SC

SENAI forma técnicos em cerâmica e modelagem

Na noite dessa sexta-feira, dia 13, o SENAI Criciúma formou mais de trinta alunos nos cursos de técnico em cerâmica e técnico em modelagem do vestuário. A cerimônia de encerramento ocorreu no auditório da instituição e reuniu alunos, professores e familiares que prestigiaram a conquista desses novos profissionais qualificados.

Para a coordenadora do técnico em cerâmica Jucilene Feltrin, ao longo desses dois anos o curso proporcionou o crescimento deles dentro das empresas em que trabalham. “É uma oportunidade de aperfeiçoamento, onde eles podem acabar sendo promovidos, além de se desenvolverem como profissionais”, aponta Jucilene.

“A indústria oferece vagas que precisam de especializações. Através do técnico percebemos que eles abrem os horizontes, ficam realmente envolvidos com a empresa, começam a sugerir melhorias, como atitudes para redução de custos”, pontua o paraninfo do técnico em cerâmica e gerente de produção da Smalticeram, Claudionir Euzebio.

Foto: Divulgação

Com os estudantes do técnico em modelagem do vestuário não foi diferente, segundo a coordenadora do curso Graziela Martins Feliciano da Silva, a formação técnica oferece uma visão sistêmica. “Essa é uma atividade que tem grande importância no processo de produção”, ressalta a coordenadora.

A paraninfa do técnico e coordenadora de prototipia na La Moda, Liliane Dagostim, pontua as futuras possibilidades dos estudantes. “Em nossa região, o mercado de trabalho tem muitas oportunidades. É um setor muito importante e o mercado espera por esses profissionais qualificados”, complementa Liliane.

Read More...

SC

Primeiro ônibus elétrico movido a energia solar do Brasil entrará em operação

Dentro de três meses o Brasil irá estrear o seu primeiro ônibus elétrico movido a energia solar. O ônibus irá circular no campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em Florianópolis.

Com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o veículo fará o percurso de 50km entre o campus e o Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar Fotovoltaica, no Sapiens Parque, e reduzirá em um terço o tempo gasto para o deslocamento. O investimento na tecnologia foi de R$ 1 milhão.

O ônibus fará o trajeto quatro vezes ao dia, com zero emissão de poluentes. Considerado puro, o veículo possui apenas tração elétrica. A eletricidade para o seu deslocamento é gerada por fonte limpa, renovável e silenciosa, conhecida por fotovoltaica.

O professor do Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da UFSC, Ricardo Ruther, destaca que quando o ônibus estiver parado no trânsito não haverá consumo de energia, como acontece com os veículos com motores à combustão. Já a tecnologia de frenagem regenerativa gera energia através das rodas, que é enviada para as baterias e reaproveitada.

“Contar com o apoio do MCTIC foi fundamental, pois os recursos do projeto foram integralmente financiados pelo ministério. Tivemos a doação das baterias e da estação de recarga da empresa japonesa Mitsubishi Heavy Industries, que também foi fundamental para viabilizar o projeto”, disse Ruther.

Segundo ele, o MCTIC também financiou a implantação do laboratório do centro de pesquisa onde foi desenvolvida a nova tecnologia. Somente no laboratório, o governo federal investiu R$ 3,6 milhões.

“Em nosso laboratório, temos cerca de 100 quilowatts (kW) de geração solar, dos quais somente 60kW são necessários para atender a todo o consumo de eletricidade do laboratório, que são cerca de 700m². Os outros 40kW, injetamos hoje na rede elétrica para ser utilizado em nosso campus central da UFSC”, explicou o professor.

O projeto do ônibus elétrico movido a energia solar se insere em um conjunto de ações do Programa Tecnologias para Cidades Sustentáveis da Secis, que tem o objetivo de fortalecer o domínio das tecnologias relacionadas à energia fotovoltaica no País e, com isso, ampliar sua utilização como alternativa aos combustíveis fósseis.

Read More...

