Política

Abaixo-assinado contra ‘bolsa esposa’ já possui mais de 245 mil assinaturas

Um abaixo-assinado organizado na internet contra a possibilidade de deputados federais usarem recursos do “cotão” para pagar passagens aéreas aos maridos e mulheres já possui cerca de 248 mil assinaturas.

O abaixo-assinado foi organizado pelo site Avaaz, de petições online. O texto da petição chama de “abuso” o benefício e diz que os salários dos deputados já são suficientes para pagar as passagens aéreas dos cônjuges.

“Se agirmos rápido e fizermos barulho contra esta medida, podemos envergonhar os deputados e fazê-los reverter a decisão, garantindo que nosso dinheiro vá para hospitais ou escolas. Alguns deputados já se pronunciaram contra o aumento – isso significa que podemos vencer!”, diz o texto do abaixo-assinado.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), porém, defendeu a medida argumentando que 80% dos deputados não deverão usar o benefício, mas que servirá para parlamentares idosos que precisam de seus cônjuges para ajudar na locomoção.

ENTENDA O CASO

A Câmara dos Deputados decidiu na quarta-feira (25) aumentar os benefícios pagos aos parlamentares. A Casa vai bancar inclusive viagens para mulheres e maridos de deputados. O pacote de medidas foi aprovado pela Mesa Diretora da Câmara e anunciado por seu presidente, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). As mudanças faziam parte das promessas de campanha de Cunha para ser eleito presidente da Câmara.

Read More...

Saúde

Mais de um bilhão de jovens sofrerão danos auditivos por ouvirem música alta

Dados alarmantes divulgados nesta sexta-feira (27) pela Organização Mundial da Saúde (OMS), alertam para o fato de que mais de 1 bilhão de jovens se arriscam a sofrer danos auditivos porque ouvem música muito alta.

Segundo dados analisados pela OMS, quase 50% dos 2,5 bilhões de jovens entre 12 e 35 anos de países com renda média ou alta ouvem música em smartphones e outros eletrônicos em níveis danosos à audição. Além disso, 40% dessa mesma faixa etária estão expostos a barulhos excessivos em discotecas, bares e eventos esportivos por tempo prolongado.

“Cada vez mais jovens correm o risco de sofrer danos auditivos. Têm que ser conscientes de que a audição, uma vez perdida, não volta”, afirmou nesta sexta-feira a doutora Shelley Chahda, da OMS.

Uma exposição a níveis sonoros muito altos e de forma prolongada pode provocar danos irreversíveis. E sabemos que a audição uma vez perdida, não tornará a voltar.

Nos locais de trabalho, o ruído não deve superar os 85 decibéis para um máximo de oito horas diárias de exposição. Para se ter uma ideia, 85 decibéis é o ruído que uma pessoa ouve quando está dentro do carro em meio ao trânsito em horário de pico.

Muitos funcionários que trabalham em boates, bares ou na organização de eventos esportivos enfrentam níveis que chegam aos 100 decibéis. Segundo a OMS, uma pessoa não deveria se expor a um som como esse mais de 25 minutos por dia.

Visando a Jornada Mundial da Audição, no dia 3 de março, a OMS recomenda algumas medidas preventivas. Jovens e adultos devem reduzir o volume de seus dispositivos de áudio e telefones, evitar utilizá-los mais de uma hora por dia, usar tampões nos ouvidos nos locais muito barulhentos e fazer intervalos entre as sessões de alta exposição a volumes alto. O órgão também recomenda que os governos imponham rígidas medidas normativas sobre o som nos lugares públicos, e pede que os donos de boates e bares baixem o volume da música.

Hoje cerca de 360 milhões de pessoas sofrem algum tipo de dano auditivo pelo mundo. Isso ocorre devido a fatores como doenças infecciosas, genéticas, complicações durante o parto, uso de certos medicamentos, ruídos ou envelhecimento.

Read More...

RN

Um dos homens mais procurados dos EUA é preso no litoral do RN

Uma ação conjunta das polícias federal e militar do Rio Grande do Norte culminou com a prisão, na sexta-feira (27), em Pipa, no litoral sul do RN, do americano Victor Arden Barnard, de 53 anos, um dos homens mais procurados dos Estados Unidos. Ele é acusado de ser líder de uma seita na qual ele abusava sexualmente de jovens, alegando que ele próprio representava “Jesus na carne” e por isso as garotas permaneceriam puras para sempre.

