DNIT divulga cronograma de interdições no gancho de Igapó para obras

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) inicia esta semana, em Natal, a terceira etapa de obras do Complexo Viário do Gancho de Igapó, empreendimento rodoviário fundamental para a melhoria da mobilidade urbana na região metropolitana da capital potiguar. Quando concluído, o Complexo Viário vai reduzir o tempo de deslocamento daqueles que utilizam a rodovia, especialmente dos bairros da Zona Norte de Natal e dos que moram nos municípios de São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim.

Nesta terceira fase de obras, será construído o viaduto sobre as rodovias BR-101 e BR-406, conhecida como Avenida Tomaz Landim e, por essa razão, já houve alteração no tráfego desde a manhã desta quinta-feira (20). As ruas Henrique Dias e Ponte Nova viraram mão única no sentido Centro/Aeroporto. Da mesma forma, as ruas Vivaldo Pereira e Santa Luzia também operam em mão única no sentido Aeroporto/Centro. Já para os carros que seguem do Aeroporto em direção a São Gonçalo do Amarante, o tráfego está sendo feito pela Rua Criciúma, também em sentido único.

A construção do viaduto principal começará no dia 5 de março, numa quinta-feira, quando o tráfego na avenida Tomaz Landim será permitido apenas para o transporte público coletivo e veículos oficiais. Concluído o viaduto, será iniciada a quarta etapa de obras, que prevê a construção de um túnel em “Y”, interligando a Av. das Fronteiras com a RN-160 e a BR 101/Norte. A previsão é de que a terceira e quarta etapas de obras sejam concluídas em 24 meses.

O Complexo Viário do Gancho de Igapó, que vai operar em três níveis distintos, substitui uma rotatória, cuja capacidade estava esgotada, e vai possibilitar aos veículos a realização de todas as conversões, sem a necessidade de semáforo. O valor do investimento do DNIT no Complexo Viário é de aproximadamente R$ 60 milhões, incluindo custos com desapropriação, execução e supervisão de obras, além supervisão Ambiental.

DNIT dá início à nova etapa de obras no Gancho de Igapó

Obras

A construção do Complexo Viário do Gancho de Igapó teve início com a Ordem de Serviço expedida em junho/2016, a partir da qual foram realizadas as desapropriações, supressões vegetais, pavimentação/sinalização dos desvios de tráfego e relocação de interferências. A segunda etapa consistiu na pavimentação de trechos das vias marginais, demolições dos imóveis e remoção de entulhos, bem como a realocação das redes das concessionárias prestadoras de serviços públicos. Agora, tem início a terceira fase.

Interdições necessárias

Para a terceira fase de obras do Complexo Viário do Gancho de Igapó será necessário o bloqueio da via principal. A interdição será restrita à rodovia federal BR-406/RN, trecho coincidente com a BR-101/RN; todavia, algumas vias municipais terão a direção alterada e servirão como desvio de tráfego, necessário para a execução dos serviços e para garantir a trafegabilidade e segurança dos usuários.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.