Deadpool Vs Carnificina, quem ganhou o sangrento duelo?

Deadpool Vs Carnificina, quem ganhou o sangrento duelo?

Maníaco homicida, selvagem, louco, aleatório, odiado por muitos, pervertido, sanguinário e vestindo de vermelho. Pode até parecer que estou falando do Cletus Kasady, o vilão simbionte Carnificina, mas a verdade é que essas também são algumas das “qualidades” que podem ser usadas para descrever Wade Wilson, também conhecido como Deadpool. Mesmo semelhantes, os personagens têm personalidades ímpares na Marvel e o encontro entre eles em Deadpool Vs Carnificina revelou quem é o melhor.

Na HQ, publicada originalmente em 2014, Deadpool Vs Carnificina, o vilão está solto após fugir da prisão, mas só há lugar para um maníaco homicida vestindo vermelho a solta por aí. Em uma história dividida em quatro atos, cada um com seu próprio confronto sangrento e fatal eles se enfrentam. Mas afinal quem levou a melhor?

Deadpool Vs Carnificina

No primeiro ato Kasady, que fugiu da cadeia, agora está deixando um rastro de Carnificina por onde passa. Enquanto isso o lunático favorito da Marvel, Deadpool, está assistindo TV, quando percebe que a mudança aleatória de canais está “falando com ele“. Ao ver as matérias sobre as chacinas, Deadpool toma uma decisão, afinal apenas um louco pode pegar outro louco.

Amante das entradas triunfais, Deadpool logo atinge Kasady de surpresa com um míssil. A briga é dura e parece que Kasady está levando a pior, mas como sabemos, Carnificina não anda só e Shriek estava a seu lado. A ajuda dela não apenas equilibra o duelo como garante a vitória de Carnificina.

No segundo embate, Deadpool surpreende novamente o vilão, dessa vez jogando sobre seu carro nada mais, nada menos, que uma colheitadeira em uma das melhores cenas da HQ. A briga é extremamente sangrenta e insana, mas no final o resultado é o mesmo do primeiro embate, com o vilão levando a melhor.

Agora já está 2 a 0 para o Carnificina, mas como o vilão descobrirá a seguir, o confronto entre eles ainda não acabou. Em uma instalação militar secreta, Deadpool persegue Kasady mais uma vez.

Fanático por aleatoriedade, Carnificina está ainda mais irritado por Deadpool conseguir encontrar uma forma de perseguir ele. Assim, dessa vez é Clatus quem surpreende Deadpool e faz dele picadinho, espalhando o Mercenário Tagarela em inúmeros pedaços. Será o fim de Wade?

No quarto ato da história, descobrimos que a instalação militar secreta, guardava na verdade amostras de quatro simbiontes diferentes. Agora no corpo de Deadpool, conhecemos uma das versões mais insanas do Mercenário, o “SimbiontePool“.

Além de todas as habilidades de um simbionte, ele tem todos os poderes do Deadpool, um fator de cura ainda mais absurdo, e um cachorro simbionte sinistro. Mas a vitória do Mercenário Tagarela vem não apenas da força bruta, ou de seu nível ainda mais apelão. Deadpool vence Kasady o fazendo acreditar que está sendo manipulando por ele. Usando os simbiontes, Wade faz o Carnificina atacar por engano Shriek.

Desesperado por perceber-se manipulado com um cachorrinho obediente, Kasady decide não “fazer nada” pelo menos até ter certeza de que apenas ele está no seu caótico e perturbado “controle”. Ele mesmo entra em uma cela e tranca a grade. Carnificina está novamente preso. Será esse o fim do vilão?

Com a proeza é possível afirmar que Carnificina é mais forte do que Deadpool em sua versão “normal”, mas não é mais forte do que a versão “SimbiontePool”. Com o final inusitado, após uma série de intensos e sangrentos duelos, o Mercenário Tagarela é quem sai vitorioso do confronto.


Você já conhecia essa HQ? Conta para gente quais outros confrontos você quer ver aqui no Dinastia N? Continue conosco para saber tudo sobre o mundo das histórias em quadrinhos.

Quer receber as principais notícias do Dinastia Nerd no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Hiago Luis

Hiago Luis

Co-fundador e redator do Dinastia Nerd, é um dos responsáveis pela administração do site. Leitor de HQs, gamer, amante de cinema, séries e documentários. Que posso dizer? Mais do que apenas ler sobre histórias, sempre quis escrever as minhas próprias. Jornalista de formação e coração, busco acima de tudo contar histórias e fazer isso aumenta meu Ki, alinha meu chakra, desperta meu sétimo sentido. CDF? Nerd? Geek? Viciado em games? Sim e com muito orgulho! E enquanto existir um leitor que precise ser informado, irei em busca da notícia, pois o Batman é o que Gotham precisar!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.