Mundo

Consumo da maconha pode exceder o de refrigerante em até 12 anos nos EUA

cannabis maconha medicinal
Foto: Pixabay / Portal N10

A indústria legal da cannabis nos Estados Unidos deve atingir US $ 75 bilhões em vendas até 2030, de acordo com a firma de pesquisas Cowen & Company. Isso é quase tão grande quanto o mercado de refrigerantes gaseificados [em 2017] na América do Norte.

A cannabis está crescendo rapidamente à medida que mais estados norte-americanos legalizam a planta. Nove deles – além de Washington DC, já permitem o uso recreativo da maconha. Isso significa que mais de um em cada cinco adultos americanos pode fumar, comer ou beber como bem entenderem.

A Cowen já havia mencionado anteriormente que o mercado, através da legalização federal, poderia chegar a 50 bilhões de dólares até 2026. Essa projeção é um pouco abaixo do esperado, de acordo com a analista Vivien Azer. “As novas previsões sugerem que o mercado já é desse tamanho e vai crescer mais ainda”, explicou em nota divulgada na quarta-feira (04).

Enquanto isso, as vendas de refrigerantes estão em declínio à medida que consumidores cada vez mais conscientes da saúde evitam bebidas açucaradas. “O consumo de refrigerantes carbonatados per capita declinou em 2016 para um mínimo de 31 anos no Estados Unidos”, informou a Beverage Digest.

O mercado na América do Norte caiu para 76,4 bilhões de dólares no ano passado, ante 78,3 bilhões de dólares em 2016, de acordo com a Euromonitor International.

Enquanto o refrigerante pode acabar sendo deixado de lado, a indústria que está sentindo esse sinal de alarme é a do álcool.

“As taxas de consumo excessivo de álcool diminuíram em estados que já vigoram a maconha legal, em comparação com os estados que permitem apenas cannabis medicinal e aqueles que proíbem qualquer tipo de erva”, diz a nota da Cowen & Company.

“Nós sempre argumentamos que a cannabis e o álcool são lubrificantes sociais substitutos”, explicou Azer.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.