SC

Residencial oferece “Test To Live” para futuros moradores em Florianópolis

A partir do mês de julho de 2016, será possível passar um fim-de-semana com a família em apartamento decorado e mobiliado para vivenciar os benefícios do residencial e sua localização. O residencial fica localizado no planejado bairro do Novo Campeche, em Florianópolis (SC). A ação chamada de “Test To Live” incentiva as pessoas que desejam residir em cidades litorâneas e que estão em busca de modernidade e qualidade de vida.

A escolha por morar próximo ao mar já faz parte do hábito de 26% dos habitantes que se concentram na costa do entrecortado litoral do país. Florianópolis está entre as cidades mais desejadas.

Num endereço privilegiado, com boa oferta de serviços da Lagoa da Conceição e as facilidades de morar num bairro com natureza preservada e diversas possibilidades de prática de esportes ao ar livre. O residencial Novo Campeche ainda se destaca por estar a poucos minutos do aeroporto da capital catarinense.

“Inspirado no test drive, da indústria automobilística, quem se decidir pela compra do imóvel não terá nenhuma despesa adicional com o test to live”, explica Suchodolski.

Read More...

SC

Em Florianópolis terá 22 minutos de fogos no Réveillon e atrações locais

O Réveillon de Florianópolis terá 22 minutos de fogos ao longo da Avenida Beira-Mar Norte e na Ponte Hercílio Luz, segundo informou a prefeitura nesta quinta-feira (3). Cerca de 300 mil pessoas são esperadas na virada do ano. A programação completa com as atrações de Natal e Ano Novo pode ser encontrada no site da prefeitura.

A economia foi uma preocupação. Por essa razão, não haverá atrações musicais nacionais, explicou o prefeito, Cesar Souza Júnior. Ele enfatizou que as apresentações musicais serão de artistas da cidade. “Vai ter a nossa gente, a nossa música local, o Natal que vai ser levado a todos os bairros da cidade. Todas as regiões terão o seu Natal, com mais de 50 atrações natalinas também para incentivar o comércio e a geração de empregos”.

Não haverá apresentações musicais na Beira-Mar Continental, mas o prefeito destacou que ela estará pronta para receber as pessoas. O espaço contará com uma boa estrutura de som, banheiros, além de uma estrutura de segurança.

Para o Natal, a prefeitura organizou junto com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) apresentações musicais e teatrais em vários pontos da cidade ao longo do mês.

Read More...

SC

Governo libera FGTS para famílias atingidas por tornado em SC; Xanxerê decreta estado de calamidade pública

Nesta terça-feira (21), o ministro do Trabalho, Manoel Dias, anunciou a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para as famílias atingidas por um tornado em Xanxerê, município no Oeste de Santa Catarina, nesta segunda (20). Segundo o ministro, a liberação do FGTS terá início nesta quarta (22). Dias afirmou ao portal do Palácio do Planalto que a iniciativa do governo federal é para que as famílias atingidas tenham condições de dispor de algum recurso para reconstruírem o que foi destruído pelo tornado.

O fenômeno natural deixou dois mortos, 120 feridos e aproximadamente mil pessoas desabrigadas. O prefeito de Xanxerê, Ademir José Gasparini, assinou nesta terça-feira (21) o decreto de calamidade pública na cidade, o governador Raimundo Colombo, deve homologar o pedido.

Também nesta terça, o ministério da Integração Nacional informou que mobilizou uma tropa com 100 homens do Exército para ajudar na remoção dos escombros e na limpeza da cidade catarinense. De acordo com o Palácio do Planalto, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, chegou a Xanxerê no final da tarde desta terça e garantiu apoio do governo federal para reconstrução do município.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os ventos que formaram o tornado podem ter variado de 100 km/h até 330 km/h por volta das 15h, horário do fenômeno. A escala de classificação de tornados começa em 65 km/h e chega a mais de 500 km/h. O F0 é o mais fraco e o F5 é considerado o mais forte. “Pelas características dos estragos e pela intensidade dos ventos, este deve ficar entre F2 e F3”, disse Mamedes Luiz Melo, meteorologista do Inmet Brasília.

As informações são do G1.

Read More...