Cinema

Paolla Oliveira dubla vilã em ‘Bumblebee’

A atriz Paolla Oliveira vai ser a voz oficial da vilã Shatter, do filme Bumblebee, que estreia dia 25 de dezembro. O spin-off da franquia de sucesso Transformers acompanha a aventura solo do personagem na Califórnia dos anos 80.

“Ter minha voz imortalizada numa franquia de tanto sucesso, ainda mais uma vilã, é muito bom, fiquei muito feliz com o convite. É um filme familiar, que todo mundo pode se divertir, tem ação, tem emoção e, apesar de eu fazer uma vilã, o filme tem uma bela mensagem de amizade e cumplicidade”, conta Paolla.

Produzido por Michael Bay e Lorenzo Di Bonaventura, Bumblebee é dirigido por Travis Knight (Kubo e a Espada Mágica) e estrelado por Hailee Steinfeld (Bravura Indômita, Quase 18) e John Cena (Pai em Dose Dupla 2, Descompensada).

Sinopse

“Fugindo no ano de 1987, Bumblebee encontra refúgio em uma pequena cidade litorânea da Califórnia. Charlie (Hailee Steinfeld) que está prestes a fazer 18 anos e tenta encontrar seu lugar no mundo, encontra Bumblebee, quebrado e com cicatrizes de batalha. Quando ela o revive, logo descobre que esse não é um fusca amarelo comum.”

Trailer

Read More...

Cinema, Destaques

“O Grinch” está de volta aos cinemas brasileiros com dublagem de Lázaro Ramos

O personagem Grinch não é inédito nas telas de cinema. Em 2000, o filme estreou em live action, quando foi interpretado por Jim Carrey, que contracenou com Taylor Momsen.

Quase 20 anos após o lançamento, “O Grinch” ganhou uma animação que, a partir desta semana, está em cartaz nos cinemas brasileiros e atinge todos os públicos: desde as crianças até aqueles adultos que se emocionam com um filminho infantil.

A trama conta a história de Grinch, um ser verde que é super rabugento e odeia o Natal. Ele mora nas montanhas vizinhas à cidade de Quemlândia, onde moram os “Quems”, que são personagens que amam o Natal. Quando Grinch percebe que está sendo atingido pela “magia do Natal”, ele decide roubar a alegria dos vizinhos, e então traça um plano para destruir esse feriado.

Em contrapartida, Cindy Lou é uma criança que sonha encontrar o Papai Noel para fazer um pedido especial. Quando as vidas de Grinch e Cindy Lou se cruzam, eles têm uma grande surpresa.

A animação supera o Grinch do ano 2000. O formato de narração em versos deixa a história com um gostinho de literatura, e relembra as histórias que contamos e escutamos antes de dormir.

Lázaro Ramos, ator de Geração Brasil e Insensato Coração, deu voz ao personagem de Grinch, o que fez muito bem. O jeitinho ora despojado, ora educado, ora raivoso foi bem interpretado na dublagem.

O filme é divertido e traz reflexões, de forma leve, sobre como as pessoas tratam umas às outras. É interessante já que, por ser um filme infantil, pode influenciar na formação das crianças e no que elas pensam sobre os outros.

Assista ao Grinch e, a não ser que você odeie o Natal, curta o clima natalino!

Mais estreias

Tem também a estreia de “Operação Overlord“. Um terror sobre uma tropa de paraquedistas americanos que é lançada atrás de linhas inimigas para uma missão crucial. Quando se aproximam do alvo, percebem que não é só uma operação militar. No elenco, Jovan Adepo e Wyatt Russell.

Netflix

O original Netflix, “Legítimo Rei“, chega à plataforma nesta sexta-feira (09). A trama se passa na Escócia do século 14, onde Robert The Bruce reivindica o trono e lidera uma revolta violenta pela independência contra o domínio inglês.

Read More...

Cinema, Destaques

Cinemark tem programação para toda a família na semana do Halloween

O clima do Halloween já chegou à Cinemark. Para comemorar o tradicional “Dia das Bruxas”, a rede promoverá exibições especiais de filmes de sucesso e ligadas ao terror, até o dia 31 de outubro, em todos os complexos.

Quem gosta de levar susto e sentir medo poderá conferir os longas “A Freira”, “Casa do Medo” e a estréia “Halloween”. As crianças também vão se divertir com a volta de “Hotel Transilvânia 3: Férias Monstruosas” e “Goosebumps 2” – filmes com exibições marcadas para o fim de semana. Confira a programação especial de cada complexo no site www.cinemark.com.br.

Os ingressos podem ser adquiridos no site da Rede ou nas bilheterias dos complexos participantes. Os clientes que possuem o cartão Cinemark Mania ganham 50% de desconto na compra de um ingresso.

Rede Cinemark no Brasil

Líder mundial em venda de ingressos, a Rede Cinemark representa cerca de 30% do mercado brasileiro de cinema e é maior que seus três principais concorrentes juntos, com 617 salas de cinema em 83 complexos distribuídos por 45 cidades em 17 estados e o Distrito Federal: Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Read More...

