Destaques, Plantão Policial

Guarda Municipal apreende arma de fogo e paredão de som em festas na zona Oeste

Duas festas com uso de paredão de som foram interditadas por uma ação conjunta da Guarda Municipal do Natal (GMN) e da Polícia Militar. As festas aconteciam na madrugada desta segunda-feira (22) nos bairros de Felipe Camarão e Bairro Nordeste, zona Oeste da cidade. A operação uniu guardas municipais do Grupamento de Ação Ambiental (Gaam) e Ronda Saúde (RondaS), e policiais militares da Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam) e 9º Batalhão.

Na ocasião foram apreendidos um veículo modelo Celta, que estava com um paredão de som instalado, e um revólver calibre 38 carregado com seis munições. Também foi detida uma pessoa identificada como Dézia Maria Farias da Silva, sob acusação de porte ilegal de arma de fogo.

A primeira apreensão ocorreu no Bairro Nordeste, após o proprietário do automóvel se recusar a retirar o paredão de som que estava acoplado ao veículo. Já a arma de fogo foi encontrada escondida em um bar onde estava sendo realizada uma das festas em Felipe Camarão.

Guarda Municipal apreende arma de fogo e paredão de som em festas no Bairro Nordeste e Felipe Camarão

De acordo com informações repassadas pelas guarnições da GMN que participaram da ação, a suspeita é que festa realizada no Bairro Nordeste estava relacionada a comemoração de uma facção. Outro fato constatado pelas equipes é que o lava-jato e bar onde ocorria o evento em Felipe Camarão já havia sido interditado em outra ocasião, porém a proprietária insistiu em descumprir a determinação legal.

Nos dois eventos as equipes também constataram a participação de um número expressivo de menores de idade. Era possível perceber diversos adolescentes e até mesmo crianças consumindo bebida alcóolica.

A detida Dézia Maria e a arma de fogo apreendida na operação foram encaminhadas a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foram realizados os procedimentos de prisão em flagrante e de apreensão. Já o veículo apreendido ficou sob a custódia da Cipam.

O cidadão pode denunciar o uso irregular de paredões de som ligando para o telefone 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) que as viaturas do Grupamento de Ação Ambiental da GMN serão acionadas para averiguar a denúncia. A denúncia pode ser feita também pelo 181 (Disk Denúncia- Polícia Civil) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

Read More...

Destaques, Plantão Policial

MPF, Polícia Federal e Receita combatem fraudes de mais de R$ 1 bilhão no RN

A Polícia Federal (PF), juntamente com a Receita Federal do Brasil (RFB) e o Ministério Público Federal (MPF), deflagrou na manhã desta terça-feira (16) a Operação Grandes Rios, para combater fraudes no setor de fabricação de cigarros e apurar cerca de R$ 1,5 bilhão de prejuízo ao erário.

Cerca de 110 policiais federais e 65 servidores da Receita Federal cumprem 21 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal/RN, nos estados do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Pernambuco.

O nome decorre dos principais estados envolvidos: RN e RJ. As investigações identificaram a existência de um grupo criminoso, formado pela associação de pessoas e empresas, visando à prática de diversos crimes, especialmente os de organização criminosa, uso indevido de selos fiscais verdadeiros, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, além de sonegação de tributos federais.

As condutas criminosas permitiam a concorrência desleal com as demais empresas que atuam no setor e um forte impacto negativo na economia, devido aos valores sonegados. Uma das fraudes promovidas pela organização é a exploração, em nome de “laranjas”, de fábricas de cigarros que geram um grande passivo tributário (em impostos nunca pagos à Receita) e ainda lucro, que é convertido em bens e valores acumulados no Brasil e no exterior através de procedimentos de lavagem de dinheiro.

Investigações

As investigações tiveram início quando a Receita Federal identificou que uma indústria de cigarros havia sido formada por pessoas sem capacidade financeira (“laranjas”), deixando um significativo passivo tributário. Após a constituição do crédito, a empresa teve seu registro cancelado e encerrou suas atividades sem pagar os tributos devidos, porém verificou-se que a organização deu continuidade as suas operações no mesmo ramo por meio de uma nova empresa, situada no RN, também com utilização de “laranjas”.

