Como navegar na internet sem deixar rastros?
Imagem de Stefan Coders por Pixabay

Como navegar na internet sem deixar rastros?

outubro 30, 2020 0 Por Rafael Nicácio

A busca por mecanismos de proteção na internet é um tema de grande interesse dos usuários. Afinal, toda a atividade online é registrada pelos sites e navegadores acessados.

Desta forma, é importante que as pessoas tenham cuidado com as suas informações, com o intuito de prezar pela sua privacidade online e se proteger contra ataques hackers e outros malefícios provocados pela exposição nas redes.

Por sorte, existem maneiras seguras para navegar na internet sem deixar rastros. A seguir, listamos algumas dessas dicas.

Limpar dados de navegação

Ao acessar a internet, seus dados são rastreados e armazenados pelas empresas que administra os navegadores, como por exemplo, a Google e o Mozilla Firefox, pois estas coletam os sites visitados pelo dispositivo e suas preferências durante a navegação através dos cookies, cuja premissa é melhorar a experiência de navegação do usuário oferecendo conteúdos personalizados ao seu interesse.

Caso você não deseje que as empresas tenham informações sobre os seus gostos e desejos, lembre sempre de desativar os cookies e de checar a sua cronologia do Google, (ou do navegador que você utiliza), para retirar as páginas que você deseja que não fiquem armazenadas no seu histórico. 

O ideal é fazer esta ação após o fim da navegação ou diariamente, caso você não tenha tanto tempo disponível. 

Modo de navegação anônima

Modo de navegação anônima

Esta é a forma mais utilizada pelos usuários para se proteger na web, se você for usuário do Google Chrome, já sabe que  basta apertar CTRL + SHIFT + N e você entra no modo anônimo. Outros navegadores, como o Safari e Mozilla Firefox, também apresentam essa possibilidade com a mesma facilidade que o Google Chrome.

Ao optar por este modo, os cookies não são registrados, e os sites não conseguem montar um perfil sobre a pessoa que está navegando, aumentando assim a privacidade online e reduzindo o poder de ação das empresas publicitárias. 

Entretanto, esta opção não é 100% eficaz, pois os navegadores continuam com acesso aos quais sites que foram visitados e, caso algum download seja realizado ou uma página favoritada, estes ficarão disponíveis e armazenados no dispositivo. Logo, com o modo anônimo de navegação você ainda deixa rastros na web durante o acesso. 

VPN – Rede Privada Virtual

VPN Como navegar na internet sem deixar rastros
Imagem de Stefan Coders por Pixabay

Outro recurso é a utilização da VPN, uma rede privada que atribui ao aparelho conectado um número de endereço IP diferente do original. Este endereço – que funciona como o número de identidade dos dispositivos-, é identificado pela rede assim que o aparelho se conecta a internet, desta forma, os servidores conseguem obter a localização do dispositivo.

Através da VPN, em que há a modificação do endereço IP cadastrado, fica impossível de rastrear qual o aparelho conectado, ou seja: você possui livre acesso aos sítios webs, pois a localização do dispositivo será aquele indicado pelo servidor VPN.

Um outro benefício da utilização da VPN é que, além de mascarar a localização do aparelho, ela  proporciona uma criptografia de ponta para proteger os dados trocados entre o dispositivo e a internet, aumentando a segurança na web.

TOR

Uma outra opção, é ao invés de utilizar navegadores como o Google Chrome ou Mozilla Firefox, optar pelo TOR, um software gratuito e projetado especialmente para manter o anonimato dos usuários.

As informações trocadas neste browser são criptografadas e percorrem uma rede de servidores aleatórios até o site alvo, que não consegue identificar o endereço IP do usuário que solicitou o acesso à página, assim como ocorre com a VPN. A sigla TOR significa The Onion Router, em alusão a cebola, devido às várias camadas de proteção que este navegador utiliza para codificar as informações.