Cosern desativa “gato” de energia em hospital particular de Natal
Gato de energia foi descoberto abastecendo irregularmente hospital privado de Natal, segundo a Cosern — Foto: Cosern/Divulgação

Equipes técnicas da Cosern, com apoio da Polícia Militar, identificaram e desativaram uma ligação clandestina de energia elétrica (o popular “gato”) que abastecia de forma irregular um hospital particular do bairro Lagoa Nova, zona sul de Natal. Empresa não revelou nome da unidade.

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 08 (oito) anos de reclusão.

Ao longo do ano de 2019, cerca de 14 pessoas foram presas em flagrante pela polícia em todo estado cometendo a irregularidade. Neste mesmo período, o volume de energia recuperado pela Cosern com a “Operação Varredura” seria suficiente para abastecer, por exemplo, os municípios de São Gonçalo e Parnamirim, juntos, durante 30 dias (cerca de 331 mil residências).

Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos. A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.