Destaques, Educação

5 dicas para usar a nota do Enem no Sisu

A divulgação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está prevista para sexta-feira, dia 18. Quatro dias depois, na terça-feira, começam as inscrições pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) Neste ano, 129 instituições de ensino superior públicas oferecem 235 mil vagas. E a nota no Enem é o pré-requisito para quem deseja uma dessas vaga.

Com tantas opções, a oportunidade para estudar de graça numa universidade pública pode estar onde menos se espera. Para ajudar o candidato a escolher seu curso e faculdade e elevar a chance de êxito neste processo, a plataforma Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte. Nele, estão reunidos todos os dados que o candidato precisa para avaliar as notas de corte nas instituições, incluindo o comportamento das notas nos últimos processos seletivos, as notas de corte média e mínima no Estado de interesse, assim como a menor nota de corte para o curso pretendido em todo o Brasil. O site também exibe a relação de universidades que oferecem o curso pretendido com a nota de corte em cada campus e turno. 

Por onde começar

Com a nota em mãos, o estudante que pretende estudar numa instituição pública deve seguir o passo a passo abaixo para aumentar a chance de encontrar uma vaga.

  1. Faça uma lista de faculdades do seu interesse, a partir da relação apresentada pela Ferramenta de Nota de Corte. Adote critérios como qualidade do curso, proximidade, facilidade de acesso e o que mais considerar importante.

  2. Verifique a nota de corte de cada uma delas e compare com a nota obtida no Enem.

  3. Divida a lista em dois grupos. No primeiro, liste as faculdades mais desejadas cuja nota de corte está um pouco acima da nota obtida no Enem. No segundo, instituições com nota de corte igual ou inferior.

  4. Durante o período de inscrição no Sisu (22 a 25 de janeiro), preencha o cadastro indicando como primeira opção uma das faculdades do grupo um e como segunda opção uma do grupo dois.

  5. Acompanhe diariamente a variação das notas de corte informada pelo portal do Sisu e ajuste suas escolhas para ter sempre uma faculdade dos sonhos com chance de ingresso na primeira opção e outra com alta probabilidade de aprovação na segunda. Depois é só torcer para ser selecionado.
  6.  

Outros dois simuladores desenvolvidos pelo Quero Bolsa podem ajudar quem não conseguir ingressar no ensino superior via Sisu. São as ferramentas para calcular as notas de corte para obtenção de bolsas pelo Programa Universidade para Todos  (Prouni) e para financiamento estudantil pelo Fies, além da ferramenta de busca por bolsas de estudo na rede privada.

Read More...

Destaques, RN

Governo do RN precisa cortar despesas com pessoal e fazer privatizações, diz Tesouro Nacional

Em relatório enviado ao Rio Grande do Norte, o Tesouro Nacional recomendou que o governo evite aumentos ou até promova corte de despesas com pessoal, além de privatizar empresas estatais (a exemplo da Caern e da Potigás), para que assim, possa melhorar sua capacidade de pagamento.

O “Guia para o Governador“, assinado pelo ministro da economia Paulo Guedes, apresenta a situação do RN em relação às dívidas e metas anuais, as operações de crédito com o governo federal, além da nota sobre capacidade de pagamento.

De acordo com o relatório, o Rio Grande do Norte está com classificação “C” na capacidade de pagamento (Capag), o que dificulta a aquisição de empréstimos com garantias da União, junto aos bancos. O índice é composto por três pontos. Em Endividamento, o RN está com a melhor classificação, a “A”. Entretanto, quanto aos outros dois pontos – poupança corrente e liquidez – o estado obteve classificação “C”.

“O Estado precisa melhorar seus indicadores para melhorar seu rating e, consequentemente, ser elegível para contratar operações de crédito com garantia da União”, mostrou o relatório – afirmando que desde 2017, o estado tenta um empréstimo de R$ 698 milhões com a Caixa Econômica Federal.

