Coreia do Norte diz que ‘avançará’ com programa nuclear

Regime criticou manobras militares dos EUA na península coreana

(ANSA) – A Coreia do Norte informou neste sábado (30), através de sua agência de notícias oficial KCNA, que não vai parar com seu programa de desenvolvimento de armas nucleares enquanto os Estados Unidos e seus aliados “não pararem com a chantagem e os exercícios de guerra” na região.

A afirmação foi dada durante uma espécie de “retrospectiva” da agência sobre os lançamentos de mísseis e foguetes feitos por Pyongyang durante o ano. De acordo ainda com a entidade, seu país tem “um poder invencível, que não pode ser enfraquecido nem cancelado”.

O regime de Kim Jong-un sofreu, durante o ano de 2017, as piores sanções econômicas já impostas, que incluem a proibição do fornecimento de petróleo e do comércio da indústria têxtil.

Até mesmo a China, tradicional aliada, suspendeu suas negociações com Pyongyang por conta da quantidade de testes feitos pelo país. No entanto, assim como os russos, os chineses criticam o “clima de tensão” que as declarações de Donald Trump causaram na península coreana.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!