Mundo

Companhias aéreas dos EUA e de Cuba preparam lançamento de voo direto entre Los Angeles e Havana

american-airlines
Foto: Divulgação

(ANSA) – A companhia aérea norte-americana American Airlines e a Cuba Travel Service estão se preparando para lançar os primeiros voos diretos entre Los Angeles e Havana, informaram as empresas em nota oficial nesta terça-feira (18). Agora, as duas aguardam as autorizações para voos comerciais do governo dos EUA e de Cuba.

Para o vice-presidente da AA, Art Torno, a companhia será a “a primeira a oferecer o serviço”, mostrando que “nós continuaremos a expandir nosso alcance oferecendo novas rotas e serviços que nossos clientes querem”. Segundo Torno, as empresas vão começar a marcar as viagens “assim que forem permitidos os voos comerciais”.

Já o diretor-geral da Cuba Travel, Michael Zuccato, destacou que está “empolgado” em ampliar a parceria com as empresas norte-americanas. Para ele, “será uma abertura conveniente e confortável para voos autorizados”. A unidade cubana já oferece algumas viagens em parceria com a JetBlue, mas estes saem do aeroporto de Nova York.

A previsão da mídia norte-americana é de que os voos regulares comecem a ser realizados no dia 12 de dezembro. O anúncio de hoje vem na mesma direção de uma notícia publicada pelo jornal “The Wall Street Journal”, em que diz que o governo de Barack Obama quer liberar o transporte de passageiros entre os países até o início de dezembro. Para isso, ele removeria diversos obstáculos atuais, que impedem o turismo entre as duas nações e que permitem viagens a apenas determinados tipos de públicos.

Se conseguir aprovar as medidas, de acordo com a publicação, essa será “a maior expansão econômica e turística entre os dois países desde os anos 1950, quando ainda era permitido que os norte-americanos viajassem para Cuba”. A American Airlines ainda anunciou que oferecerá rotas de Miami e de Tampa para destinos próximos a Havana, como para as cidades de Camaguey, Holguin, Santa Clara e Cienfuegos. O plano da empresa é ter até 1,2 mil viagens por ano entre as duas nações.

A reabertura das Embaixadas em ambos os territórios foi mais um passo para reaproximar os povos separados há mais de 50 anos. Em seu discurso, na última sexta-feira (14), o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse que estava começando o tempo para os cidadãos se “conhecerem melhor”.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.