Confira as recomendações

  • Suspender novas contratações;
  • Pagar precatórios;
  • Privatizar estatais;
  • Aumentar alíquotas de impostos;
  • Modernizar a máquina arrecadatória;
  • Reduzir incentivos fiscais;
  • Reduzir despesas de pessoal;
  • Reduzir outras despesas correntes;
  • Utilizar receitas oriundas de concessões;
  • Desvincular receitas;
  • Melhorar gestão de caixa;
  • Evitar acúmulo do Restos a Pagar (RAP).

Read More...

Destaques, Processo Seletivo

Prefeitura de Coronel Ezequiel (RN) abre processo seletivo com 121 vagas

A prefeitura de Coronel Ezequiel – município que fica a 141 km de distância da capital do Rio Grande do Norte, divulgou um edital de processo seletivo destinado à contratação temporária de 121 profissionais .

Com jornadas de trabalho de 08 a 40 horas semanais e remunerações entre R$ 200,00R$ 10.000,00, as oportunidades ofertadas são para todos os níveis de escolaridade, conforme lista divulgada abaixo:

Agente Comunitário de Saúde (1); Agente de Endemias (1); Assistente Social (3); Auxiliar de Dentista (3); Auxiliar de Serviços Gerais (15); Coveiro (1); Dentista (2); Educador Físico (1); Enfermeiro (6); Enfermeiro Plantonista (2); Farmacêutico (2); Fisioterapeuta (2); Gari (3); Gestor do Bolsa família (1); Ginecologista (1); Maestro de filarmônica (1); Médico PSF (2); Médico Veterinário (1); Médicos Plantonistas (4); Monitor Social (3); Motorista (9); Nutricionista (2); Operador de Sistema SIA/SUS (1); Orientador Social (1); Professor Auxiliar (3); Professor Pedagogo (19); Psicólogo (3); Técnico Bolsa Família (2); Técnico de Enfermagem (15); Técnico Nível Médio (2); Vigilante (5); Visitador (Programa Criança Feliz) (4).

Inscrições

Os interessados em participar devem se inscrever agora, até o dia 18 de janeiro de 2019, na sede da Secretaria Municipal de Administração do Município de Coronel Ezequiel, situada na Rua João Antunes Sobrinho, nº 165, Centro. O atendimento ocorre das 8h às 13h. As inscrições serão gratuitas.

Como forma de classificar os inscritos será realizada Análise de Currículo e Entrevista, conforme determina o edital de abertura disponível em nosso site para consulta.

Validade

O prazo de validade do presente Processo Seletivo é de 06 (seis) meses, podendo ser prorrogado por igual período, desde que comprovada à necessidade do serviço pela Administração.

Para mais informações, clique aqui e veja a retificação do edital com o novo período de inscrições; agora se pretende ver mais informações do Edital (com formulário de inscrição), clique aqui. Lembrando mais umas vez que as inscrições foram alteradas e segue abertas até o dia 18 de janeiro de 2019.


Se você quer ficar por dentro das novidades de concurso público e processo seletivo no Rio Grande do Norte, participe do nosso grupo no Facebook (clique aqui). Agora, se pretende focar nos estudos com os mais variados materiais para concurso, clique aqui. Quer bolsa de estudo com até 70% de desconto? Clique aqui e saiba mais!

Read More...

