Destaques, RN

Fórum “Sistema FIERN Caminhos do RN” receberá candidatos ao governo

O Sistema FIERN vai realizar de 20 a 22 (segunda, terça e quarta-feira desta semana), na Casa da Indústria, o Fórum Caminhos do RN, evento no qual os candidatos ao governo do Rio Grande do Norte poderão apresentar suas ideias e planos. O evento segue a mesma metodologia do Fórum Caminhos do Brasil, que recebeu os candidatos à presidência da República.

No dia 20 participarão os candidatos Fátima Bezerra (PT) e Breno Queiroga (Solidariedade). No dia 21 será a vez de Robinson Faria (PSD), Dário Barbosa (PSTU), e Carlos Alberto (PSOL). E por último (22), o Fórum recebe os candidatos Freitas Júnior (Rede Sustentabilidade) e Carlos Eduardo (PDT).

Os candidatos ao governo poderão, assim como os presidenciáveis, apresentar suas ideias e propostas para os industriais convidados e para todos os participantes inscritos no Fórum que já está com as inscrições abertas pelo telefone (84) 32046273.

Confira os horários das apresentações por candidato:

DIA 20/08/2018
Fátima Bezerra – 10 horas
Breno Queiroga – 15 horas

21/08/2018
Dário Barbosa – 8 horas
Carlos Alberto – 10 horas
Robinson Faria – 14 horas

22/08/2018
Heró Bezerra – 8 horas
Freitas Júnior – 10 horas
Carlos Eduardo – 15 horas

Conheça abaixo os detalhes dos candidatos que participarão:

Brenno Queiroga (Solidariedade)

O engenheiro de 37 anos é ex-prefeito do município de Olho D’água do Borges, a 324 quilômetros de Natal. Ele é candidato pela coligação “Renova RN”, que conta com a participação de seis partidos (Solidariedade / PV / DC / PSC / PSL / Patriotas). Brenno tem como vice o delegado da Polícia Civil Sérgio Leocádio. Ele declarou como patrimônio um total de R$ 975.000. Os candidatos ao Senado são a ex-atleta olímpica Magnólia Figueiredo (Solidariedade) e o advogado Joanilson de Paula Rêgo (DC). Esta é sua primeira candidatura ao Governo do Estado.

Carlos Eduardo Alves (PDT)

O advogado de 59 anos é ex-prefeito de Natal e candidato ao Governo pela coligação “100% RN”. Esse grupo é composto por cinco partidos (PDT / PP / MDB / PODE / DEM). Seu vice é o publicitário Kadu Ciarlini, filho da prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP). Ele declarou à Justiça eleitoral R$ 3.522.502,89 em bens. Tem como candidatos ao Senado o senador Garibaldi Alves Filho (MDB) e o deputado federal Antônio Jácome (Podemos). Esta é sua segunda candidatura ao Governo.

Dário Barbosa (PSTU)

Professor do ensino fundamental, tem 65 anos e é presidente do diretório estadual do PSTU no Rio Grande do Norte. A candidatura não conta com apoio de outros partidos e seu vice é a também professora do ensino fundamental Socorro Ribeiro (PSTU). Ele declarou à Justiça eleitoral um total de R$ 215 mil. Ele tem como candidatos ao senador a professora Ana Célia e o servidor público João Morais. Ele já foi candidato ao governo do Estado três vezes.

Fátima Bezerra (PT)

Professora, 63 anos, Fátima Bezerra é atualmente senadora pelo Rio Grande do Norte e nesta eleição é apoiada pela coligação “Do lado certo”. Participam deste grupo três partidos (PT / PHS / PCdoB). Tem como candidato a vice-governador o advogado Antenor Roberto (PCdoB). A senadora tem R$ 807.668,42 em bens declarados á Justiça Eleitoral. Seus candidatos ao Senado são a deputada federal Zenaide Bezerra (PHS) e o médico Alexandre Motta (PT). Esta é sua primeira candidatura ao Governo.

