Cortando gastos, Dilma restringe uso de aviões da FAB por ministros e autoridades

Cortando gastos, Dilma restringe uso de aviões da FAB por ministros e autoridades

Após o Congresso Nacional acusar Dilma Roussef de realizar ajustes fiscais apenas aumentando impostos, sem cortar despesas, a presidente vai assinar na próxima semana um decreto que restringe o uso de aeronaves da Força Aérea Brasileiras a missões oficiais. Esta medida pretende reduzir a despesa pública, que no ano passado resultou em um déficit recorde. Além disso, o novo regulamento visa acabar com os abusos perpetrados por vários dignitários, usando aviões militares para retornar às suas cidades de origem e outros fins não relacionados com a sua atividade política, segundo o jornal O Globo.

As novas restrições, que permitem viagens em aviões da FAB apenas em emergências e missões oficiais, devem ser especificadas em um decreto, cuja publicação está prevista para a próxima semana no Diário Oficial. Em 2013, o governo já introduziu certas restrições sobre o uso de aeronaves para a FAB depois que a mídia revelou que vários ministros e membros do Parlamento brasileiro fez voos com fins pessoais.

Com informações do Actualidad RT.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: