Cruzeiro e Atlético MG: 0 a 0 de dois rivais que não empolgam

De um lado Fred e Robinho, do outro Thiago Neves e Rafael Sobis, esses são alguns dos nomes que poderiam balançar as redes ontem no Mineirão, mas a verdade é que nem Atlético nem Cruzeiro vem convencendo nessa temporada. Agora para a final do Mineiro o Galo leva a vantagem do empate, e se manter a tônica de jogos teremos outro empate.

Roger jogando na retranca ?

Conhecido por montar times ofensivos o técnico Roger Machado não teve vergonha de esperar o Cruzeiro, jogando com a vantagem embaixo do braço o galo esperou a raposa, que atacou mais. No segundo o time tentou criar algumas jogadas com as entradas de Otero e Cazares, mas Roger colocou Adilson para fechar de vez o jogo e não tomar sufoco. O que a torcida não entende é a porque o time não tem a mesma criatividade do Grêmio de 2015 de Roger ? Até porque do meio pra frente o treinador tem mais opções.

Recuperações de Atleticanos.

Criticados pela torcida, Marcos Rocha e Rafael Carioca fizeram um ótimo clássico, o lateral sobrou na marcação e protagonizou um bom duelo contra o meia Rafinha, já Rafael foi seguro e não deu os espaços como na Libertadores, além disso manteve uma boa saída de bola.

Cruzeiro pouco criativo com a bola no pé

Mano Menezes é muito bom em fazer o jogo que o Atlético fez, fechar espaços e marcação. Porém montar um time com a bola no pé e criando não é o forte do treinador, e a torcida cobra isso. Apesar dos bons números e da classificação na Copa do Brasil a pouca produção ofensiva é algo a melhorar no Cruzeiro. Precisando do resultado Mano foi muito cauteloso nas alterações, podia ter aberto mão de um volante, mas preferiu trocar a linha de meias por outra. O seis por meia dúzia não surtiu efeito e o time não melhorou.

Culpa da arbitragem ?

Apesar das conquistas e de ter treinado a seleção brasileira, Mano Menezes sempre culpa a arbitragem, e no jogo de ontem não foi diferente, apesar da torcida não reclamar, o treinador disse em entrevista que o arbitro influenciou diretamente no jogo ao não dar cartões para os atleticanos.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!