Freitas Júnior (Rede Sustentabilidade)

Servidor público, 30 anos, Francisco Raimundo de Freitas já foi candidato pela Rede à Prefeitura de Natal em 2016. Sua declaração de bens à Justiça Eleitoral soma um total de R$ 1.103,20. É um dos candidatos que disputa a eleição sem contar com apoio de outros partidos. Como candidatos ao Senador, ele terá a seu lado o capitão da Polícia Militar Styvenson Valentim e o guarda municipal João Napoleão. Esta é sua primeira candidatura ao Governo do Estado.

Heró Bezerra (PRTB)

Bispo evangélico, 42 anos, Heró já foi candidato a prefeito de Mossoró e a vereador em Natal. Tem como candidatos ao Senado o também bispo Levi Costa (PRTB) e o advogado Jurandir Marinho (PRTB), que é ex-prefeito de Canguaretama. É a primeira vez que ele concorre ao Executivo estadual e nada consta na sua declaração de bens.

Professor Carlos Alberto (PSOL)

Professor universitário de 50 anos, já foi candidato a vice-prefeito (2012) e a deputado federal (2014). Sua candidatura é isolada e ele tem como vice a servidora pública Cida Dantas (PSOL). O professor também é empresário do ramo da alimentação e possui um total de R$ 4.922.716,02 em bens declarados á Justiça Eleitoral. Tem como candidatos ao Senador o professor Laílson Gurgel e a professora Telma Gurgel. Esta é sua primeira disputa pelo cargo de Governador.

Robinson Faria (PSD)

Advogado de 59 anos, Robinson é o atual governador do Rio Grande do Norte. Sua coligação foi batizada de “Trabalho e Superação” e é a maior desta eleição, com 12 partidos (PRB / PTB / PR / PPS / PMB / PTC / PSB / PRP / PSDB / PSD / AVANTE / PROS). Tem como candidato a vice-governador o empresário Tião Couto (PR) e é o único que possui apenas um candidato ao Senado, o ex-senador Geraldo Melo (PSDB). Ele também é o que possui maior patrimônio declarado ao TRE: R$ 10.586.005,00. Robinson Faria tenta a reeleição após ter conquistado o cargo em 2014.

Read More...

Brasil

No país, ocorrem, em média, 700 mil acidentes de trabalho por ano

O Observatório constou que foram registradas 574 mil comunicações de acidentes de trabalho no último ano. Em 2016, foram 585 mil, cerca de 2,8% a mais do que o ano seguinte. Apesar da queda, os dados são contestados por quem vive o dia a dia da Segurança do Trabalho. “Muitos casos de acidentes no trabalho não são divulgados. Se formos analisar com mais cuidado, é possível ver que esses acidentes são bem comuns”, pondera Emília Fernandes, técnica em Segurança do Trabalho.

Proporcionar um ambiente de trabalho saudável fisicamente e mentalmente é um dos desafios dos gestores, mas com o investimento em profissionais especializados é possível amenizar ainda mais essas estatísticas e promover a qualidade de vida nas instituições. “Onde existe trabalho, existe a necessidade de um especialista em Segurança do Trabalho”, defende Fernandes.

Os benefícios da redução do número de acidentes dentro de uma empresa são muitos. Acidentes de trabalho já geraram um custo de R$ 26 bilhões para a Previdência, que foram gastos com benefícios acidentários, como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, pensão por morte e auxílio- acidente, concedidos no período de seis anos, sem considerar o estoque de anos anteriores pagos no mesmo intervalo.

No estado de São Paulo, foi registrado o pagamento de mais de 436 mil auxílios-doença por acidente do trabalho no período. O impacto previdenciário dos afastamentos da localidade alcançou a marca de R$ 4 bilhões, com a perda de mais de 70 milhões de dias de trabalho. Porém, o estado também apresentou dados positivos em relação a diminuição de acidentes de trabalho. Em 2012, foram 616 acidentes de trabalho com morte. Já em 2017, esse número caiu para 447, uma queda de 27,4%.

Segundo o artigo 19 da Lei nº 8.213/91, que diz respeito aos acidentes de trabalho, a principal responsabilidade das empresas é oferecer um ambiente seguro aos seus funcionários. Com o intuito de estar dentro das normas, algumas empresas oferecem um treinamento admissional apropriado para cada função que será exercida dentro da instituição. Segundo as leis trabalhistas brasileiras, não existe um prazo estabelecido sobre quanto tempo deve durar esse treinamento de funcionários.