Cinema, Destaques

12 Filmes que são baseados em livros e você não sabia

A literatura é uma fonte inesgotável de inspiração para o cinema. Do incrível drama épico de 1939, E o Vento Levou, à saga de oito filmes do feiticeiro mais amado dos últimos tempos, Harry Potter, passando pelas séries controversas Crepúsculo e 50 Tons de Cinza, o cinema dá vida aos personagens colocando rostos, cores e música nas páginas que tanto gostamos de ler.

Deixando de lado a polêmica de “o que é melhor, o livro ou o filme”, a verdade é que dezenas de livros tornaram-se filmes de grande sucesso. Muitos tornaram-se tão conhecidos que nós até mesmo nos esquecemos de que foram um livro antes — ou nem sabíamos disso até chegarem à telona!

Na nossa lista de hoje, trazemos 12 filmes que provavelmente você não sabia que tiveram origem na literatura. Divirta-se!

  1. Duro de Matar (Die Hard)

A série de filmes estrelada por Bruce Willis foi inspirada no livro Nothing Lasts Forever, de Roderick Thorp. Depois de assistir a The Towering Inferno, que mostra um arranha céu pegando fogo, Thorp imaginou um grupo de terroristas perseguindo seu personagem Joe Leland, um detetive aposentado da polícia de Nova York. No cinema, o nome do personagem principal mudou de Joe Leland para John McClane.

  1. Operação Cupido (Parent Trap)

O filme da Disney em que Hayley Mills interpreta as gêmeas que vivem separadas, uma com o pai, outra com a mãe, foi baseado no romance alemão chamado Lottie and Lisa (Das doppelte Lottchen) do autor Erich Kästner. O romance foi publicado pela primeira vez em 1949 e foi transformado em adaptações para cinema e televisão em nove países, incluindo Estados Unidos, Alemanha, Índia, Japão e Irã.

  1. Quebrando a Banca (21)

A história dos seis estudantes que recorrem a técnicas de contagem de cartas para ganhar milhões de dólares jogando Vinte e Um em cassinos de Las Vegas — e tem Kevin Spacey como protagonista — também teve origem em um livro. De acordo com o site Betway Casino, Bringing Down the House: The Inside Story of Six MIT Students Who Took Vegas for Millions, de autoria de Ben Mezrich, é um dos livros mais famosos dos últimos tempos sobre Vegas e seus cassinos.

  1. Uma Babá quase Perfeita (Mrs. Doubtfire)

A comédia de sucesso de 1993 é baseada no romance homônimo da autora britânica Anne Fine, que nos Estados Unidos levou o nome de Alias Madame Doubtfire e foi publicado em 1987. O filme e o livro têm enredos muito parecidos: depois de um processo confuso de divórcio, que limita seu tempo com a família, um homem se veste como uma velha para trabalhar como babá de seus filhos.

  1. A Escolha Perfeita (Pitch Perfect)

O jornalista e ex-editor da GQ, Mickey Rapkin, passou uma temporada inteira cobrindo as competições de canto à capela das universidades de Tufts, Oregon e Virginia, para seu livro de não-ficção Pitch Perfect: The Quest for Collegiate A Cappella Glory. Kay Cannon adaptou para o cinema e fez um enorme sucesso — o filme arrecadou 113 milhões de dólares em todo o mundo em 2012.

  1. Drive (Drive)

Em 2005, os produtores Marc E. Platt e Adam Siegel adquiriram os direitos de filmagem do livro Drive, de James Sallis pouco depois de Siegel ler uma resenha do romance. Os produtores originalmente queriam que Drive fosse um thriller de ação com Hugh Jackman no papel principal. No entanto, Jackman abandonou o projeto, Ryan Gosling assumiu o papel, e o filme se transformou em um drama de personagens.

  1. Quem quer ser um Milionário (Slumdog Millionaire)

O filme vencedor do Oscar de 2009 foi baseado no livro Q&A do escritor indiano Vikas Swarup, publicado pela primeira vez em 2005. O romance conta a história de um jovem órfão que se tornou muito bem sucedido ao ganhar um programa de jogos na televisão, mas depois foi preso acusado de trapaça.

  1. Psicose (Psycho)

Alfred Hitchcock adquiriu os direitos de filmagem do romance Psycho, de Robert Bloch, por 9,5 mil dólares em 1959. O diretor chegou a comprar todos os exemplares disponíveis no país para manter as surpresas da história escondidas do público em geral.

O site Mental Floss lembra que, embora Psicose seja um dos filmes mais populares de Hitchcock, a Paramount Pictures não queria que o diretor fizesse o filme porque achava que seu material original era censurável e altamente ofensivo. Hitchcock acreditava tanto no roteiro que colocou seu próprio dinheiro para ajudar a financiar Psicose, usou sua equipe de TV do Alfred Hitchcock Presents para fazê-lo e concordou em gravar o filme em preto-e-branco para manter os custos de produção baixos.

