares no projeto.

Por sua vez, espera-se que o ‘mainnet’ ou rede principal que irá implementar a criptomoeda no mundo real, será lançada em março deste ano.

A mensagem para os investidores é que a equipe de desenvolvedores está pronta para lançar a TON ainda no início de 2019, embora haja a possibilidade de um atraso de dois ou três meses devido à “natureza inovadora” da ideia. No momento, a plataforma está 90% pronta.

No início de janeiro do ano passado, o portal TechCrunch explicou que a TON será uma nova blockchain de “terceira geração”, com capacidades superiores às do bitcoin e ethereum.

Read More...