Mundo

Coreia do Sul lança plano preventivo para destruir Pyongyang

coreias
Foto: Reprodução / Internet

Com a ameaça iminente de um ataque nuclear da vizinha Coreia do Norte, os militares sul-coreanos desenvolveram um plano para lançar um ataque preventivo maciço contra Pyongyang, que iria destruir a capital norte-coreana, se o país vizinho começar a preparar um ataque nuclear, informa a agência Yonhap, citando fontes militares em Seul.

“Cada distrito de Pyongyang, particularmente aqueles em que, possivelmente, os líderes da Coreia do Norte estejam escondidos, será completamente destruído por mísseis balísticos e de alto teor explosivo caso o Norte mostre algum sinal de uso de uma arma nuclear. Em outras palavras, a capital do norte será reduzida a cinzas e varrida do mapa”, disse a fonte.

Na última sexta-feira (9), a Coreia do Norte realizou seu quinto teste nuclear no país e, segundo a TV estatal “KCTV”, ele foi executado com “sucesso”. O exercício ocorreu no dia dos 68 anos da fundação da República Democrática da Coreia, ocorrida em 9 de setembro de 1948, por iniciativa de Kim Jong-sung. “Nossos cientistas conduziram uma detonação de uma ogiva nuclear em teste no norte do país. O Partido enviou uma mensagem de felicitações para a realização do teste bem-sucedido”, disse a emissora.

Segundo especialistas, esse foi a maior explosão atômica desde a bomba lançada pelos Estados Unidos sobre a cidade de Hiroshima, no Japão, em 1945, e causou um terremoto de 5,3 graus na escala Richter. O teste anterior havia sido realizado em janeiro e provocou uma série de sanções internacionais pesadas, que isolaram ainda mais o país comandado por Kim Jong-un.

A realização do teste causou reações imediatas em todo o mundo. Único grande parceiro dos norte-coreanos, o governo da China condenou a ação e informou que irá fazer um protesto formal contra a Coreia do Norte.

Em resposta à intensificação das atividades militares de Pyongyang, o Conselho de Segurança da ONU votou por unanimidade em março para mais duras sanções contra a Coreia do Norte.

A resolução, elaborada pelos EUA, China e Rússia, prevê a proibição das importações de carvão norte-coreano, ferro, titânio, vanádio, ouro e outros metais preciosos, bem como a proibição de fornecimento a este país de todos combustíveis de aviação. Além disso, o documento requer inspecionar toda a carga que aborda a Coreia do Norte em busca de produtos e tecnologias proibidos.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.