Conversa com Bial 28/07/2017 – Fernando & Sorocaba e Sidney Magal
Imagem: Globo/Ramón Vasconcelos

Conversa com Bial 28/07/2017 – Fernando & Sorocaba e Sidney Magal

julho 28, 2017 0 Por Bernardo Vieira

O Conversa com Bial desta sexta-feira dia 28/07, Fernando & Sorocaba e Sidney Magal.

A música tem o poder de provocar muitas sensações, resgatar lembranças, mobilizar multidões. Seja de qual estilo for, independentemente da época. Há 50 anos, quem causava alvoroço entre as jovens era o “moreno-alto-bonito-sensual” Sidney Magal, com todo seu ritmo e olhar sedutor, que estará no ‘Conversa com Bial’ desta sexta-feira, dia 29. Hoje, um tsunami da música sertaneja invadiu o país de norte a sul e Fernando & Sorocaba representa bem o que se tornou essa indústria que não para de fazer novos hits e novos artistas. Convidada do programa desta quinta-feira, dia 28, a dupla conta as razões que fizeram com que o ritmo saltasse nos rankings das mais tocadas: em 2006, apenas duas canções figuravam o top 20; em 2016, esse número pulou para 19!

“O sertanejo é um gênero que agrega muitas tendências, como o country, o funk, o axé”, comenta Sorocaba, com aval de Fernando: “A música sertaneja também acompanha o que está acontecendo lá fora, e o mundo inteiro está mais eletrônico, então, nós também seguimos um pouco disso”.

Tocar, cantar e fazer show não é só o que interessa a esses artistas, tanto que Fernando e Sorocaba têm um escritório que agencia – e lança! – outros nomes desse cenário, como Luan Santanna, Lucas Lucco e Thaeme & Thiago. “A gente gosta de tudo que envolve a música, temos um time que trabalha e se dedica. A história do escritório nasceu justamente por conta daquela coisa de que nós, artistas, tínhamos tinha datas muito disputadas, como um feriado e o Réveillon. Aí, entendemos que poderíamos trabalhar nessa dinâmica de nos ajudar, de fazer algumas trocas”, explica Sorocaba. André Piunti, jornalista especializado em música sertaneja, também participa do papo.

Embora nesse meio surjam aqueles “one-hit wonder”, há aqueles que já colecionam 50 anos de uma trajetória muito feliz. Amante latino, de estilo cigano, romântico e sensível. Por onde passa, o carioca Sidney Magal arrebata corações e contagia fãs com músicas em que declara seu amor fervente. Pelo menos é isso o que tem acontecido desde quando Sidney Magalhães começou a se apresentar com um estilo bem diferente do qual foi consagrado — mas com a mesma simpatia e carisma que mantém nos dias atuais. Com show, livro e filme preparados para celebrar a carreira, o cantor vai ao ‘Conversa com Bial’ desta sexta-feira, dia 28, para compartilhar suas melhores lembranças e dividir histórias com o filho, Rodrigo.

Entre vídeos no telão, Magal relembra suas diversas aparições midiáticas na década de 1980. O apresentador Chacrinha, por quem o cantor nutria um grande carinho e amizade, não media esforços para levá-lo ao palco de seu programa e conquistar as fãs mais animadas. “Muitas vezes, a produção chegava no Chacrinha e dizia: ‘Não dá para colocar Sidney Magal em todos os programas!’”, relembra, em meio às risadas. Além da sedução, seus shows na TV eram marcados pelo uso de roupas ciganas (leves, coloridas e muito chamativas), que garantiram um breve flerte com uma chacrete. “Chacrinha não deixava”, brinca Sidney, sem revelar o nome da dançarina. Segundo ele, o assédio vinha de todos os lados, tanto de homens quanto de mulheres. “Sempre aceitei todas as cantadas, de forma mais inimagináveis, sem preconceito nenhum”.

Da plateia, a autora Bruna Ramos explica como surgiram os planos para o registro. “O projeto vem desde 2012. Liguei para Magal para confirmar informações sobre a biografia do músico Roberto Menescal, que eu estava fazendo, e aí começamos a conversar melhor”, conta. A obra, intitulada “Sidney Magal: muito mais que um amante latino”, reúne uma coleção de relatos e crônicas sobre sua vida, retirados de um caderno encontrado por ele mesmo e escrito entre as décadas de 1960 e 1990. “Queremos trazer outras facetas do Magal. Ele é um ator, um pensador, alguém do bem. Sidney Magal é suficiente, mas ele é muito mais que isso”, afirma ela.

Você pode conferir o programa logo após o “Jornal da Globo” na Rede Globo.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!