A Kubo Engenharia é um exemplo de empresa que se preocupa com a segurança dos seus colaboradores. Desde sua fundação que a segurança do trabalho faz parte da rotina da instituição, que está há mais de mil dias sem registro de ocorrência. “A nossa meta é zero acidente”, assegurou Isabelli Vieira, gerente de Sistema Integrado de Gestão da Kubo.  Segundo ela, a empresa possui um política de gestão que se preocupa em cumprir objetivos estabelecidos de segurança, qualidade e meio ambiente. “Visamos a prevenção da saúde e segurança dos colaboradores e da sociedade, prevenção dos riscos ambientais e da poluição, melhoria contínua da empresa, qualidade nos serviços realizados e atendimento a legislação vigente”, destaca.

A Kubo Engenharia também tem a preocupação de alertar os seus funcionários sobre os cuidados que eles precisam ter na hora de executar alguma atividade. “Informamos aos trabalhadores os meios de prevenção, com treinamentos, diálogos e informativos. Além disso, fazemos um acompanhamento das atividades realizadas por uma equipe de profissionais de segurança em cada obra que executamos”, acrescenta Vieira.

Read More...

Brasil

Jornalismo de Dados ajuda a combater a corrupção

Você pode até não saber mas, desde 2012, com a Lei de Acesso à Informação (LAI), todo órgão público tem a obrigação de ceder ou facilitar o acesso às informações solicitadas pelos cidadãos, desde que elas não sejam sigilosas. A LAI tem como princípio básico promover a transparência na gestão pública, munindo os brasileiros com dados que auxiliam no combate à corrupção.

Falecido no último domingo (12), Cláudio Weber Abramo foi pioneiro no jornalismo de dados no Brasil e exerceu papel fundamental para que a LAI fosse sancionada, criando projetos que pressionavam o governo a ser mais transparente. Abramo era vice-diretor da Transparência Brasil, entidade que tem como frente a luta anticorrupção.  “O papel do Cláudio era muito importante porque ele criava ferramentas para que a gente conseguisse extrair valor das bases de dados”, comenta Daniel Bramatti, presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

Dados e Jornalismo de Dados o que são?

“Dados são formas da gente representar uma informação. Esses dados podem estar estruturados ou não. Estruturados eles estariam se estivessem em uma planilha que fosse fácil de se fazer contas e manipulá-los”, explica o programador Álvaro Justen, membro da Escola de Dados, que promove capacitações sobre o manuseio de dados.

Com a Lei de Acesso à Informação, os órgãos públicos devem disponibilizar dados abertos para a população que, a partir disso, poderá cumprir o seu papel democrático de fiscalização dos bens públicos. “Quando o cidadão consegue determinadas informações, ele pode verificar se está tudo dentro dos conformes e, eventualmente, criar denúncias”, diz Álvaro que, em conjunto com outros programadores, criou o Brasil.IO, um repositório de dados públicos disponibilizados em formato acessível para a população.

E onde entra o jornalismo? O jornalismo de dados usa como matéria-prima os dados, principalmente públicos, extraído de grande bases (big data) ou mesmo de documentos, organizando essas informações em infográficos, por exemplo, com o intuito de ampliar a transparência pública. Na prática, o jornalismo de dados atua como intermediário entre a sociedade e os dados difíceis de compreensão.

Em ano de pleito eleitoral, a discussão e fortalecimento do jornalismo de dados é ainda mais importante. “Eu acredito que a partir do momento em que se torna as contas públicas mais abertas, a própria sociedade consegue se apropriar do que é a vida pública”, avalia o jornalista Yuri Almeida, mestre em Comunicação e Cultura pela (UFBA) e fundador do LabCaos, plataforma que une jornalismo e dados. “Me parece que é uma grande caixa preta a conta pública. Muitas vezes, a sociedade não consegue compreender esses montantes, ai o jornalismo de dados com uma narrativa consegue traduzir o que são esses dados”, finaliza Yuri.

