Notícias

Como funciona a mente de um viciado em jogos?

Todos gostamos de jogos. Em algum momento da vida, seja na infância, adolescência, ou até mesmo na idade adulta, nos envolvemos com vários deles. Mas você já pensou ser uma daquelas pessoas viciadas em jogos? Já imaginou como será que funciona a mente de alguém assim? Por algumas características você pode entender como acontece isso.

Parece até uma curiosidade boba querer saber como funciona a mente de alguém viciado em jogo. Contudo, trata-se de uma questão de saúde mental. Ficou mais interessante? Como vários outros vícios, esse é considerado uma doença. Isso mesmo. A Organização Mundial da Saúde classifica o vício em jogo como uma doença. Como todas elas, vale pensarmos quais os cuidados necessários para uma melhor qualidade de vida dessa pessoa.

Como é o vício em jogos?

Em primeiro lugar, saiba que gostar de jogos não faz de você um viciado neles. Todos temos a necessidade de um pouco de lazer. Uma das coisas que nos ajudam a fugir da correria do dia a dia são os jogos. São os momentos pontuais durante os dias ou semanas que deixamos a mente respirar um pouco, sem tantas preocupações.

A grande diferença disso para quem tem o vício em jogos é não saber o momento certo. Em outras palavras, é quando não se tem o controle, por exemplo, dos momentos em que se está mais livres. Um viciado em jogos pode abandonar algumas responsabilidades pelo prazer de se dar aos jogos.

A pessoa que perde o controle sobre o seu desejo de jogar procura um prazer a todo custo. Contudo, não consegue compreender que, em nossos dias, temos momentos de desprazer também. Estes são importantes para que não percamos o controle da vida.

Isso tudo acontece, porque quem desenvolve esse tipo de vício acaba tendo um comportamento específico no cérebro. O corpo dessa pessoa busca esse prazer como a única forma de se sentir bem. Além disso, um vício desse tipo pode trazer outros tantos problemas em outras partes do organismo.

Quais os jogos mais viciantes?

Como toda doença, e também toda cura, cada pessoa reage de uma maneira. O nosso corpo não é uma máquina que pode ser controlada entendendo as suas engrenagens. É algo vivo que precisa ser entendido individualmente.

Cada pessoa tem as suas preferências, seus gostos. Isso acontece também nos jogos, já que uns gostam mais de um tipo, e outros de uma infinidade de outros deles. Por isso, o que conta na verdade é o conhecimento que a pessoa tem sobre si.

Jogos de loteria, de azar, de cartas, tabuleiros, games e tantos outros. Esses são os artifícios que uma pessoa pode usar para satisfazer o seu vício. Não existe um jogo específico que seja mais viciante. Existe o vício de cada um que é mais satisfeito com um determinado jogo. É muito importante para alguém com esse vício, conseguir identificar qual o jogo, por exemplo, lhe tira da realidade e lhe traz um desejo insaciável.

Jogar é um mal?

Como tudo na vida, é sempre o excesso que faz mal. O descontrole nos jogos é esse excesso que prejudica a vida de quem é assim. Desenvolve uma dificuldade de convivência social e também com a própria família.

Contudo, não só isso. Quem se identifica como uma pessoa viciada em jogos precisa procurar os meios para não ser mais assim. Ou seja, meios para controlar novamente a própria vida. Isso porque há também um dano na mente. O vício em jogos pode danificar nossa capacidade mental.

Por isso, é muito importante se informar sempre. Mas, é claro, que sempre se informar por meio de fontes que sejam confiáveis. Esse assunto você pode acompanhar por meio de notícias e pesquisas que estão rolando sobre isso. A página Aqui Notícias é um exemplo, pois traz uma variedade de notícias sobre diversos temas.

Como se controlar nos jogos?

Não há nenhum mal em jogar. Como dissemos, isso é uma forma de lazer muito importante para a saúde da mente. Mas é preciso saber dosar sempre.

As apostas, por exemplo, são jogos marcados pelo descontrole e por tirar tudo de quem joga. Mas o que nem todos sabem é que isso também é um grande mercado que pode trazer benefícios para o jogador.

Um novo conceito em apostas é o de apostas online. A 22BEt Portugal é um exemplo claro disso. Com muita segurança as pessoas podem fazer as suas apostas e acompanhar tudo bem de perto. É a união do prazer em jogar com a facilidade para isso.

Vale a pena entender os limites que cada um possui. O que importa é se divertir, mas sem perder o controle sobre a própria vida. Ou seja, deve-se observar se as responsabilidades estão sendo deixadas de lado em vista de se dar aos jogos. Só dessa maneira será um problema. Caso contrário, divirta-se!

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Wagner Santos

Meu nome e Wagner Santos CEO da Revista de Marketing e profissional de SEO | Linkbuilder e escrevo sobre dicas para melhorar e alavancar sites na internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo