Destaques, RN

Cooperativa de médicos paralisa cirurgias em hospitais do RN

Foto: Hospital Memorial

Um total de 156 profissionais ligados à Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte (Coopmed) paralisaram os procedimentos de alta e média complexidade em unidades de saúde do Estado. De acordo com a instituição, o motivo é a falta de pagamento, enfrentada desde o início do ano.

Segundo a cooperativa, os profissionais atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em unidades privadas que têm convênio com o estado: Hospital do Coração de Natal, Hospital Infantil Varela Santiago, Instituto do Coração de Natal – (Incor), Prontoclínica Dr. Paulo Gurgel, Liga Norte-Rio-Grandense contra o câncer, no Hospital Memorial e na Clínica Ortopédica de Natal.

De acordo com a Coopmed, os médicos só recebem paciente críticos, porque o último pagamento recebido do estado foi o referente a dezembro do ano passado. A paralisação começou às 7h da última terça-feira (2). Apenas uma das unidades afetadas, o Hospital Memorial, informou que realiza uma média de 340 cirurgias ortopédicas por mês.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) afirmou que “está acompanhando o processo assistencial da ortopedia do Estado, juntamente com a Secretaria de Saúde de Natal, no que se refere aos contratos com os hospitais privados, já tendo, inclusive, uma reunião marcada para hoje, sexta-feira (5), à tarde, onde será apresentada uma agenda para equacionar a parte de responsabilidade financeira que cabe ao Governo”.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.