Até o momento, foram constituídos (lançados) pela Receita um total de R$ 2 bilhões em crédito tributário, e, na mesma investigação, estão sendo apurados mais R$ 1,5 bilhão em sonegação fiscal.

Autorização

Para produzir cigarros no Brasil, as indústrias necessitam de um Registro Especial fornecido pela Receita, além da autorização da ANVISA. Um dos requisitos para a manutenção desse registro é a regularidade fiscal da empresa. A partir do momento em que a Receita Federal identifica a sonegação e cobra os impostos, caso não haja o seu pagamento, o Registro Especial é cancelado, o que ocorreu anteriormente com indústrias operadas de forma oculta pela organização criminosa.

No decorrer das investigações, foram identificadas, ainda, duas novas empresas, também em nome de “laranjas”, as quais estavam prontas para suceder as operações da organização assim que fosse cancelado o Registro Especial.

O resultado desse ciclo fraudulento é a incapacidade de cobrança dos impostos sonegados, visto que os sócios e as empresas não possuem patrimônio para pagá-los.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

PM captura cinco foragidos da justiça em bairros Natal

Policiais militares das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM) efetuaram a captura de cinco foragidos da justiça no último fim de semana em diversos bairros de Natal.

No bairro Ponta Negra, por volta das 09h40 do sábado (13), durante patrulhamento na rua Luiz Estevan, os policiais efetuaram a captura de Hareno Serafim dos Santos, 27 anos, e Jailson Coelho Dantas, vulgo Jaja, 47 anos. Ambos infratores possuíam mandados de prisões em aberto.

Já no bairro Neópolis, por volta das 13h30 do sábado, em patrulhamento na avenida das Alagoas, os militares detiveram Jussier Borges de Jesus, vulgo Sujo Boy ou Jangada, 34 anos. O criminoso possuía mandado de prisão em aberto por crime de roubo.

Ainda no sábado, no bairro Barro Vermelho, por volta das 15h30, em patrulhamento na rua Joaquim Fagundes, próximo a Praça Augusto Leite, os PMs efetuaram a captura de Antônio Marcos dos Santos, 42 anos. O acusado possuía mandado de prisão em aberto por crime de furto.

Na sexta-feira (12), no bairro Lagoa Seca, por volta das 13h30, os policias já haviam capturado Iranildo Sena de Lima, vulgo Galego de Carrapeta, 32 anos, durante patrulhamento na rua Antônio Glicério. O infrator também possuía mandado de prisão em aberto por crime de furto.

PM captura cinco foragidos da justiça em bairros Natal

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Conto do Vigário: operação do MPRN apura fraude milionária envolvendo terreno no litoral Norte

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), com o apoio da Polícia Militar, deflagrou na manhã desta segunda-feira, dia 15 de abril, a operação Conto do Vigário. Ação tem por objetivo combater a prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, falsificação de documento público, estelionato e lavagem de dinheiro no município de Ceará-Mirim.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal, Ceará-Mirim e Extremoz. Os alvos das buscas foram um advogado, um empresário e um laranja. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara da Comarca de Ceará-Mirim.

O MPRN aponta que houve a apropriação, mediante fraude de R$ 6.253.530,08, que eram objeto de depósito judicial em litígio envolvendo imóvel em área do litoral Norte.

Participam da operação 10 promotores de Justiça, 66 policiais militares, além de servidores do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Em breve, mais informações*

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Polícia Militar acaba com “festa de aniversário” de facção em Mãe Luiza

Policiais Militares do 1° Batalhão, Companhia Independente de Polícia Ambiental (Cipam) e Batalhão de Choque (BPChoque), acabaram com uma festa na madrugada deste domingo (14) no bairro de Mãe Luiza, zona Leste de Natal. Segundo a PM, houve denúncia de que uma facção criminosa comemorava aniversário dentro de uma academia.

Durante a Operação foram encontrados 3 armas de fogo escondidas por trás de alguns equipamentos de ginástica, dentro da academia, além de uma quantidade razoável de maconha.

Dos 34 suspeitos de fazerem parte da facção, dois ficaram presos por envolvimento em práticas criminosas. Um deles, o dono da festa, foi autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. O outro preso, que estava usando tornozeleira eletrônica, não poderia estar fora de casa no horário em que foi encontrado.

festa de facção criminosa em mãe luiza natal

Read More...