Plantão Policial

Agentes flagram visitante com drogas na Cadeia Pública de Nova Cruz

Agentes penitenciárias da Cadeia Pública de Nova Cruz flagraram, nesta sexta-feira (23), a visitante Iara Faustino da Silva, portando 32 trouxas de maconha e uma porção de boró nas partes íntimas, quando visitava seu companheiro João Antônio da Silva Pessoa, interno da unidade.

As agentes da unidade prisional perceberam que Iara Faustino estava muito nervosa durante os procedimentos de revista. Na ocasião, foi realizado o exame de raio-x na visitante, o qual comprovou que ela realmente estava com as drogas, sendo em seguida confirmada a suspeita.

Após o flagrante, a mulher foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Santo Antônio, a qual ficou responsável pelo caso, para os procedimentos cabíveis.

Read More...

Destaques, Parnamirim

Centro Clínico da UnP oferece serviços de saúde à população de Parnamirim

O Centro Clínico de Parnamirim UnP (CCPAR/UNP) está oferecendo serviços de especialidades à população. Entre os atendimentos ofertados de fluxo regulado estão: pediatria e neuropediatria, dermatologia e a realização de pequenas cirurgias, sendo os atendimentos de ginecologia e nutrição clínica/especial descentralizados, ou seja, podem ser feitos diretamente no Centro Clínico.

Atualmente, o CCPAR/UNP oferece cerca de 300 atendimentos por semana e conta com uma equipe composta por profissionais do município e professores e alunos da Universidade Potiguar. Além da oferta dos serviços especiais, os pacientes podem contar com atendimentos de fisioterapia e fonoaudiologia e, ainda, com o Núcleo de Serviço Social, que oferece suplementos alimentares, módulos de nutrientes, fraldas geriátricas, dietas enterais complementares e fórmulas para lactantes.

Para a diretora administrativa do Centro Clínico, Daliana Dantas, os serviços são de grande importância. “Os serviços oferecidos são de extrema relevância para a comunidade de Parnamirim pela diversidade dos atendimentos que são ofertados.. A nossa demanda para o município é bastante vasta no que se refere às especialidades. Acredito que o CCPAR/UNP facilita nesse processo de aquisição e dá a comunidade o direito de atendimento especializado, clínico e de boa qualidade”, disse.

Lidiane Bezerra, usuária dos serviços do Centro Clínico, diz estar satisfeita com o atendimento. “O atendimento aqui é ótimo, os profissionais são excelentes e os funcionários nos tratam muito bem. Eu espero que nunca acabe, porque é uma coisa boa para toda a comunidade”, falou.

Para ter acesso aos serviços especiais e boa parte gratuitos, os pacientes precisam se dirigir até a Central de Marcação para realizar o agendamento das consultas. Os documentos necessários são: xerox do cartão SUS, identidade, CPF, comprovante de residência com o nome do paciente e a ficha de referência da Unidade Básica de Saúde (UBS). O CCPAR/UNP funciona das 7h às 16h30 e está localizado na Rua Almirante Santos, 1223, Santos Reis. Telefone para contato é o (84) 3645-1812.

Read More...

Brasil

Advocacia-Geral cobra R$ 3,6 bilhões de autores de irregularidades em 2019

A Advocacia-Geral da União (AGU) cobra R$ 3,6 bilhões em 1.116 ações ajuizadas contra autores de irregularidades nos primeiros sete meses deste ano. Na lista estão ações de improbidade, execução de condenações impostas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e outros pedidos de ressarcimento ao erário e cobranças por ilícitos cometidos por ex-agentes públicos ou particulares.

As ações foram movidas por unidades da AGU vinculadas ao Departamento de Patrimônio e Probidade da Procuradoria-Geral da União (DPP/PGU/AGU), que em apenas oito meses (dezembro do ano passado e julho deste ano) conseguiram recuperar efetivamente R$ 472 milhões para os cofres da União com os processos de combate à corrupção e uso irregular de recursos públicos – mais do que o montante arrecadado nos doze meses anteriores (entre dezembro/2017 e novembro/2018), R$ 462 milhões.

