Demonstração de confiança: Rússia fará voos de observação sobre os EUA e o Canadá

Para cumprir com as disposições do Tratado de Céus Abertos, assinado por 34 países da Europa e América do Norte em 1992 e aplicadas a partir de 2002, a Rússia fará voos de observação sobre os EUA e o Canadá, informou o Ministério da Defessa do país.

Os voos ocorrerão entre os dias 10 e 15 de abril deste ano. Um avião Tu-154M russo executará um sobrevoo de cerca de 4.900 km a partir da base aérea de Wright-Patterson, em Ohio, EUA. Entre os dias 18 e 22 de abril será a vez do Canadá, com um voo de cerca de 6.150 km, a partir do aeroporto de Iqaluit.

O objetivo dos voos de ‘observação aérea mútua’ do acordo é para melhorar a compreensão e transparência militar entre os membros participantes, além de reforçar as medidas de segurança a partir da demonstração de confiança entre esses países. Conforme estabelecido no acordo, vários especialistas norte-americanos (e do Canadá) farão parte da tripulação de voo e inspecionarão equipamentos de monitoramento usados pela Força Aérea Russa. No final de março, França e Alemanha realizaram um voo de reconhecimento sobre o território russo.

O início dos voos de “demonstração de confiança” vem exatamente três dias após o primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev, afirmar que, atacando a base militar síria, os Estados Unidos chegaram “a um passo de um confronto com a Rússia”.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!