Dia da Sobrecarga da Terra chega mais cedo neste ano

(ANSA) – Na quinta-feira, 13 de agosto, foi o Dia da Sobrecarga da Terra de 2015, data que informa anualmente que a quantidade de recursos naturais do planeta que poderiam ser usufruídos pela população mundial durante o ano já foi consumida.

Isso quer dizer que, em menos de oitos meses, a demanda sob os bens naturais se igualou ao que o planeta pode gerar em 365 dias. A partir desta quinta, portanto, a humanidade está retirando mais da Terra do que ela pode oferecer e jogando mais poluentes na atmosfera do que ela é capaz de absorver.

Essa é a alarmante afirmação da organização internacional voltada à sustentabilidade Global Footprint Network, que também constata que, para suprir toda a necessidade de recursos para 2015, seria necessário 1,6 do nosso planeta. No site da entidade, é possível calcular a sua “pegada ecológica”, ou seja, a quantidade de recursos consumida por cada um, e descobrir como reduzi-la.

Há anos, o centro de pesquisas faz essa contagem e, analisando os resultados de cada uma delas, é possível perceber que as datas do “Overshoot Day” – nome original em inglês – estão chegando cada vez mais cedo. Em 2014, o dia da sobrecarga foi em 19 de agosto, mas, em 2000, ele ocorreu no começo de outubro. De acordo com a entidade, o último ano no qual a demanda e a quantidade de recursos eram iguais foi na década de 1970.

Os estragos causados devido a esse super aproveitamento ecológico do planeta estão cada vez mais evidentes nos casos de seca, de falta de água doce, de erosão do solo, de perda da biodiversidade e de aumento de anidridos carbônicos na atmosfera. Se o consumo de recursos seguir no ritmo atual, afirmam os pesquisadores, em 2030 será preciso o equivalente a duas Terras para satisfazer as necessidades da população mundial, um dado no mínimo preocupante.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!