Destaques, Política

HRW critica autoritarismo no mundo e cita Bolsonaro

ONG disse que resistência contra autoritarismo tem crescido

(ANSA) – A ONG Human Rights Watch (HRW) divulgou nesta quinta-feira (17) seu relatório anual e apontou o crescimento da oposição e de movimentos de resistência a líderes autoritários. O relatório de 2019 contém 674 páginas e analisa as políticas de direitos humanos em mais de 100 países. O documento destaca que o fenômeno atual não é a onda de autoritarismo no mundo, mas sim, o crescimento da oposição a este autoritarismo. Como exemplo, a ONG citou a pressão para a investigação da morte do jornalista saudita Jamal Khashoggi, assim como as campanhas contra a limpeza étnica dos Rohingyas em Myanmar e a tentativa de encerrar o conflito na República Democrática do Congo.
    “Mesmo nas democracias ocidentais, políticas autocráticas têm sido avançadas por líderes como o italiano Matteo Salvini e o americano Donald Trump”, disse o diretor executivo da Human Rights Watch, Kenneth Roth. “Os populistas que difundem ódio e intolerância estão gerando uma resistência: os excessos do domínio autocrático estão alimentando um contra-ataque”, concluiu. “Hoje, os autocratas tentam minar a democracia e demonizar as minorias vulneráveis para ganharem apoio popular”, criticou o relatório da ONG.
    Brasil – No capítulo sobre o Brasil no relatório, a ONG, além de citar Bolsonaro como um líder autoritário, aponta que o Brasil enfrenta uma superlotação do sistema carcerário e uma epidemia de violência doméstica. “Isso não pode reduzir o problema. O novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, é o último exemplo autoritário. Bolsonaro se une a uma série de figuras como o turco Erdogan, o egípcio Al Sisi, o filipino Duterte, o húngaro Orban, o russo Putin e o chinês Xi Jinping”, disse Kenneth Roth.
    De acordo com a Human Rights, 842 mil pessoas estavam presas no Brasil em dezembro de 2018, apesar do sistema carcerário ter capacidade para apenas metade. Sobre a violência doméstica, a ONG elogiou a Lei Maria da Penha, porém apontou falhar no sistema, principalmente no atendimento às vítimas, com delegacias especializadas em número insuficiente para toda a população feminina. “Lamentavelmente, podemos dizer que, no Brasil, há uma epidemia de violência doméstica, que não é suficientemente abordada, protegida, atendida pela parte do Estado”, afirmou José Miguel Vivanco, diretor para a divisão das Américas da Human Rights Watch.
    O número de assassinatos também chamou a atenção da ONG. Em 2017, o número de homicídios bateu recorde: 64 mil. Porém, apenas 12 mil foram denunciados pelo Ministério Público.

Read More...

Destaques, RN

Familiares de detento assassinado em presídio do RN irão receber R$ 100 mil de indenização

A mãe e o filho de um detento assassinado em 2017 no interior da Penitenciária Estadual do Seridó, durante uma rebelião, serão indenizados pelo Estado do Rio Grande do Norte com a quantia de R$ 50 mil cada um, acrescidos de juros e atualização monetária. Os valores a serem pagos aos familiares da vítima são a título de danos morais e foram determinados pelo juiz Ricardo Antônio Cabral Fagundes, da 2ª Vara da Comarca de Currais Novos.

A mãe e o filho do detento moveram Ação de Indenização por Danos Morais contra o Estado afirmando serem, respectivamente, familiares de Matheus Murilo da Silva, que foi assassinado durante uma rebelião ocorrida em janeiro de 2017 na Penitenciária Estadual do Seridó, vulgo Pereirão, localizada em Caicó.

O estado do Rio Grande do Norte alegou ausência de culpa dele, por motivo de “tratar-se de comportamento omissivo da administração. Requereu, de forma subsidiária, que atente-se para o valor da fixação de danos morais”.

O magistrado esclarece que deu razão aos autores na alegação da ocorrência de dano moral.

“Ora, o detento fora morto em rebelião por ação perfuro-contundente causada por disparos de projéteis de arma de fogo enquanto estava sob a guarda do estado. Não há como não dizer que a perda de um filho e de um pai, nas tais circunstâncias, não causa a quem por isso passou sentimentos de profundo luto, de profunda dor, de profunda perda. Logo, evidenciada está a ofensa aos direitos da personalidade”, assinalou.

O juiz considerou considerou que a culpa ficou estabelecida. “Ora, o detento estava sob a guarda do Estado, visto que se encontrava cumprindo pena em regime fechado dentro de estabelecimento prisional público pertencente à rede carcerária do Rio Grande do Norte”, esclareceu.

E completou: “Em casos como este, entendo que a omissão do estado resulta de culpa porque é de seu dever adotar condutas preventivas a rebeliões, através de fiscalizações, revistas a celas e outras medidas necessárias à prevenção de acontecimentos desta gravidade. Logo, ante a culpa do estado presente na sua omissão que resultou na morte de Matheus Murilo da Silva e o abalo psíquico de tal omissão decorrente causado às partes requerentes, evidenciado também está o nexo de causalidade. Eis o dano moral”.

Read More...