Mundo

Contra terrorismo, premier britânico quer proibir WhatsApp

Primeiro-Ministro-Britanico-David-Cameron-anuncia-novas-medidas-para-diminuir-numero-de-imigrantes-no-Reino-Unido-foto-Arron-Hoare-Prime-Ministers-Office-201411280004
Foto: Reprodução

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, estaria analisando a possibilidade de bloquear os serviços do WhatsApp, iMessage e FaceTime, como medida antiterrorismo no país considerado o mais vigiado do mundo.

Segundo o Daily Mail, esses e outros serviços de comunicação on-line não podem ser controlados pelas agências de inteligência, o que facilita conversas criptografadas entre radicais islâmicos. No entanto, a medida iria contra aos direitos e liberdades individuais.

O site informou ainda, que a proibição consta na proposta de reforma das leis de espionagem eletrônica antiterrorista na Grã-Bretanha, defendida por Cameron.

O tema, porém, deverá ser discutido publicamente apenas depois das eleições de maio, pois já começou a gerar polêmica e um dos opositores ao projeto é o vice-premier Nick Clegg, que considera a reforma “uma carta branca para espiões”, afirmando que invadir a privacidade de terroristas é aceitável, “mas isso não pode significar uma invasão à privacidade de qualquer pessoa no Reino Unido”, disse Clegg.

A questão veio à tona logo após os atentados terroristas em Paris, na semana passada, contra o semanário Charlie Hebdo e contra um mercado judaico.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.