Juntamente com a Controladoria-Geral da União, a AGU também conseguiu assegurar o ingresso de outros R$ 1,5 bilhão somente em 2019 por meio de pagamentos feitos por empresas que celebraram acordos de leniência, sendo R$ 419 milhões pagos à União e o restante às demais entidades lesadas pelas irregularidades, como a Petrobras.

No total, as empresas que assinaram acordos de leniência se comprometeram a pagar R$ 11,2 bilhões, dos quais R$ 3,1 bilhões já foram efetivamente pagos e revertidos para a União e as demais entidades lesadas.

Serviços

Somados os valores recuperados com ações judiciais (R$ 472 milhões) e os recebidos por meio dos acordos de leniência (R$ 419 milhões), a atuação da AGU e da CGU na área garantiu o ingresso de quase R$ 900 milhões nos cofres da União em 2019. “São recursos que se revertem ao Tesouro Nacional para utilização nos fins previstos na nossa legislação orçamentária, ou seja, que vão se transformar em serviços para a sociedade, como mais escolas, saúde e segurança”, assinala o diretor do DPP, Vanir Fridriczewski.

Segundo o dirigente, iniciativas como a criação de equipes regionais dedicadas exclusivamente à recuperação recursos desviados e do Grupo de Ajuizamento Decorrente de Acordos de Leniência (Graal) contribuíram para o resultado.

Read More...

Destaques, Natal

Maternidade Leide Morais passa a conceder Certidão de Nascimento para bebês nascidos no local

A Maternidade Leide Morais, na zona Norte de Natal, passa a contar com mais uma novidade para facilitar a vida da população. A unidade retornou com o Nascer Cidadão e passa a fazer a Certidão de Nascimento.

A iniciativa, feita em parceria com o Cartório de Igapó, tem como principal objetivo reduzir o número de crianças que crescem sem a cidadania garantida.

De acordo com administradora da Maternidade, Débora Oliveira, a partir de agora toda criança que nascer na Maternidade Leide Morais sai com o seu Registro de Nascimento. “Com essa iniciativa, pretendemos realizar mais de 200 registros mensalmente. Até agora registramos quatro bebês”.

Após o primeiro banho do bebê, preenche-se a Declaração de Nascido Vivo. Os pais são orientados a procurar a sala de registro da Maternidade munidos dos documentos pessoais – RG, CPF e comprovante de residência. Na sala, é preenchida a requisição que é enviada para o cartório por e-mail. Antes da alta hospitalar a família já recebe a Certidão.

Read More...

Destaques, RN

RN terá novos voos para aeroporto RIOGaleão a partir de novembro

O Rio Grande do Norte terá novas saídas regulares ligando a capital potiguar ao estado do Rio de Janeiro, por meio do aeroporto RIOGaleão. Serão três frequências regulares partindo do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante: às quintas, sextas e domingos, com retorno do Galeão nas segundas, sextas e sábados.

A operação será realizada pela companhia Gol Linhas Aéreas, que também vai implantar voos na alta temporada para São Paulo (Congonhas), Brasília e Goiânia, além dos voos internacionais para Buenos Aires, que aguardam aprovação das autoridades argentinas. Todas as vendas devem acontecer a partir de setembro, com operações iniciadas em novembro.

“Além de aumentar a frequência do aeroporto internacional do Rio de Janeiro, também elevaremos a conectividade com o Sul, Centro-oeste do Brasil e vários países da América do Sul, que são mercados importantíssimos para o Rio Grande do Norte. Estamos muito felizes com o anúncio dos novos trechos feito pela Gol e na expectativa positiva de acrescentar a segunda saída direta da Argentina para o RN”, comenta a secretária de turismo do Rio Grande do Norte, Aninha Costa.

“A GOL tem como propósito ser a primeira para todos e expansões como essas, que a Companhia vem fazendo com bastante frequência, são de grande importância para o desenvolvimento do setor aéreo brasileiro, além de estimular o crescimento do turismo local”, afirma Claudio Borges, diretor de relações institucionais da GOL.

Os novos voos para o Rio Grande do Norte são resultado da assinatura do regime especial de redução do querosene de aviação (QAV), assinado no dia 18 de junho, que estabelece a redução da base de cálculo em cinco alíquotas: 12%, 9%, 5%, 3% e 0%. Em contrapartida, as companhias aéreas devem cumprir metas para assegurar a redução.

Read More...