dilma-rousseff_presidente

Após o Congresso Nacional acusar Dilma Roussef de realizar ajustes fiscais apenas aumentando impostos, sem cortar despesas, a presidente vai assinar na próxima semana um decreto que restringe o uso de aeronaves da Força Aérea Brasileiras a missões oficiais. Esta medida pretende reduzir a despesa pública, que no ano passado resultou em um déficit recorde. Além disso, o novo regulamento visa acabar com os abusos perpetrados por vários dignitários, usando aviões militares para retornar às suas cidades de origem e outros fins não relacionados com a sua atividade política, segundo o jornal O Globo.

As novas restrições, que permitem viagens em aviões da FAB apenas em emergências e missões oficiais, devem ser especificadas em um decreto, cuja publicação está prevista para a próxima semana no Diário Oficial. Em 2013, o governo já introduziu certas restrições sobre o uso de aeronaves para a FAB depois que a mídia revelou que vários ministros e membros do Parlamento brasileiro fez voos com fins pessoais.

Com informações do Actualidad RT.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.