De onde vem o costume ofensivo de “estirar o dedo médio”?

De onde vem o costume ofensivo de “estirar o dedo médio”?

De onde vem o costume ofensivo de “estirar o dedo médio”?

Pois bem, a sua origem estaria na Grécia antiga, onde se encontram as primeiras correspondências literárias deste costume, do dramaturgo Aristófanes

Rafael Nicácio agosto 6, 2021 Curiosidades

Quando queremos mandar alguém para “aquele lugar” com rapidez e eficácia, é comum levantar o dedo médio da mão; mas você já se perguntou de onde vem esse costume com um significado deselegante?

Pois bem, a sua origem estaria na Grécia antiga, onde se encontram as primeiras correspondências literárias deste costume, do dramaturgo Aristófanes que, segundo os historiadores, alude ao dedo médio em muitas das suas obras. O gesto foi identificado como “digitus impudicus” ou “dedo impudente” e também neste caso é traçado graças às obras do historiador Tácito.

Essas evidências levaram o antropólogo Desmond Morris, a afirmar que esse gesto de insulto está entre os mais antigos já criados pela civilização humana, e que seu significado é, do ponto de vista antropológico, muito vulgar. Na verdade, Morris argumenta que: “O dedo médio representa o pênis e os dedos enrolados em ambos os lados, os testículos” e, portanto, o gesto alude a mostrar a alguém um falo (órgão reprodutor masculino), ou, de acordo com outras interpretações, a mimetizar uma penetração.

No entanto, hoje em dia o dedo médio perdeu parte de sua carga ofensiva, pois foi liberado pelo cinema e pela cultura americana, e como afirma Ira Robbins, professor de direito da American University em Washington DC: “Este gesto está profundamente enraizado na vida todos os dias em muitos países, e isso significa muitas coisas diferentes, como protesto, raiva ou excitação. Não é mais apenas um insulto“.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos