Destaques, Loterias

Resultado da Mega Sena concurso 2190: prêmio de R$ 38 milhões

A Caixa Econômica Federal (CEF) realizou neste sábado, dia 21 de setembro, o sorteio da Mega Sena concurso 2190 no Espaço Caixa Loterias em São Paulo (SP). Confira abaixo o rateio completo.

  • A Mega Sena paga milhões para o acertador dos 6 números sorteados.
  • Ainda é possível ganhar prêmios ao acertar 4 ou 5 números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas
  • Para apostar, você deve marcar de 6 a 15 números do volante.
  • Os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados.
  • A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50.

Resultado da Mega Sena 2190

05 – 09 – 20 – 25 – 35 – 53

Como não houve ganhador na faixa principal, o prêmio da Mega Sena acumulou e promete pagar o valor de R$ 44 milhões no concurso 2191.

Premiação

Sena – 6 números acertados
Não houve acertador

Quina – 5 números acertados
94 apostas ganhadoras, R$ 29.098,66

Quadra – 4 números acertados
6835 apostas ganhadoras, R$ 571,69

Detalhamento

xxxx

Arrecadação total

R$ 47.442.475,50

resultado Mega Sena
Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

Recebimento de prêmios

Você pode receber seu prêmio em qualquer casa lotérica credenciada ou nas agências da Caixa. Caso o prêmio líquido seja superior a R$ 1.332,78 (bruto de R$ 1.903,98) o pagamento pode ser realizado somente nas agências da Caixa. Valores iguais ou acima de R$ 10.000,00 são pagos após 2 dias de sua apresentação na agência da Caixa.

Acumulação

Não havendo acertador em qualquer faixa, o valor acumula para o concurso seguinte, na respectiva faixa de premiação. Não deixe de conferir o seu bilhete de aposta.

Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao tesouro nacional para aplicação no FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.

Read More...

Agenda Cultural, Destaques

Sete shows gratuitos embalam a Meia Maratona do Sol

As famílias natalenses são as principais convidadas para aproveitar a programação de rua que o projeto Rota Musical prepara para este sábado (21), durante a Meia Maratona do Sol. Será uma mistura perfeita entre esporte e cultura com as sete atrações que compõem a iniciativa, divididas em sete palcos montados ao longo do percurso da corrida, que larga da Arena das Dunas, a partir das 16h. Todas as apresentações são de bandas e artistas locais. Além de embalar os atletas da corrida, a programação é aberta e gratuita.

Cada palco será identificado com nomes que caracterizam o Rio Grande do Norte. De acordo com Chirley Dantas, organizadora do Rota Musical, será uma oportunidade para quem estiver pela cidade curtir o som dos artistas locais. “Nosso principal objetivo é que as pessoas encarem o Rota Musical como uma boa alternativa para sair de casa, curtir a música potiguar e ter um dia especial de esporte e cultura. Não é apenas para os corredores, mas para toda a população. Basta escolher um estilo musical e ir aproveitar”, explica.

As atrações estarão espalhadas da seguinte forma: na saída do estádio, o palco Arena das Dunas recebe Raffa Ferraz que canta os sucessos do momento; após o túnel da UFRN, o palco Potengi alegra os corredores com o rock da banda Os Monstros; já depois da volta dos 21km da Meia do Sol, terá Faya Soul no palco Via Costeira com reegae, pop e soul; e, colado no retorno dos 10km da corrida, na Av. Roberto Freire, o palco Rota do Sol traz o samba de Nulance.

Ainda na programação, a tradicional banda de rock potiguar Moby Dick embala os atletas no palco Parque das Dunas, que será montado no acesso da UFRN por Ponta Negra; já na rotatória da UFRN, o axé e a irreverencia da Gota Elétrica dá o gás para a reta final da corrida de rua; e, no palco Canto do Mangue, que ficará na marginal da BR 101, a banda Fuxico de Feira canta toda tradição da música nordestina para finalizar bem a programação do Rota.

O projeto Rota Musical tem assinatura da Crion Eventos e conta com o patrocínio da Arena das Dunas, por meio da lei de incentivo à cultura Djalma Maranhão da Prefeitura do Natal. As novidades da programação podem ser conferidas no site www.projetorotamusical.com.br e nas redes sociais, acessadas por meio do @projetorotamusical.

Foto: Dronando Filmes

Read More...

Destaques, RN

Primavera tem previsão de temperatura elevada no RN

A estação da primavera de 2019 no Hemisfério Sul do planeta começa no próximo domingo (22), às 04h50 e termina no dia 21 de dezembro às 8h02, quando começa o verão. De acordo com a Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), a primavera representa o início do período mais quente no Hemisfério Sul, onde os dias ficarão mais longos do que as noites, as temperaturas aumentarão e o vento na costa leste do Nordeste tende a diminuir com o “enfraquecimento do centro de Alta Pressão do Atlântico Sul”. Quanto às chuvas, a estação é a mais seca do ano. Os valores são baixos tanto no litoral como no interior.

O meteorologista Gilmar Bristot, destaca que “no início da primavera, as condições climáticas não terão mudanças significativas aqui no Rio Grande do Norte, pois em todas as regiões, a variável que define o clima, a chuva, praticamente estará ausente, uma vez, que esta época do ano é de estiagem. As temperaturas máximas e mínimas irão aumentando com o passar dos dias até atingirem os maiores valores durante o mês de outubro. Ao contrário, a umidade relativa do ar, nas regiões do interior, apresentarão os menores valores, em média abaixo de 50%, atingindo concentrações ainda menores em determinados horários do dia, por exemplo no período da tarde, onde a temperatura atinge valores máximos e a umidade do ar valores mínimos”.