  1. Forrest Gump (Forrest Gump)

O romance Forrest Gump, de Winston Groom, não era muito conhecido antes de se tornar o sucesso massivo do filme vencedor do Oscar. Algumas mudanças importantes foram feitas para a versão cinematográfica — no livro, Forrest usa uma linguagem mais rebuscada, e o autor originalmente queria que ele fosse interpretado por John Goodman. Mas certamente o filme premiado ajudou na venda dos livros.

  1. Tubarão (Jaws)

Peter Benchley publicou o livro Jaws em 1974, baseado em eventos aterrorizantes da vida real, ocorridos no início dos anos 1900. Richard D. Zanuck e David Brown, que se tornaram os produtores de Tubarão, leram uma cópia do livro de Peter antes mesmo do lançamento e se adiantaram na compra dos direitos autorais. A dupla estava certa, pois o filme, lançado em 1975, foi um estrondoso sucesso de bilheteria. De acordo com a BBC, o autor Peter Benchley tornou-se depois um ativista pela conservação dos oceanos, motivado pela culpa que sentia por ter criado um estereótipo negativo em relação aos tubarões.

  1. Shrek (Shrek)

Muita gente pensa que a história do monstro Shrek e sua Fiona — e suas muitas e muitas sequências — são uma criação do estúdio de animação DreamWorks. Mas não! O vencedor do primeiro Oscar de Melhor Animação da Academia é baseado no livro ilustrado Shrek de William Steig que conta a história de um terrível ogro que acidentalmente salva uma princesa.

  1. Os Bons Companheiros (Goodfellas)

O gângster clássico é baseado no livro de não-ficção escrito pelo jornalista Nicholas Pillegi, Wiseguy: Life in a Mafia Family, que conta a história de Henry Hill, um informante que foi membro da máfia. De acordo com o site de curiosidades BuzzFeed, o diretor Martin Scorsese acreditava que o livro era o retrato mais honesto de gângsteres na vida real que ele já havia lido.

Read More...

Cinema

Moviecom lança promoção e papais podem entrar de GRAÇA no dia 12

Nesse 12 de agosto, em homenagem ao Dia dos Pais, a Moviecom preparou aquela promoção imperdível que todo mundo ama, não é mesmo??!

A promoção vai funcionar da seguinte forma: no domingo, dia 12/08, todos os papais que apresentarem o seu cartão Moviecom+ na bilheteria entram de GRAÇA no cinema! É isso mesmo!

Vale lembrar que essa é uma promoção não-cumulativa, exclusiva para filmes exibidos no dia 12 de agosto, respeitando a classificação do filme e a lotação da sala. É preciso apresentar o cartão Moviecom+ e a identidade, sempre que solicitado.

Consulte a programação da sua cidade: moviecom.com.br/programacao.

dia dos pais moviecom

O que é o Moviecom+?

Moviecom+ é o cartão do Programa Clube de Vantagens da Moviecom Cinemas, que tem por objetivo oferecer benefícios e vantagens aos clientes participantes.

Quais benefícios eu tenho com o cartão Moviecom+?

O seu cartão Moviecom+ oferece os seguintes benefícios atualmente vigentes e por tempo indeterminado:

– Acúmulo de pontos por compra de ingressos, com a limitação de pontuar em 02 ingressos por sessão para cada cartão.

– Acúmulo de pontos na compra de produtos em geral da bomboniere, com a limitação de acumular 25 pontos por dia para cada cartão.

– Acúmulo de pontos na compra de produtos exclusivos da bomboniere, disponíveis somente para titulares.

– Compra de ingresso com preço especial, com limitação de 1 unidade por sessão.

– Compra de combo de ingresso e pipoca e refrigerante com preço especial, com limitação de 1 unidade por sessão.

– Compra de pacote de ingressos, exclusivo para titulares, quando houver disponibilidade.

– Troca dos pontos por prêmios, previamente estabelecidos na Tabela de Prêmios vigente à época da respectiva troca.

– Acesso a eventos, promoções, e filas especiais, concedidas aos titulares.

Como eu faço para adquirir o cartão Moviecom+?

– Na bilheteria:

a ) Caso já tenha cadastro no site da Moviecom, basta apresentar seu CPF.

b ) Caso ainda não tenha cadastro no site da Moviecom, você deverá apresentar o seu CPF e possuir um e-mail válido.

c ) Em ambas as situações acima você deverá fazer pagamento de taxa única de adesão no valor de R$ 10,00, na própria bilheteria. Somente então o seu cartão será produzido.

Quando e como eu faço para retirar meu cartão Moviecom+?

Após a solicitação e o pagamento da taxa de adesão do cartão na bilheteria, em aproximadamente 30 dias você será notificado por e-mail, informando que seu cartão Moviecom+ já está disponível para ser retirado no complexo Moviecom assinalado em seu cadastro. Para cumprirmos esse prazo de 30 dias dependemos do serviço prestado pelo Correios. Sendo assim, poderá ocorrer atraso.

Read More...