Conselho Nacional de Educação (CNE) quer propor modernização dos currículos de Direito
Foto: Divulgação

Conselho Nacional de Educação (CNE) quer propor modernização dos currículos de Direito

julho 9, 2018 0 Por Romário Nicácio

Dados do Ministério da Educação (MEC) mostram que, de 2004 a 2016, a procura por esse curso cresceu 49% e a oferta de vagas aumentou 61% no mesmo período. Considerada uma área saturada por muitos, o segmento vem se reciclando. Prova disso são as mudanças que o Conselho Nacional de Educação (CNE) quer propor para a modernização dos currículos dessa graduação.

O intuito da modificação é adaptar o que se ensina ao que se vê no cotidiano dos escritórios de advocacia nas diversas realidades regionais – essas serão as mudanças mais significativas em 14 anos. O CNE deseja concluir essa discussão até setembro, após quatro anos de debates. A nova proposta vai manter a carga horária mínima de 3,7 mil horas e cerca de 50% da carga poderá ser composta por disciplinas optativas.

Noel Bastos coordenador do curso de Direito da Faculdade Fapal faz ressalvas à mudança. “A nova reforma está focando apenas em ensino e extensão. Deveria focar também na pesquisa. Se além do trabalho de conclusão de curso, existisse a exigência da publicação de artigos durante a graduação seria muito mais benéfico”, considera. Quanto à carga horária, o coordenador também não concorda com a porcentagem para matérias optativas. “Considero 50% muito desproporcional para matérias optativas. Acho que 20% já é o suficiente”, explicou Bastos.

As maiores oportunidades na área se concentram em concursos públicos. Entretanto, o setor privado também reúne uma diversidade de vagas, principalmente no segmento de direito tributário. Autoconfiança, capacidade de convencimento, senso crítico e ética são características imprescindíveis para o exercício da profissão e a grade curricular do curso normalmente apresenta disciplinas teóricas nos três primeiros anos e práticas e específicas após este período.

Se o seu sonho é entrar em uma faculdade de Direito, conte com a ajuda do Educa Mais Brasil. O programa educacional oferece bolsas de estudo de até 70% de desconto para graduação. Acesse o site do Educa Mais Brasil e não deixe de conferir as oportunidades na sua região.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!