Rio Grande do Norte

Detentos são transferidos e Alcaçuz passará por reforma

Conhecido como “queijo suíço” pela facilidade em cavar um túnel para fugir, a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, região metropolitana de Natal, passará por uma reforma. Para viabilizar a reforma dos pavilhões, o Batalhão de Choque da Polícia Militar do Rio Grande do Norte invadiu o presídio na tarde desta quarta-feira (19) como parte de uma operação de transferência de detentos que vai envolver diversas unidades prisionais do estado.

No momento da entrada da Choque, os presos estavam recolhidos nos pavilhões e não houve enfrentamento com a polícia. Desde março de 2015, quando as grades das celas do presídio foram destruídas durante uma rebelião, os detentos circulam livremente nos pavilhões do complexo, com exceção do prédio administrativo. O presídio de Alcaçuz comporta 620 presos, mas atualmente tem 1.150 homens.

O clima na Penitenciária Estadual de Alcaçuz está tenso desde a madrugada de sábado para domingo, quando detentos de facções criminosas rivais – em especial do Primeiro Comando da Capital (PCC) e da família do Sindicato do Crime – entraram em confronto, resultando no assassinato de 26 pessoas. O motim ocorreu no pavilhão 4 da penitenciária, quando detentos do pavilhão 5, que são mantidos separados, escaparam e deram início ao confronto. O motim foi contido pelas forças policiais no começo da manhã de domingo.

Ataques

Durante a tarde desta quarta-feira (18) a cidade de Natal foi palco de ataques. Um terminal de ônibus da empresa Guanabara, na zona Norte de Natal, foi alvo de criminosos. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra pelo menos dois veículos atingidos pelas chamas.

Mais cedo, um ônibus da empresa Santa Maria, que faz a linha 38, foi incendiado na Praia do Meio, zona Leste da capital. Bandidos ainda incendiaram um veículo do Governo do Estado no bairro de Mãe Luíza, também na zona Leste. Criminosos trocaram tiros com policiais na tarde desta quarta-feira (18), na Avenida João 23, no bairro de Mãe Luíza, em Natal, e incendiaram um carro do governo do estado.

Com a onda de ataques, as empresas de ônibus de Natal já começaram a recolher todos os ônibus que estão nas ruas. A informação foi confirmada pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Seturn).

Os ataques foram confirmados pela Secretaria de Segurança do RN (Sesed). No entanto, o órgão não afirmou se os crimes estão relacionados a crise no sistema penitenciário.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.