No aspecto global, segundo Bristot, quando se analisa a presença de algum fenômeno climático ou meteorológico que possa ocasionar alguma mudança no comportamento do clima, evidencia-se o início do resfriamento do Oceano Pacífico Tropical, significando que a estação de primavera irá ocorrer sob condições normais na circulação atmosférica dos ventos. Para o natalense, isso significa que as temperaturas não serão muito acima do normal, variando entre 29ºC a 31ºC. Para o interior potiguar não implicará em alterações significativas.

Nessa época evidencia-se claramente o comportamento do clima semiárido que predomina na região, isto é: muito quente e seco durante o dia e temperaturas mais amenas durante a noite. Quanto ao comportamento do Oceano Pacífico, está na transição da fase quente da oscilação sul (El Niño) para uma fase mais fria, e para a primavera (próximos três meses), predominará uma condição de neutralidade no Oceano Pacífico Equatorial.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

PM é executado a tiros na Grande Natal

O sargento da Polícia Militar do RN, Adailton Cristiano Silva, lotado no 11° Batalhão da Polícia Militar, foi covardemente executado a tiros na noite desta sexta-feira (20). De acordo com a PM, o sargento foi morto assim que os criminosos perceberam que ele era policial. Adailton deixa cinco filhos.

O crime aconteceu na região de Cana Brava, em Macaíba – próximo da comunidade do Córrego, em Vera Cruz. Locais são interligados e pertencem a região da Grande Natal.

Durante seu percurso para casa, o PM foi surpreendido por, pelo menos, três vagabundos armados. Ao perceberem que se tratava de um policial, os marginais mandaram o sargento ajoelhar e atiraram na cabeça dele. O carro da vítima não foi levado pelos criminosos.

Sargento Adailton Cristiano Silva

Um homem foi preso durante diligências da PM na caça aos bandidos envolvidos na morte de Cristiano. O vagabundo confessou participação, mas nega ter atirado no policial. Ele revelou os nomes e endereços dos comparsas. Agora, é questão de tempo para que os outros tenham o destino merecido.

Read More...

Destaques, Saúde

Tecnologia analisa risco de um paciente morrer de doença cardíaca em apenas 15 minutos

Uma equipe de cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos EUA, criou um sistema chamado RiskCardio. A nova ferramenta usa a inteligência artificial (IA) para medir o risco de um paciente morrer de doença cardíaca.

A tecnologia foi desenvolvida para pacientes com Síndrome Coronária Aguda (SCA), que abrange uma variedade de condições que reduzem subitamente o fluxo sanguíneo para o coração.

O RiskCardio analisa em apenas 15 minutos o “sinal bruto do eletrocardiograma (ECG)” de um paciente, que registra o ritmo cardíaco e a atividade elétrica. Em seguida, ele recorre a uma amostra de dados de ECG para classificar esse paciente em particular em uma ‘categoria de risco’. A tecnologia então prevê o risco de morte entre os próximos 30 dias a um ano.

Os cientistas acreditam que o RiskCardio poderia ajudar os médicos a avaliar rapidamente o melhor tratamento para um paciente com SCA com base no risco de morte. “A tecnologia funciona separando o sinal de ECG do paciente em conjuntos de batidas consecutivas”, disseram os cientistas. A variabilidade entre batimentos adjacentes sugere o risco.

O estudo

O RiskCardio foi ‘treinado’ usando dados de um estudo de pacientes com SCA. Para colocar a tecnologia em funcionamento, a equipe primeiro separou os sinais de cada um desses pacientes em uma coleção de batimentos cardíacos adjacentes. 

Foto: by Jan Alexander from Pixabay

Cada conjunto de batidas recebeu um ‘rótulo’, isto é, se o paciente morreu ou não. Os cientistas treinaram a tecnologia para classificar os batimentos cardíacos de pacientes que morreram como “arriscados” e os batimentos daqueles que sobreviveram como “normais”.

Quando apresentado a um novo paciente, o RiskCardio cria uma pontuação de risco, analisando como o conjunto de batimentos cardíacos se compara aos do paciente no estudo anterior.

“Usando apenas os primeiros 15 minutos do sinal de ECG bruto de um paciente, a ferramenta produz uma pontuação que coloca os pacientes em diferentes categorias de risco”, escreveram os cientistas.  

O RiskCardio foi posto à prova em cerca de 1.250 pessoas com SCA. Ele previu que 28 desses pacientes morreriam dentro de um ano. Não está claro o quão exata essa estimativa foi.

Verificou-se que os pacientes do grupo ‘alto risco’ eram sete vezes mais propensos a morrer do que aqueles que eram considerados de baixo risco.

Isso é comparado às ‘métricas de risco existentes mais comuns’, que consideram os pacientes de alto risco três vezes mais propensos a morrer do que os de baixo risco. 

Os resultados foram apresentados na íntegra na Machine Learning for Healthcare Conference da Universidade de Michigan. 

Os pesquisadores acreditam que o RiskCardio poderia ajudar os médicos a avaliar rapidamente o melhor tratamento para um paciente com SCA se eles chegassem a um hospital.

Atualmente, eles precisam “usar dados médicos e testes demorados” para estimar o risco de morte de um paciente e depois escolher o melhor tratamento, disseram eles. 

Com informações do Daily Mail.

Read More...