Dilma Rousseff firma acordo com Mark Zuckerberg para levar internet a brasileiros de baixa renda

Dilma Rousseff firma acordo com Mark Zuckerberg para levar internet a brasileiros de baixa renda

Dilma Rousseff firma acordo com Mark Zuckerberg para levar internet a brasileiros de baixa renda

Romário Nicácio abril 10, 2015 Brasil

“Encontro Produtivo”. Foi assim que a presidente Dilma Rousseff resumiu sua reunião com o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, nesta sexta-feira (10) na Cidade do Panamá, onde ela participa da VII Cúpula das Américas. O encontro ocorreu em um hotel na capital do país.

Dilma chegou à Cidade do Panamá no início da tarde desta sexta. Ao longo do dia, participou do Foro Empresarial das Américas, no qual defendeu o ajuste fiscal do governo e maior integração entre os países americanos, e se reuniu com o presidente do México, Enrique Peña Nieto.

Dilma defendeu a ampliação da internet de banda larga para toda a população latino-americana como uma ferramenta a serviço da educação e da transparência na gestão pública. “A internet provocou uma revolução comparada à da energia elétrica, tem a capacidade de afetar todas as atividades. Um desafio é estender a banda larga a toda a população em todos os países latino-americanos”, disse Dilma no fórum empresarial do qual participou juntamente com colegas dos Estados Unidos, Barack Obama; do México, Enrique Peña Nieto; e do Panamá, Juan Carlos Varela.

Dilma se reuniu com Mark Zuckerberg na Cidade do Panamá. Foto: Reprodução / Facebook

Dilma se reuniu com Mark Zuckerberg na Cidade do Panamá. Foto: Reprodução / Facebook

“Temos áreas de difícil acesso, a Amazônia é uma delas, o Centro Oeste, o Nordeste, e esta aliança significa garantir (a estas regiões) acesso aos serviços mais variados via internet”, destacou Dilma. Com o acordo firmado, o Brasil passará a ter acesso ao programa internet.org do Facebook e assim, usufruir de serviços básicos de internet sem custo adicional para usuários de telefonia móvel.

Para Zuckerberg a “internet é uma importante peça de infraestrutura para que as pessoas tenham acesso à economia moderna, à informação educativa, de saúde, aos seus entes queridos”. O fundador do Facebook explicou que a experiência brasileira é diferente dos demais países porque está baseada em um projeto piloto desenvolvido na favela de Heliópolis, em Sã Paulo, onde se proporciona conexão direta com a internet.

Dilma defende que “a internet pode cumprir a função de estender a educação e melhorar sua eficiência, com acesso a melhores práticas educativas, melhores conteúdos e softwares que permitem combinar o ensino presencial com o ensino pela internet”. A presidente ainda destacou que nos últimos anos o Brasil promoveu a legislação do marco civil da internet, que garante a neutralidade da rede e a plena liberdade de expressão.

No âmbito governamental, Dilma lembrou a criação do Portal da Transparência, no qual todas as informações sobre gastos públicos estão disponíveis para qualquer usuário. “Nossa capacidade de prestar contas e de garantir transparência e a efetiva destinação de dinheiro público, junto com o combate sistemático à corrupção, garante mais eficiência ao sistema público”, disse Dilma.

Outros artigos

Como ganhar dinheiro com Instagram em 2021

julho 29, 2021

Como ganhar dinheiro com Instagram em 2021

Devido à pandemia do covid-19, muitas empresas tiveram que fechar suas portas por conta da quarentena. Com isso, vender pelo Instagram tornou-se muito importante, p...