Richard Donner, diretor de Superman, Máquina Mortífera e Os Goonies morre aos 91 anos

Richard Donner, diretor de Superman, Máquina Mortífera e Os Goonies morre aos 91 anos

O diretor e produtor Richard Donner, mais conhecido por dirigir a série de filmes “Máquina Mortífera“, “Os Goonies” e o filme original do “Superman“, morreu nesta segunda-feira, 5 de julho. Ele tinha 91 anos.

A produtora de Donner confirmou a notícia de sua morte à revista Variety, embora a causa não tenha sido revelada.

Embora não seja seu primeiro grande filme, sua grande oportunidade veio com “A Profecia”, de 1976, estrelado por Gregory Peck e Lee Remick. Depois disso, ele trouxe sua habilidade para o primeiro “Superman”. Ele também se ramificou na produção (“Free Willy“, “Os Garotos Perdidos“), geralmente com sua esposa Lauren Shuler Donner – ele foi produtor executivo do enorme sucesso de 2000 “X-Men” e mais tarde da prequela “X-Men Origens: Wolverine“. Mas sua carreira foi destacada pela série “Máquina Mortífera”, estrelada por Mel Gibson e Danny Glover, que o elevou ao posto de melhores diretores, gerando mais de um bilhão de dólares em bilheteria.

Richard Donner diretor de Superman Máquina Mortífera e Os Goonies morre aos 91 anos

Richard Donald Schwartzberg nasceu em dia 24 de abril de 1930 no Bronx (Nova York), estudou no Parker Junior College e depois na NYU, onde se formou em negócios e teatro. Donner, que começou sua carreira do outro lado da câmera – como ator, logo se formou em direção de televisão, aprimorando sua arte por meio do trabalho em séries como “Wanted: Dead or Alive”, “The Twilight Zone”, “The Man Do UNCLE ”e“ O Fugitivo ”.

Ele estudou atuação com David Alexander e Dort Clark e trabalhou regularmente, principalmente off-Broadway no início dos anos 50. Enquanto aparecia na produção de televisão de Martin Ritt de “Of Human Bondage”, Donner seguiu o conselho do diretor a sério. “Marty me disse que eu nunca conseguiria ser ator porque não podia seguir uma direção”, disse ele uma vez ao THR, “mas achou que eu poderia me dar bem em outro ofício e me ofereceu um emprego como seu assistente”.

Donner então se relacionou com o documentarista George Blake, começando como seu motorista e, eventualmente, trabalhando seu caminho até a direção de documentários, filmes industriais e comerciais.

Após a morte de Blake, Donner mudou-se para Los Angeles, onde começou a dirigir para a televisão em 1959 com a série de faroeste de Steve McQueen “Wanted: Dead or Alive”. Posteriormente, ele dirigiu episódios de “Perry Mason”, “Route 66”, “The Fugitive”, “The Man From UNCLE”, “Get Smart”, “The Six Million Dollar Man”, “Kojak” e “The Streets of San Francisco”. Ele fez alguns de seus trabalhos mais memoráveis ​​para a TV para Rod Serling em “The Twilight Zone”, especialmente o episódio de 1963 “Nightmare at 20,000 Feet”, estrelado por William Shatner.

Donner também trabalhou para a empresa de animação Hanna-Barbera, dirigindo vários episódios de “Danger Island”, parte da série infantil “The Banana Splits”, onde seu trabalho de câmera portátil se destacou.

Em 1961, dirigiu seu primeiro filme, o de baixo orçamento “X-15”, estrelado por Charles Bronson. Ele também dirigiu alguns filmes britânicos, “Salt and Pepper” e “Twinky” (também conhecido como “Lola”) na década de 1960, bem como “Child Bride” de 1969.

Ele deixa Shuler Donner, com quem se casou em 1986.

Quer receber as principais notícias do Dinastia Nerd no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael Nicácio

Rafael Nicácio

Co-fundador e redator do Dinastia, é um dos responsáveis pela administração do site. Conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal do RN. Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, também administra a página oportaln10.com.br.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.