Read More...

Destaques, RN

MPRN denuncia Nelter Queiroz por informações falsas sobre servidora “fantasma”

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através do procurador-geral, denunciou à Justiça potiguar o deputado estadual Nelter Queiroz pela prática dos crimes de estelionato contra a fazenda pública e falsidade ideológica. Entre 24 de julho de 2007 e 16 de março de 2016, o parlamentar inseriu informações falsas em documentação sobre a frequência de uma servidora “fantasma” da Assembleia Legislativa (ALRN).

“Com o ato, o denunciado obteve vantagem ilícita em favor de Kadydja Rosely Varela da Fonseca e em prejuízo ao Rio Grande do Norte”, diz o MPRN, além de pedir que a Justiça receba a denúncia e determine o sequestro e perdimento dos bens do denunciado – com arbitramento do dano mínimo, a ser revertido em favor do Estado no montante de R$ 1.018.825,71, devidamente atualizados com juros e correção monetária.

O valor corresponde ao que a servidora recebeu sem trabalhar no período mencionado, com a permissão do deputado, que era seu chefe imediato. Ou seja, “Nelter Queiroz foi o responsável pela manutenção de Kadydja Rosely na relação de pagamento da casa legislativa, para o recebimento de remuneração sem que existisse qualquer contraprestação, uma vez que a servidora estava morando em Foz do Iguaçu”, informa o MP.

O Ministério Público ainda ressalta que era do inteiro conhecimento do denunciado a condição de “fantasma” de Kadydja, pois a servidora era lotada em seu gabinete. “A gravidade da conduta evidencia-se quando o deputado, em documento anexado aos autos, informou que a servidora cumpria expediente regular no setor de lotação”.

Inclusive, ambos já tiveram a indisponibilidade de bens decretada pela Justiça e são réus em uma ação civil pública que pede a responsabilização dos dois pelos atos de improbidade administrativa.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Acusada de participar da quadrilha que matou PM, estudante de Direito é presa em Caraúbas

A estudante de Direito Grécia Teodora Gurgel de Medeiros, de 21 anos, foi presa neste domingo (19) em Caraúbas, região Oeste do Rio Grande do Norte, suspeita de fazer parte da quadrilha que executou a tiros o policial militar Ildônio José da Silva, de 43 anos. Segundo a Polícia Civil, a mulher seguia no mesmo ônibus de universitários onde estava o soldado e teria repassado informações para o namorado, que era um dos assaltantes.

O ônibus levava estudantes universitários de Caraúbas para Mossoró, no final da tarde de quinta-feira (16), quando foi interceptado na RN-117, entre Caraúbas e Governador Dix-sept Rosado. Ao perceber ao número de criminosos, o policial escondeu sua arma dentro do veículo, porém os assaltantes invadiram o ônibus, retiraram o soldado de lá e o executaram com tiros na cabeça.

Segundo o delegado Sandro Régis, da Delegacia Regional de Patu, a mulher era uma informante da quadrilha e avisou ao namorado que havia um policial armado dentro do veículo, apontando inclusive características dele. “Tanto que eles entraram no ônibus e foram direto sobre o policial”, ressalta o delegado.

Grécia Teodora Gurgel de Medeiros morte de pm em caraúbas

A Justiça já havia expedido um mandado de prisão preventiva contra a estudante na sexta-feira (17), porque, em depoimento, um adolescente apreendido apontou a relação dela com o grupo. Testemunhas também teriam afirmado à policia que ela era namorada de um dos presos. Outro fator que chamou a atenção dos investigadores, segundo o delegado, é que ela foi a única passageira que não teve os bens roubados.

Considerada foragida desde a expedição do mandado, a jovem foi encontrada neste domingo (19) na casa de sua avó em Caraúbas. Conforme o delegado, após os procedimentos na delegacia, ela seria encaminhada para a ala feminina da Cadeia Pública Mário Negócio, em Mossoró.

Com a prisão da mulher, chega a seis o número de pessoas detidas pela polícia, sob suspeita de participação no crime. Segundo o delegado Sandro Régis, outros cinco suspeitos ainda são procurados.

Read More...