DestaquesPolítica

Confuso, deputado Coronel Azevedo diz que Pedro Álvares Cabral deu grito de independência do Brasil

O deputado estadual Coronel Azevedo (PSC-RN), usou suas redes sociais na manhã desta segunda-feira (6) para convocar a população e policiais militares para as manifestações de 7 de Setembro nas ruas. Apoiador ferrenho do presidente Jair Bolsonaro, o parlamentar do Rio Grande do Norte se confundiu e disse que Pedro Álvares Cabral foi o autor do “grito” de independência do Brasil, em 1822.

Estamos na Praça Cívica dando uma passadinha para cumprimentar os policiais militares que estão realizando uma barreira policial de abordagem de prevenção. O importante é que, nesse local, amanhã, teremos mais um 7 de setembro. Será um dia especial, porque amanhã se celebra a independência do nosso país“, disse Azevedo.

A gafe veio logo na sequência:

Desde 1822, quando Pedro Álvares Cabral deu aquele grito de independência ou morte, é que somos um país livre, somos uma nação“, afirmou Coronel Azevedo. O grito, no entanto, foi de Dom Pedro I, às margens do Rio Ipiranga, em 7 de setembro de 1822. A Pedro Álvares Cabral é atribuído o descobrimento do Brasil pelos portugueses, em 1500 – mais de 300 anos antes da independência da Nação.

Após a grande repercussão negativa, o vídeo foi apagado pelo deputado. Mas, já era tarde: ele foi reproduzido e compartilhado em diversas redes sociais.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.