Destaques, Plantão Policial

Narco Trucks: operação da PF combate facção criminosa que age dentro do RN

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, dia 16 de outubro, a Operação Narco Trucks, objetivando desbaratar um grupo criminoso dedicado ao tráfico de entorpecentes e à lavagem de capitais no Rio Grande do Norte.

Cerca de 90 policiais federais cumpriram, com apoio do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da PM/RN, nas cidades de Natal, São José de Mipibu, Tibau do Sul, Parnamirim, Macaíba, Brejinho e Baía Formosa, 20 mandados judiciais de busca e apreensão e 13 mandados de prisão preventiva, além de medidas de sequestro de bens e bloqueios de contas dos suspeitos.

As investigações tiveram início em 2017, quando a PF apreendeu na zona rural de Macaíba, região metropolitana de Natal, aproximadamente 30 kg de cocaína, além de rascunhos e documentos da contabilidade de traficantes detidos naquela ocasião.

PF polícia federal no rn

Elementos de provas existentes nos autos apontam que o principal alvo preso na operação de hoje seria, ainda, líder de um grupo criminoso com atuação no Paço da Pátria e apontado como fornecedor de drogas de uma facção criminosa do RN.

Durante o cumprimento dos mandados, a PF também prendeu um investigado acusado de tráfico que fornecia drogas para Natal e outros municípios como São José do Mipibu, Brejinho e Tibau do Sul, além de ser um dos principais abastecedores de cocaína da praia de Pipa, no Litoral Sul Potiguar.

Os presos estão sendo indiciados e vão responder pelos crimes de tráfico de entorpecentes, lavagem de capitais e organização criminosa, cujas penas máximas, somadas, podem alcançar até 33 anos de reclusão.

*O nome da operação remete ao fato de que 90% do tráfico realizado por esta quadrilha era feito através de caminhões (Truck, em inglês).

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Após atropelar e matar criança, homem é espancado até a morte em Natal

Um jovem de 18 anos foi linchado na noite dessa sexta-feira, 12, no bairro de Dix-Sept Rosado, na zona Oeste de Natal. Motivo? De acordo com a Polícia CivilMateus Miranda do Nascimento pilotava uma motocicleta pela localidade, realizando manobras e em alta velocidade, quando atropelou uma criança de 1 ano e 4 meses. Após o acidente, os moradores da rua dos Caicós se revoltaram, alcançaram o rapaz e o espancaram até a morte.

Imagens do linchamento foram publicadas em vários grupos de WhatsApp. Segundo a polícia, Matheus Miranda sofreu ferimentos por todo o corpo. Ele também sofreu golpes de um objeto perfurocortantes, possivelmente uma faca.

A criança atropelada pela motocicleta, identificada como Kauan Henrique, estava com a mãe no momento do acidente e morreu na hora.

Esse é o segundo caso de linchamento em Natal em menos de dois dias. Na quinta-feira (11), um homem suspeito de assaltar um ônibus na Ribeira foi pego, amarrado, espancado e baleado.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Suspeito de assaltar ônibus em Natal é amarrado e morto pela população

No início da tarde desta quinta-feira, dia 11 de outubro, uma tentativa de assalto a um ônibus da linha 20 (Cidade da Esperança/Ribeira) – empresa Guanabara, resultou na morte do suspeito. Segundo os primeiros relatos da assessoria de comunicação da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o homem foi pego por populares, amarrado pelo pescoço, espancado, arrastado pelas ruas e baleado em seguida.

Como tudo aconteceu? De acordo com a PM, o homem anunciou o assalto quando o ônibus passava na lateral do Teatro Alberto Maranhão. Assustado, o motorista teria aberto as portas para que os cerca de 30 passageiros escapassem. No tumulto, uma passageira sofreu uma fratura exposta no pé e foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Ainda segundo os relatos, apesar do tumulto, o suspeito conseguiu apropriar-se de alguns bens: bolsas, um tablet, dinheiro e outros objetos foram levados. O acusado pulou do ônibus no momento em que os passageiros começaram a descer e fugiu em direção ao bairro das Rocas.

No entanto, ele não esperava pelo que iria acontecer: o homem foi cercado por pessoas ainda não identificadas, amarrado pelo pescoço e arrastado pelas ruas do bairro por cerca de 200 metros, até ser morto com espancamentos e disparos de arma de fogo.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Justiça determina prisão preventiva de advogado que agrediu esposa e bebê

O juiz Michel Mascarenhas, coordenador da Central de Flagrantes de Natal, decretou a prisão preventiva do advogado Bruno Henrique Saldanha Farias, durante audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira (4). O advogado é acusado de ter agredido a esposa e ter jogado o filho de dez meses de idade de cabeça no chão.

O magistrado aplicou ainda medidas protetivas em favor da esposa e da criança, a qual foi aplicado encaminhamento à sua mãe. Nos termos da decisão do juiz Michel Mascarenhas, o acusado Bruno Saldanha Farias terá a suspensão da posse ou restrição do porte de armas.

Foi decretado o afastamento do lar, domicílio ou local de convivência com a mulher, bem como a proibição de aproximação da vítima, de seus familiares e testemunhas, fixando o limite mínimo de um quilômetro.

Também foi estabelecido a proibição de contato por qualquer meio de comunicação e de frequentar a vizinhança, local de emprego e lugares em que a vítima possa estar. Por fim, foram suspensas as procurações conferidas pela vítima ao agressor.

Por ser detentor de nível superior de instrução, o juiz determinou que “o acusado deverá ser colocado em uma cela especial”. Após a audiência de custódia, o processo será distribuído para uma da Varas da comarca de Natal com competência para julgar o caso.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Após agredir esposa e o filho de 10 meses, advogado é preso em Natal

Um advogado de 33 anos foi preso na tarde desta quarta-feira (3) após espancar a esposa e jogar o bebê de apenas 10 meses de cabeça no chão. Segundo a Polícia Militar, os atos de violência teriam acontecido durante uma briga conjugal.

O homem chegou a fugir para a casa dos pais dele, levando o bebê, mas foi encontrado pela polícia. A criança foi recuperada e, com sangramento no nariz, foi levada ao Hospital Promater, onde passa por exames e até o momento, não teve o estado de saúde divulgado.

Segundo a PM, a mulher fez um chamado relatando que o marido havia agredido ela e o bebê e depois teria fugido levando o filho do casal em um táxi. A família mora em Candelária, na Zona Sul de Natal.

Ainda de acordo com a PM, o homem ofereceu resistência e chegou a desacatar os militares, mas acabou preso e foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Read More...