De acordo com superintendente adjunto da Polícia Federal no RN, Paulo Henrique Rocha, a suspeita é de que Barnard estivesse vivendo em Pipa desde 2012. Além do americano, uma mulher brasileira que seria proprietária da casa em que ele vivia também foi presa.

Nos Estados Unidos, Barnard é acusado de agredir sexualmente meninas entre 12 e 13 anos que viviam com ele na comunidade River Road Fellowship, em Finlayson, no estado de Minnesota. De acordo com a polícia americana, ele se referia as meninas como “donzelas”.

O estrangeiro estava entre os 15 foragidos mais procurados pelo U.S Marshals, do Departamento de Justiça dos Estados Unidos e seu nome consta na Difusão Vermelha da Interpol. De acordo com informações da PF, em meados dos anos 2000, Victor se juntou a ‘River Road Fellowship’, uma espécie de igreja cristã. Pouco tempo depois, ele criou um grupo de jovens meninas chamado de “Maidens” ou “Alamote”, segundo a denúncia. O grupo, que tinha 50 membros, pregava que as meninas deveriam permanecer virgens e nunca se casar.

Um dos fatos que mais preocuparam os policiais, além das 59 acusações de abusos sexuais nos Estados Unidos, foi o fato de que o acusado estaria combinando um suicídio coletivo com as mulheres que participavam da seita. “A polícia americana entrou em contato conosco afirmando que a seita estaria se reunindo novamente. A partir daí passamos a investigar se pessoas que participam da seita estariam vindo para o Brasil. Conseguimos confirmar movimentação de cerca de 21 pessoas que participavam da seita. Eles entravam no país e saíam alguns dias depois. Com isso a preocupação aumentou, mas felizmente conseguimos efetuar a prisão antes que qualquer coisa pior acontecesse”, disse André Peron.

Segundo o U.S Marshal, o líder religioso era uma “ameaça significativa” é acusado de fugir para evitar processos. A recompensa para quem capturá-lo era de 25 mil dólares. “Sabíamos dessa recompensa, mas em nenhum momento isso foi o mais importante nessa operação. O que queríamos mesmo era retirar de circulação um homem considerado altamente perigoso. Mesmo ele sendo procurado apenas nos Estados Unidos, como ele estava em território brasileiro, tínhamos a obrigação de prender esse criminoso. Agora vamos cuidar dos trâmites legais para que ele pague por todos os crimes que cometeu”, finalizou Pedro Henrique.

As informações são do Portal BO*

Read More...

Ciência

Cientistas descobrem uma possível linhagem desconhecida de seres humanos na África

Os cientistas estabeleceram que um fragmento de crânio humano de 22 mil anos encontrado no Quênia, é muito diferente dos resultados similares da mesma época encontrados na África e na Europa. Isto sugere a existência de uma linhagem humana desconhecida e destaca a diversidade incrível na humanidade pré-histórica.

Após uma avaliação adicional de um crânio de 22 mil anos descoberto em Lukenya Hill, Quênia, em 1970, pesquisadores internacionais têm encontrado singularidades significativas. Embora seja um Homo sapiens, não coincide com o que foi encontrado no mesmo período de tempo em lugares distantes como a Ásia e Europa, informa o Live Science.

“Não se parece com nada já visto, o que mostra uma diversidade original que desde então nós perdemos”, disse o pesquisador Christian Tryon, do Museu Peabody de Harvard.“Provavelmente é uma linhagem extinta”.

O mesmo sítio no Quênia também tem depósitos que são mais do que o dobro da idade do crânio, incluindo cascas de ovos de avestruz de 46 mil anos, que foram usados ​​para fazer contas. As novas descobertas podem revelar informações sobre as mudanças na cultura humana que tiveram lugar desde que os ancestrais dos humanos modernos deixaram a África cerca de 50.000 anos atrás.

 

Read More...

Mundo

Vendedor impede assalto à mão armada com um taco de beisebol

Uma arma de fogo não foi suficiente para deter um taco de beisebol e um comerciante corajoso. A polícia britânica tornou públicas as imagens de um assalto à mão armada registrado por câmeras de segurança de uma loja na cidade britânica de Birmingham. No vídeo, é possível ver o momento em que o vendedor enfrentou com um taco de beisebol um homem que exigiu que ele entregasse o dinheiro do caixa com uma arma e obrigou o ladrão a deixar o local.

Apesar da coragem do comerciante, a atitude não é recomendável pois nem sempre acaba da melhor forma.Confira o vídeo:

Read More...